Um site para quem precisa da Verdade
PREGAÇÕES

Paz de Cristo - o que é?


Mauro Clark - 30/07/2017
58 minutos




Colossenses 3.15a-b

PAZ DE CRISTO - O QUE É?

Cl 3.15


Veremos hoje mais uma característica que o novo homem deve ter.


Seja a paz de Cristo ...

Paz: assunto muito tratado na Bíblia, várias conotações: paz com Deus, paz interior e paz com os homens. Claro que esse conceitos se entrelaçam.

Qual o sentido dessa “paz de Cristo” aqui?

Em termos absolutos, podemos desistir de explicar: Fp 4.7: excede todo entendimento.


Mas vamos tentar compreender, até onde pudermos.

Esse sentido de paz também tem várias conotações:

Deixemos que o próprio Jesus nos responda em 2 passagens.

Vamos ouvi-Lo, como se estivéssemos sentados aos pés dEle.


Jo 14.27: Deixo-vos a minha paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.

A primeira coisa que Ele fala é de uma característica que essa paz NÃO tem: não é como a paz que o mundo dá.

E como é essa paz do mundo? Responderemos no final.


não se turbe o vosso coração...

turbar: tirar a paz da mente, perturbar a tranquilidade, agitar


Primeira característica que a paz de Cristo produz:

1) Tranquilidade interior

Uma tranquilidade que existe mesmo no meio das tribulações.

É precisamente aí onde está o valor, o aspecto especial, diferente, na paz de Cristo.

Lembram de um exemplo de Alguém dormindo em plena tempestade? O próprio Jesus. Ilustracao belíssima para a nosa vida: mesmo com o mar envolto ao nosso redor, se tivermos a paz que Ele nos dá, conseguiremos ficar tranquilos ao ponto de dormir!

Outro exemplo é a de uma criança dormindo no aeroporto, muita gente e barulho.


...nem se atemorize (o vosso coração)

Outra característica da paz de Cristo:

2) falta de de medo, de pavor

Quando alguém não tem medo, é porque se sente seguro.

A paz de Cristo gera segurança no crente.

Não uma falsa segurança de que nada vai acontecer de ruim nesta vida. Cristo nunca prometeu isso (como veremos a seguir).

Mas segurança de que Deus está conosco nas dificuldades, de que somos filhos de Deus e ninguém nos arrebatará das mãos dEle (Jo 10.28); certeza de que vamos para o céu.


É profundo o EFEITO benéfico dessa segurança que a paz de Cristo produz em nós: efeito psicológico, físico (insegurança gera doenças) e, evidentemente espiritual.

Dá pena ver pessoas confusas e agitadas buscando sentido para a própria existência e, não encontrando, apavoradas com a vida futura.


Jo 16.33: Estas cousas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo


Outra característica da paz de Cristo:

3) ânimo

Estas cousas: tudo dos cap. 14-16.

Veja que a presença do ânimo vem dentro de um contexto de aflições e sofrimentos.

Comentamos há pouco que Cristo nunca nos prometeu vida mansa, sem problemas.

Nunca deu a entender que a vida do salvo aqui seria um pic-nic.

Mas o contrário: luta, guerra - contra a carne, o pecado, o mundo.

É uma guerra tão intensa que termina desanimando, mesmo o crente.

Desânimo é uma arma muito eficiente nas mãos do diabo.

Se ele tenta derrubar pelo pecado, pelo escândalo, e não consegue, vai por trás e mina a disposição, e termina derrubando pelo desânimo.

Crente desanimado é crente liquidado.

Só que a paz de Cristo é tão forte e atuante, que o crente consegue ter ânimo mesmo no meio das lutas e das dificuldades.


Voltando a Cl 3.15: o que a paz de Cristo deve ser em nós?

... (seja a paz de Cristo) o árbitro em vossos corações

... ser ... árbitro: grego: um só verbo: βραβεύω:

Strong: 1) atuar como árbitro; 2) decidir, determinar; 3) dirigir, controlar, ordenar


A paz de Cristo deve ser como um juiz dentro de nós. Se essa paz está forte em nós, firme, presente, é indicação que está tudo bem e estamos aprovados.

Se fica mais fraca, ameaça nos deixar, é sinal de que não estamos na direção certa.

E sabemos que isso está ocorrendo exatamente quando começamos a sentir a ausência das características que temos visto:

1) falta de tranqulidade, 2) medo, insegurança; 3) desânimo.


Voltando:

... à qual, também, fostes chamados em um só corpo

Quarta característica, saindo do sentido interior, para o de relacionamento entre irmãos:

4) Paz entre os irmãos

Fomos chamados para viver e sentir a paz de Cristo não apenas individualmente, mas de maneira coletiva, em um corpo, a igreja.


Parece que a idéia aqui é que a paz de Cristo transborda do coração de cada crente, passando para todo o ambiente da igreja.

É um aspecto externo da paz de Cristo: harmonia na igreja, uma paz de relacionamentos.

Ou seja: um grupo de pessoas convertidas, que receberam o novo homem, cheias da paz de Cristo no coração (tranquilas, seguras, animadas), produzirá uma igreja altamente pacífica e harmoniosa.


Isso é o contrário do que ocorre no mundo.

A violência interna do homem não aumentou, mas a quantidade de pessoas aumentou. Ora, pessoas violentas em mais quantidade produzem mais violência.


É um privilégio pertencermos a uma instituição divina em que as pessoas têm dentro de si não o pecado escravizando, mas o Espírito Santo controlando e libertando.

E produzindo a paz de Cristo.

Quanto mais cada um de nós estiver cheio da paz de Cristo, mais teremos esta paz nos envolvendo a todos, como uma neblina bendita.


Graças a Deus podemos dizer que Luz do Mundo sempre tem tido paz.

É agradável pensar que isso é resultado do fato de os crentes individualmente estarem no gozo da paz de Cristo. Continuemos assim!

E fiquemos sempre extremamente sensíveis para o juiz dentro de nós.

Se a paz está forte, tudo bem.

Se está fraca, vamos providenciar para que volte com todo o vigor.


E graças a Deus por Jesus Cristo, que morreu para que pudesse nos dar essa paz.


Agora, uma palavra ao não crente.

Fiquei de responder que tipo de paz o mundo dá.

Ah, amigo, é um pazinha tão fajuta. Baseada em coisas (dinheiro bens), em saúde, em amizades, em posições, em circunstâncias.

Em suma, em coisas desta vida.

Só que esta vida é vaidade e passageira. Não merece confiança. Hoje lhe oferece algo, amanhã, lhe tira. Não se iluda com essa paz que não é paz.

Entregue-se a Cristo e veja o que é paz  de Cristo!


Que Deus nos abençoe. Amém



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com