Um site para quem precisa da Verdade
PREGAÇÕES

Isso não, mas...


Mauro Clark - 01/07/2018
24 minutos




Marcos 5.18-20

Isso não, mas...

Mc 5.18-20

 

Na série AGINDO COMO JESUS, a ênfase de cada mensagem não é nos ensinos e doutrinas, mas na atitude e no comportamento dEle, visando imitá-Lo em situações semelhantes.


Nas duas últimas pregações desta série, vimos exemplos de pedidos que Ele atendeu e aprendemos algumas lições com a reação dEle.

Hoje veremos um pedido que Ele NÃO atendeu.


v.18: suplicava-lhe: parakaleo = pedir com humildade

Lc 8.38: rogou-lhe (deomai = implorar, rogar)


Fica claro que o homem INSISTIU para que Jesus o deixasse acompanhá-Lo.

E Jesus simplesmente diz “Não!”


Muitas pessoas têm grande dificuldade em dizer “não”.

À primeira vista pode parecer uma VIRTUDE estar sempre com um “sim” nos lábios.

Mas não é sempre o caso. Esse costume pode produzir grandes problemas, não apenas para quem pratica, mas para os que precisam ouvir um “não”.


Jesus sabia dizer “não”.

Alías, nesta mesma série Agindo Como Jesus, já vimos alguns exemplos em que Ele não atendeu ao desejo de alguns.

* Quando Marta pediu para Ele repreender Maria e a mandasse ajudá-la, Ele disse “não”.

* Quando sua mãe e irmãos quiseram que Ele saísse de dentro da casa onde estava 
   pregando, com o intuito de prendê-Lo em casa, Ele disse “não”.

* Quando os judeus pediram um sinal do céu, Ele disse “não”.


Só que no caso do ex-endemoninhado, o “não” tem uma grande diferença dos outros, que o torna único.

* Marta queria arrancar Maria dos pés dEle.

* Sua mãe e irmãos queriam arrancá-lo de entre Seus discípulos.

Mas Ele gostava de chamar pessoas para segui-Lo.

Ou seja, Marta e a mãe e irmãos dEle estavam indo NA CONTRAMÃO do que Ele queria: ter ao seu redor pessoas que queriam segui-Lo e ouvir dEle. (Como mandou o homem rico vender tudo e segui-Lo).

Por isso ouviram um categórico “não”.


Mas o que causa estranheza, à primeira vista, é que o homem curado queria exatamente isso: segui-Lo e ficar perto dEle!

Em vez de Jesus abrir um largo sorriso e dizer “Claro, venha comigo!”, Ele diz “Não”!

Deve ter sido uma surpresa para o homem e especialmente para os apóstolos e outros discípulos que sabiam do seu costume de convocar pessoas para segui-Lo.


Claro que Ele tinha o direito de dizer “não” sem explicar.

Mas Ele explicou: “Eu tenho outra tarefa para você. Vá falar de mim para os seus parentes e amigos. É ali que eu lhe quero. E o melhor lugar para você, é exatamente aonde Eu lhe quero!”


Três valiosas lições:

1. Aprenda a dizer “não”. É difícil, pode parecer antipático, mas se é o certo a fazer, faça.


2. Mesmo quando esse “não” parecer estranho e der margens para pensarem que você é incoerente ou que está agindo de maneira diferente do que o usual, continue firme.

Seja firme com as suas convicções e com aquilo que você acha que é o certo.


3. Sempre que possível, explique PORQUE está dizendo aquele “não”. E aponte para uma direção melhor para o outro.

Se o outro entender, ótimo. Se não, mantenha o “não” do mesmo jeito.


Exemplo pessoal: Meu pai disse “não” quando propus desistir do curso de Engenharia e me dedicar totalmente à firma da qual eu era sócio com ele.


Você fará um grande bem às pessoas, toda vez que disser “não”, quando a situação de fato exigir. Mesmo que seja um “não” meio estranho e deslocado.

Jesus tinha essa firmeza. Façamos como Ele.


v.20

A propósito, o ex-endemoninhado fez o que Jesus mandou, e todos se admiravam.

Já imaginou a felicidade daquele novo pregador?

Como aquele “não” fez bem à vida de um homem que um dia fora morada de demônios e agora era habitação do Espírito Santo, e um arauto do reino de Deus. E como fez bem aos outros!


Que Deus nos abençoe. Amém



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com