Um site para quem precisa da Verdade
ARTIGOS (Semeando a Palavra)
Conversão... a quem?

Mauro Clark


De uma maneira geral, qualquer tipo de arrependimento deve produzir uma mudança de comportamento. Essa mudança deve ser tal que impeça a pessoa de vir a cometer, no futuro, aquilo que fazia no passado e pelo qual arrependeu-se.  Se, eu me arrependo de ter tratado mal uma pessoa, evidentemente, vou decidir ser mais amável com ela, dali para a frente.

No plano espiritual acontece a mesma coisa. O apóstolo Paulo resumiu bem este assunto quando disse: ... mas anunciei primeiramente aos de Damasco e em Jerusalém, por toda a região de Judéia, e aos gentios, que se arrependessem e se convertessem a Deus, praticando obras dignas de arrependimento. (Atos 26.20).

Observem as palavras do grande pregador: se arrependessem e se convertessem.  Ele deixou claro que o arrependimento não vem sozinho, mas deve ser seguido pela conversão a Deus.  Em outras palavras, a conversão é sempre precedida de um arrependimento.

Antes de tudo, é bom lembrar que Paulo fala de uma conversão a Deus!  Não é bíblico a idéia, por sinal muito comum, de uma conversão a um sistema religioso, como “conversão ao cristianismo, “conversão ao protestantismo etc. A única conversão que a Bíblia conhece é a conversão a Cristo. É uma questão de envolvimento pessoal. E esse envolvimento é ansiosamente buscado pelo homem arrependido.  Ele não quer mais viver em pecado, longe de Deus.  Ele se conscientiza que seu coração é mau e rejeita a idéia de continuar  vivendo segundo os seus impulsos e instintos egoístas. Ele quer mudar de vida.  Se antes desagradava a Deus, agora deseja fazer a Sua vontade, estar em paz com Ele, sob a Sua orientação, controle e proteção.

Essa é a verdadeira conversão ao Senhor Jesus.  Essa é a conversão de que tanto falaram os profetas, o próprio Jesus e os apóstolos: Convertei-vos, pois, ó filhos de Israel, àquele de quem tanto vos afastasses. (lsaías); ... convertei-vos, pois, agora, cada um do seu mau proceder, e emendei os vossos caminhos e as vossas ações. (Jeremias); ... converte-te a teu Deus, guarda o amor e o juízo, e no teu Deus espera sempre. (Oséias); E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. (Jesus); Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para serem cancelados os vossos pecados. (Pedro).

Termino lembrando que a conversão a Deus só é possível por causa do sacrifício que o Cristo realizou na cruz, dando a Si mesmo em resgate por muitos”. Somente através daquela morte é que ficou desobstruído o caminho a Deus.  Somente através de Cristo é que o pecador arrependido tem a felicidade de voltar-se para Deus e encontrá-lo pronto para o perdão e aceitação no seio da Sua família.

Já imaginou que horrível, seria você, convencido de sua perdição e arrependido de seus pecados, buscar a Deus e encontrar a porta fechada?  Já pensou que desesperador seria você enfrentar a impossibilidade de perdão e o eterno afastamento de Deus, após desejar ardentemente entrar na Sua presença?

Meu amigo, dê graças a Deus pelo Senhor Jesus Cristo.  E não perca a oportunidade que o Criador lhe oferece de se arrepender e converter-se a Ele, por meio de Seu bendito Filho.

 



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com