Um site para quem precisa da Verdade
ARTIGOS (Semeando a Palavra)
Retrato falado

Mauro Clark


Em outro artigo, vimos que na raiz de todos os males que afligem a humanidade, está a incapacidade do homem de se comunicar com Deus, consequência imediata do pecado de Adão.  Como se diria em termos modernos: todos os meios de comunicação foram cortados.

 

Ora, se você corta os fios que ligam uma lâmpada à fonte de corrente, a luz fatalmente faltará. Da mesma maneira, a humanidade mergulhou numa total escuridão espiritual quando foi interrompida a ligação que a conectava com Deus - fonte única de perfeição, bondade e amor. O resultado catastrófico desta quebra de relacionamento, todos nós conhecemos e sentimos na própria pele.

 

A Bíblia diz:

 

Não há justo, nem sequer um, não há quem entenda. não há quem busque a Deus; todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há nenhum sequer. A garganta deles é um sepulcro aberto; com a língua urdem engano, veneno de víbora está nos seus lábios, a boca eles a têm cheia de maldição e de amargura; são os seus pés velozes para derramar sangue, nos seus caminhos há destruição e miséria; desconheceram o caminho da paz. Não há temor de Deus diante de seus olhos. (Rm 3.10-18)

 

Observe que essa passagem afirma enfaticamente, várias vezes, não haver, na prática do mal, exceção entre os homens. Triste retrato falado de cada um de nós!

 

Talvez você se sinta desapontado em ser descrito assim tão duramente. Talvez até discorde que aquelas palavras se apliquem a você. É como a moça feia que se deixou pintar num quadro, pelo artista, examina a pintura e diz: Está muito malfeita.  Pobre pintor; simplesmente reproduziu a realidade na tela! O trecho transcrito da Palavra de Deus está simplesmente descrevendo os homens como em verdade são.  Não gostar, discordar, rejeitar - nada disso vai alterar os fatos.

 

E assim, cada homem, pessoalmente desligado da fonte geradora de todo o bem, pratica o mal sistematicamente. E com tal freqüência que fazer o que desagrada a Deus passa a ser algo normal em  sua rotina.  A idéia de um Deus santo e magoado pelo pecado, não lhe machuca a consciência.

 

A justiça dos homens é distorcida, não se enquadra nos padrões divinos; seus os atos são contaminados. Os homens não buscam a Deus com o intuito de conhecê-lo de perto, de estabelecer com ele um contato íntimo,  pessoa-a-pessoa. 

 

Responda com sinceridade: alguma vez você já pensou Eu quero, com todas as forças do meu coração, buscar a Deus para agradá-lo e honrá-lo?”

 

É lamentável muitos pensarem que buscar a Deus é simplesmente fazer parte de alguma religião, qualquer que seja, desde que cumpridos os rituais e preceitos. Esquecem-se de que muitas vezes as doutrinas básicas de uma religião podem ser frontalmente contrárias à Bíblia.  Estamos cercados desses casos...

 

Os homens estão extraviados, completamente perdidos do caminho, confusos, rodando em círculos, feito barata tonta. São inúteis.  Em seu estado de perdição não servem para nada.  Eles foram criados para servir ao seu Criador, mas o que fizeram foi se revoltar contra ele.  Perderam a razão de ser.

 

Um homem vivendo sem agradar a Deus é tão fora de propósito quanto um aparelho elétrico numa casa sem energia. Serve para que?  E mesmo que a imaginação do dono venha a descobrir algum uso secundário para aquele aparelho, jamais o utilizará em todo o seu potencial. Aquela máquina terá uma utilização inadequada, imperfeita, frustrando sempre o propósito  para o qual foi criada. 

 

Pois assim é o homem desligado de Deus. Subutilizado, mal aproveitado, vivendo uma vida arranjada, nunca atingindo o nível moral e espiritual almejado pelo Criador. Em vez de agradá-lo, passou a agradar a si próprio. Dinheiro, poder, fama: eis os grandes alvos.  E para atingi-los, vale tudo.  Às favas a moral, o respeito, a vergonha.  Não interessa os meios; a ordem é ter sempre mais. As pessoas querem mais; as empresas querem mais; as nações querem mais.  Nada os detêm nessa louca escalada.  Nem o sangue derramado de milhões de pessoas ao longo das épocas. Realmente, a Bíblia tem razão ao dizer que os pés dos homens são velozes para derramar sangue.

 

Como lemos acima, a distância entre os homens e Deus é tamanha que não há quem faça o bem,  não há nenhum sequer. E aqui fazer o bem tem uma conotação geral e abrangente, não se tratando de atos isolados de caridade ou boas ações.  Refere-se a toda uma vida cujas atitudes seriam geradas por um coração puro, sem nenhum resquício de mal.  Infelizmente isso é teórico, porque nunca existiu tal pessoa (com uma única exceção, que comentaremos em outro artigo).

 

Pense com sinceridade: Você não tem levado uma vida bem parecida com a que a Bíblia descreve?  Será que você não está precisando de urna total transformação interior?  Algo que venha de cima para baixo? Que seja tão poderosamente transformador que exceda a sua própria capacidade? 

 

Será que você não está urgentemente necessitando de que Alguém venha restabelecer a sua ligação com Deus, interrompida pelos seus pecados?  Confira a próxima meditação.

 

 

 

 



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com