Um site para quem precisa da Verdade
PREGAÇÕES

Ex 28a - Quando Deus diz "Basta!"


Mauro Clark - 24/06/2018
36 minutos




Êxodo 11.1-10

Quando Deus diz “Basta!”

Ex 11.1-10



v.1-3

Aqui é espécie de parênteses, explicando o que ocorrera entre Moisés e Deus antes do último diálogo de Moisés com Faraó relatado no cap. 10.

Deus pré-anuncia a Moisés a 10a. praga, deixa claro que é a última e começa a tomar os preparativos.


Quatro coisas:

1. Faraó não apenas deixará ir, mas EXPULSARÁ o povo.
O plano que tinha de escravizar os judeus, foi completamente FRUSTRADO.
Contou com poder, oficiais, magos, etc., mas com Deus como opositor, nada disso serviu.
Resistiu até o limite, mas finalmente iria desistir. Daí sua raiva.

Hoje, 3500 anos depois, os homens continuam não apenas fazendo planos sem Deus, mas resistindo à Sua palavra. Resultado: frustração total.

2. Situação interessante: antes os israelitas trabalhavam para os egípcios. Agora os egípcios sentirão vontade de dar ouro e prata (Ex 12.35-36), como se Deus estivesse mandando-os PAGAR pelo gigantesco trabalho que haviam feito.

Deus é Deus de justiça. De vez em quando Ele dá uma pequena amostra aqui na terra. No Milênio e na eternidade, seremos fartos: Mt 5.6


3. As jóias e objetos valiosos dados pelos egípcios seriam usados para a construção do Tabernáculo e utensílios.
Deus se glorificando, fazendo objetos sagrados com material dos egípcios!

Deus se glorifica como quer. Até duma pedra suscita louvor.


4. Moisés era muito famoso (hebraico: distinto, importante): parece que alguns tinham simpatia por ele, apesar de tudo o que aconteceu.

Pessoas sentem quando alguém é sincero e coerente.
Vivamos o Evangelho em qualquer situação. Mesmo sendo obrigados a tomarmos atitudes antipáticas, muitos intimamente vão nos respeitar.


v.4-7:

Continua o tenso diálogo entre Moisés e Faraó.

Anuncia a terrível e última praga, inclusive a hora!

Todo primogênito morrerá, inclusive o do Faraó, até o dos animais.


Int: não disse o dia, talvez para deixar Faraó em suspense.

Das dez pragas, esta é a única que envolve morte de pessoas.

Até aqui Deus havia poupado vidas.

Mas chegara a hora de sentirem o peso da mão divina.

E iriam chorar como nunca antes nem depois.


Note a coragem de Moisés em dizer que o filho do Faraó iria morrer! Um homem que se queixava de que não sabia nem falar!

Isso é o que o Espírito de Deus faz com quem Ele convoca e se dispõe a servi-Lo.

v.7

Enquanto no Egito todos estariam gritando, em Israel nem um cão rosnaria.

Tudo estaria absolutamente normal. Que humilhação!


Se fosse hoje, os egípcios fariam passeata: “Mas isso é discriminação, tratamento desigual!”

Exatamente. Tratamento desigual para atitudes desiguais.

Choca os descrentes falar em salvos e perdidos, céu e inferno.

Mas Deus faz questão de deixar claro que os que Lhe agradam serão extremamente agradados. E as que não Lhe agradam, serão desagradados.

O mundo precisa saber que Deus faz distinção entre os que são de Cristo e os que não são de Cristo.


v.8

Moisés prediz que os próprios oficiais se inclinariam perante ele, pedindo para saírem.

E ardendo em ira, retirou-se.

Os 2 homens, Faraó e Moisés extremamente irritados: chegaram aos seus limites.

Daí para frente não havia mais condições de diálogo.


Quando alguém se irrita quando pregamos, devemos reconhecer que não temos mais condições e parar.


Mas Moisés não era manso? Nm 12.3
E quem disse que um manso não se zanga e não tem zelo?

Lembra-se de Cristo no templo?


v.9-10:

Deus repete: Faraó não os ouviria e endureceria novamente o próprio coração.

Chegara ao fim as pragas com Moisés e Arão como intermediários.

Nesta última e 10a. praga Deus agiria só. E Horrível coisa é cair nas mãos de um Deus vivo! (Hb 10.31)


Graças a Deus que estamos nas mãos dele, mas para salvação e proteção. Amém



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com