Um site para quem precisa da Verdade
PREGAÇÕES

Série Êxodo 42 - Dura enquanto Eu quiser - Ex 16.29-36


Mauro Clark - 27/01/2019
38 minutos




Êxodo 16.29-36

Série “Êxodo” 42 - Ex 16.29-36: Dura enquanto Eu quiser

Ex 16.29-36


Continuemos a história do início da caminhada no deserto, quando Deus deu o maná.

Terminamos dizendo que, embora indignado, Deus reagiu com mansidão ao pecado de desobediência dos que colheram o maná no Sábado mesmo contra a ordem dEle.

Mostrando-se queixoso, Deus se limitiou a perguntar:

Até quando recusareis guardar os meus mandamentos e as minhas leis? (v.28)

Lembrei que a ausência de castigo não deveria ser motivo para os desobedientes se sentirem satisfeitos e aliviados.

Pelo contrário, somente o fato de saberam que magoaram a Deus devia pesar neles.

Continuo então neste ponto, sugiro que, cada vez que você pecar, em vez de se preocupar em se haverá disciplina ou não, deveria se angustiar era com a certeza de que ofendeu a Deus e lembrar, envergonhado, daquela frase de Deus, perguntando a si mesmo: “Até quando me recusarei a obedecer ao meu Deus?”

Nunca esqueça que foi por causa dessa recusa que Cristo morreu na cruz.


v.29-30

Moisés repete a obrigação do descanso no Sábado e proibição de fazer alguma coisa.

E finalmente o povo obedeceu, e descansou no sétimo dia.


Interessante: a desobediência não foi porque Deus mandou trabalhar dobrado no Sábado, mas o contrário, mandou descansar no Sábado!

O pecado é tão esquisito, tão maligno, tão hostil a Deus, que se volta contra Deus até mesmo quando Ele dá uma ordem visando repouso, pausa no trabalho, tranquilidade.

Quantas vezes o nosso pecado é contra o nosso próprio conforto, comodidade!

Exemplo: perdoar uns aos outros. Faz muito mal ao corpo e à alma alimentar raiva, sonhar com vingança. Não perdoar maltrata. Perdoar, faz bem e alivia. E foi exatamente isso o que Deus nos manda fazer e nós resistimos! É inacreditável!


v.31

Descrição detalhada do maná (“O que é isto” ou “presente”): como semente de coentro, branco e doce como mel.


v.32-34

Deus mandou guardar um gômer (ou “porção” ou equivalente a 2,2 litros) de maná num vaso, para mostrar às gerações futuras.

Arão colocou diante do Testemunho (duas tábuas dos Dez Mandamentos), que seriam dadas algumas semanas depois.

Depois esse vaso foi posto dentro da Arca da Aliança, junto com o Testemunho (2 tábuas de pedras com os 10 mandamentos, Dt 10.3-5) e a vara de Arão que floresceu - Hb 9.4


Não sabemos quanto tempo o maná ficou na Arca, cuja última referência (2Cr 35.1-6) foi em 620 aC, o rei Josias mandou trazê-la para o templo (800 anos depois do êxodo).

É razoável supor que o maná ficou lá pelo menos os 40 anos que passaram no deserto.


Pergunta: se o maná apodrecia com um dia e a segunda porção da véspera do Sábado duraria dois dias, como aquela porção seria guardada por anos a fio? Milagre de Deus!


v.35

O singelo pãozinho doce viria do céu seguindo rigorosamente a rotina de cair seis dias seguidos e parar no sétimo, isso por 40 anos no deserto, até entrar na Terra Prometida. Como pode? Milagre de Deus!

* Como uns corvos teriam a noção de levar duas vezes por dia pão e carne para Elias, durante vários dias? (1Re 17.1-7) Milagre de Deus!

* Como um punhado de farinha e um tiquinho de azeite numa botija iria sustentar dias e dias Elias, a viúva de Sarepta e o filho dela? (1Re 17.8-16) Milagre de Deus!

* Como 5 pães e 2 peixes alimentaram 5 mil pessoas? (Mc 6.38, 44) Milagre de Deus!


Pois esse mesmo Deus é o que diz para você:

Não se angustie com o dia de amanhã. Eu cuidarei de você. Quanto ao que você tem, pouco ou muito, eu farei durar até o dia que eu quiser. E se eu quiser que acabe, acabará e eu providenciarei outra fonte para lhe sustentar. Tão somente creia em Mim!


Que Deus ajude a nós, homens de pequena fé, a crermos mais nEle! Amém



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com