Um site para quem precisa da Verdade
PREGAÇÕES

Série Agindo como Jesus 27 - Mais fé, mais felicidade


Mauro Clark - 06/01/2019
31 minutos




João 20.24-29

Mais fé, mais felicidade

João 20.24-29


Nesta série, a ênfase de cada mensagem não é nos ensinos e doutrinas, mas na atitude e no comportamento dEle, visando imitá-Lo.


Entre muitos, quero focalizar apenas um ponto: a maneira de Jesus proceder com Tomé.


Qual foi o problema com Tomé? Fé pequena.

Não que fosse totalmente desprovido de fé.

No original, não há o verbo “ser”, traduzido na frase “não sejas incrédulo, mas crente”.

O verbo grego é ginomai: tornar-se, vir a ser.

O sentido exato é: “Não se torne incrédulo mas crente (ou com fé)”.

Como se Jesus dissesse: “Não deixe que a sua fé, que é pequena, se torne menor ainda!”

A fé de Tomé:

* Era fraquinha, imperfeita, insuficiente para acreditar que Jesus ressuscitaria - como o próprio Jesus dissera.

* Não teve poder para levá-lo por cima da impossibilidade natural da ressurreição e fazê-lo confiar no poder de Deus.

* Não acreditou quando os seus companheiros apóstolos disseram que O viram.

* Fez o que é típico de uma fé fraca: exige ver com os olhos, tocar, usar os sentidos.

Esse foi o problema de Tomé.


Observe na reação de Jesus:

1) Jesus atendeu as exigências de Tomé.

Não adiantaria Ele exigir de Tomé uma qualidade de fé superior à que tinha no momento.

Não adiantaria Jesus dizer: Tomé, eu me recuso a deixar você ver e tocar nas minhas chagas. Ou você crê sem ver, ou me esqueça.


Detalhe: ao atender, Jesus não estava fazendo as manhas de um apóstolo rebelde.

Tomé era um homem comprometido (ver João 11.16), mas que tinha uma fraqueza.

Ao atendê-lo, Jesus estava, na realidade, ajudando-o nessa fraqueza, dando uma oportunidade para que aquela fé tão tenra, crescesse.

E foi exatamente o que aconteceu.

Ao exclamar extasiado Senhor meu e Deus meu!, Tomé demonstrava que a sua fé acabara de receber um reforço fortíssimo.

Tomé saiu daquela experiência com uma fé de qualidade muito superior.


2) Jesus não procurou esconder a sua tristeza com Tomé.

Jesus ficou triste. Qual a pessoa séria que não fica triste quando não se acredita nela?

E Ele explicitou isso para todos ao redor, inclusive, é claro, ao próprio Tomé.


3) Jesus claramente exalta os de fé mais forte, dizendo que esses serão mais felizes e, implicitamente, O agradarão mais.  


Lições correspondentes:

1. Não exija dos irmãos um vigor de fé que não têm. Satisfaça as carências de fé delas.

Se um irmão tem dificuldade com uma certa doutrina, ensine, tenha paciência, ore por ele. Se outro não consegue tomar uma atitude madura, é porque ele não é maduro!

Uma criança de 7 anos não vai ter uma postura de um homem de vinte.

Tenha paciência e amor, e ajude o irmão da sua fraqueza.


2. Quando um irmão lhe entristecer, lhe magoar, e você achar que o caso requer ser colocado para ele e talvez até para outros, diga. Você faz um bem a ele agindo assim.

Caso não tenha coragem, ou ache desagradável, lembre-se que Jesus fez isso.


3. Quer ser mais feliz? Cuide para que a sua fé seja mais madura.

Peça a Deus, busque, estude, ore, sacrifique a sua carne. Esse é o caminho.

E nunca esqueça: quanto mais robusta for a sua fé, mais você agradará a Cristo.


Que Deus nos abençoe. Amém



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com