Um site para quem precisa da Verdade
ARTIGOS (Semeando a Palavra)
Salvo pela morte

Mauro Clark


Certa vez o título do artigo numa revista me chamou a atenção: “Salvo pela morte”. Contava a história real e muito tocante de um jovem casal de namorados. A garota, com 14 anos, estava às portas da morte, com uma gravíssima doença no coração. Sua única chance seria um transplante. O rapazinho, de 15 anos, nas últimas semanas vinha repetindo que ia morrer para dar o seu coração à namorada. Ninguém deu valor àquela reação de jovem apaixonado. Além do mais, ele gozava de excelente saúde.

Mas eis que, de repente, ele teve um fulminante derrame cerebral e ficou clinicamente morto. Foi levado às pressas em estado de sobrevivência artificial até o hospital onde estava a namorada. De fato, morreu em pouco tempo e teve o coração transplantado para a garota.

Era inevitável ficar dividido entre dois sentimentos: lamentando a morte do rapaz, mas, principalmente, impressionado pela sorte da garota. Afinal, ela ia morrer mesmo, não poderia fazer nada por si própria e nenhum médico teria condições de ajudá-la. Para que ela sobrevivesse, alguém teria de morrer.

Poucas pessoas devem perceber que a sua própria situação é muito parecida com a daquela garota. Talvez não saiba ou não creia na verdade bíblica de que o homem nasce separado de Deus, peca desde a infância, comporta-se de maneira rebelde ao Criador e, assim, tem como destino o inferno, local de intenso e eterno sofrimento. E o pior é que ninguém pode fazer nada para reverter essa terrível situação, nem a sua própria e nem a de ninguém. É só esperar a morte.

Mas graças ao amor de Deus pelos homens, Ele mesmo toma a iniciativa de providenciar um plano para resgatar as suas almas. E mandou o seu próprio Filho, o Senhor Jesus Cristo, vir a este mundo paras tomar sobre os seus ombros os nossos pecados, morrer para nos salvar:
“... porquanto derramou a sua alma na morte; foi contado com os transgressores, contudo levou sobre si o pecado de muitos, e pelos transgressores intercedeu”. (Is 53.12). “... carregando ele mesmo em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos aos pecados, vivamos para a justiça; por suas chagas fostes sarados”. (1 Pe 2.24).

Ninguém pode fazer nada pela própria salvação. Mas o Senhor Jesus pode... e fez! Deu a própria vida.! E agora, ressurreto, vivo e poderoso, à direita do Pai, oferece a quem quiser uma salvação antes inalcançável, mas agora possível, porque foi comprada com próprio sangue dele - sangue inocente, de infinito valor.

Resta porém, uma observação: se aquela menina tivesse recusado o coração do rapaz, jamais teria permanecido com vida.

A salvação do Senhor Jesus está à sua frente, com todo o poder para lhe dar uma nova vida, para restabelecer a comunhão com Deus, para lhe proporcionar uma vida eterna em suprema felicidade no céu. A você, cabe uma decisão: aceita ou rejeita.

Se rejeitar, pode ficar aguardando a morte. Um dia fatalmente ela virá.
Mas, se tiver a felicidade de aceitar a salvação que Cristo oferece, submetendo-se ao Seu Jugo leve e suave, então olhe novamente para o título deste artigo e diga bem alto, com muita alegria: “Esse sou eu!



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com