Um site para quem precisa da Verdade
ARTIGOS (Semeando a Palavra)
O seu dia?

Mauro Clark


Semana passada tivemos um feriado, o Dia dos Mortos. Sendo uma homenagem póstuma para os que faleceram, a última pessoa em que você pensaria naquele dia, seria você mesmo, correto?

Mas será que você pode se dar a este luxo? Leia isto:
A outro disse Jesus: Segue-me. Ele, porém, respondeu: Permita-me ir primeiro sepultar meu pai. Mas Jesus insistiu: Deixa aos mortos o sepultar os seus próprios mortos. Tu, porém, vai e prega o reino de Deus. Lc 9.59-60

Na sua opinião, o que significa esses “mortos” que deveriam sepultar os seus mortos? Uma coisa é certa: trata-se de pessoas vivas, pois um defunto não pode enterrar outro.
Nada melhor do que a Bíblia responder a si própria: Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados. Ef 2.1

É claro, portanto, que Jesus estava falando de mortos espirituais, que são caracterizados por uma vida de delitos e pecados.

O conceito de pecado é muito mal-compreendido, até mesmo meio debochado por aí. Mas quem age assim não sabe com o que está brincando.
Você sabia que o pecado mata? Você sabia que o seu pecado lhe matou?: A alma que pecar, essa morrerá”. Ez 18.20
E ainda: O salário do pecado é a morte…” Rm 6.23.

Ora, se todos pecaram, todos morreram. A triste verdade, meu amigo, é que todo homem já nasce com pecado dentro, o que significa dizer que todo homem já nasce morto espiritualmente, separado de Deus, destinado a continuar assim por toda a eternidade, e ainda em grande sofrimento.

Todo mundo faria bem em pensar em si mesmo no Dia dos Mortos, para uma avaliação séria. Quem continua espiritualmente da maneira como nasceu, seria prudente entristecer-se com a própria situação, antes mesmo de pensar com saudade nos queridos que já faleceram. Afinal, aqueles já tiveram seus destinos selados quando partiram.

Mas a grande notícia é que você, enquanto não chegar a sua hora, ainda tem chance de reverter essa terrível situação. Como? Ouça o que Jesus disse:
Em verdade, em verdade vos digo: Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida. (Jo 5.24)

Quem, através da fé, se dispõe a obedecer, a “ouvir a palavra” de Jesus Cristo passa por uma transformação fantástica. Essa é a genuína conversão, no sentido bíblico da palavra.
A conversão resulta numa verdadeira ressurreição. Paulo escreveu aos crentes em Roma: ... mas oferecei-vos a Deus como ressurretos dentro os mortos... Rm 6.13b.
O apóstolo João, por sua vez, disse, também a irmãos em Cristo: Nós sabemos que já passamos da morte para a vida… 1Jo 3.14

Fico com pena quando alguém comenta sobre a conversão de um amigo: “Pois é, o fulano mudou de religião, né?”. Coitado, esse não entendeu coisa alguma!
Converter-se não é passar para outra religião, como se muda de time de futebol. Converter-se a Cristo é sair de entre os mortos e ressuscitar!
Quem não tem Cristo como Salvador, tem todo o motivo para se sentir homenageado todo dia 2 de novembro.



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com