Um site para quem precisa da Verdade
PREGAÇÕES

Ajudo, do meu jeito


Mauro Clark - 03/06/2018
28 minutos




Marcos 7.31-35; Marcos 8.22-26

Ajudo, do meu jeito

Mc 7.31-35; 8.22-26

 

Na série AGINDO COMO JESUS, a ênfase de cada mensagem não é nos ensinos e doutrinas, mas na atitude e no comportamento dEle, visando imitá-Lo.

Na mensagem passada vimos algumas reações dEle quando lhe pediram ajuda.

Hoje veremos outros 2 pedidos que Ele atendeu:


* Surdo, que falava mal: Mc 7.31-35

A palavra traduzida por “gago” significa “falar com dificuldade”.

Jesus atende o pedido. Colocou os dedos nos ouvidos do homem e “lhe tocou a lingua com saliva”. Deve ter molhado um dedo na própria saliva e tocado na língua do outro.

O homem ficou imediatamente curado, ouvindo bem e falando corretamente.


Temos de convir que foi uma maneira bem ESQUISITA de realizar a cura.

O MOTIVO por ter agido assim, não tenho a menor ideia.

Evidentemente Ele poderia ter curado apenas com o desejo, como fez muitas vezes.

Mas dessa vez, SEM DAR EXPLICAÇÕES, agiu diferentemente.

E o que importa é que ATENDEU exatamente ao que pediram e ajudou o pobre homem.


Quando nos pedirem ajuda, podemos atender da maneira como quisermos.

Não precisamos ajudar uma pessoa da mesmíssima maneira como fizemos com outra - mesmo tratando-se de necessidades semelhantes.


O fato de Jesus não ter explicado porque agiu de maneira tão diferente, não significa que não tenha tido os seus motivos. Certamente Ele os tinha, e muito sérios.

E mais: Ele não queria brincar com o homem, ou agiu por algum motivo leviano.


Se o homem segurasse a mão de Jesus, impedindo-O de tocar a língua, alegando que Ele não fizera assim com outros, Jesus o deixaria surdo e gago.

Onde estava a confiança de que aquilo era necessário, mesmo que ele não entendesse?

E mais: onde estava a HUMILDADE do homem, que tanto precisava de ajuda?

Quando alguém lhe pedir ajuda e você tiver condições de atender, mas da sua maneira, não se constranja e não se preocupe em dar explicações.


* Cego: Mc 8.22-26

Outro milagre bem diferente. Novamente Jesus usa a própria saliva.

Mas o que torna esse milagre ÚNICO é o fato de ter sido realizado EM DUAS ETAPAS.

Primeiro, o homem enxerga, mas mal, pois via as pessoas como árvores.

Depois Jesus passou a mão sobre os olhos do homem e ele passou a ver normalmente.

Novamente não sabemos O MOTIVO de Jesus para agir assim.

Mas temos de crer que tinha seus propósitos e, ao final, acudiu à necessidade do outro.


Além das observações do exemplo anterior, mais uma: quando nos pedem ajuda, podemos ajudar por etapas.

Mesmo que tenhamos condições de resolver o problema de uma só vez, podemos encontrar motivos para agir aos poucos.

Claro que esses motivos devem ser BENIGNOS e coerentes com o amor cristão.

Mas o que você não precisa é se sentir constrangido e nem obrigado a dar explicações, se acha melhor para a situação, ajudar passo a passo.


----------------------

Antes de terminar, observe algo COMUM AOS DOIS CASOS: Jesus tirou cada um da multidão e os tomou à parte.

Por que? Talvez para não causar rebuliço no meio da multidão, e Ele queria discrição quanto às curas.

No caso do surdo, Ele mandou que as pessoas ao redor não dissessem a ninguém. E quanto ao cego, proibiu-o de entrar na aldeia.

Além disso, talvez tenha havido também motivos humanos: deixar menos constrangido o outro, concentrar-se mais no problema, mostrar uma atenção pessoal ao doente.


Seja como for, é uma atitude muito boa para imitarmos.

Quando alguém desejar falar com você, especialmente para pedir ajuda, tome-o de lado.

Isole-o um pouco dos outros e trate diretamente com ele.

Ele vai se sentir menos humilhado ou constrangido e mais prestigiado por você.

Além do mais, você vai poder prestar mais atenção, concentrar-se melhor do assunto.


Outro benefício: menos pessoas verão o que você está fazendo. O assunto será menos divulgado. Deus gosta que façamos o bem com discrição.


Que Deus nos abençoe. Amém

 



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com