PREGAÇÃO

ACJ-09 - Orando com outros

Mauro Clark | 07/08/2016
28 minutos

headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close ACJ-09 - Orando com outros
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior


ORANDO COM OUTROS

 

Série AGINDO COMO JESUS: ênfase NÃO nos ensinos e doutrinas, mas na atitude, visando imitá-Lo em situação semelhante.

Estamos vendo o costume dEle de ORAR.

Observando as orações, vemos 3 tipos de situação em que Ele orava:

1) Sozinho; 2) Com os discípulos e 3) Em público. Já vimos a primeira.

Hoje, as duas restantes.

 

2) ORANDO NA INTIMIDADE DOS DISCÍPULOS

* Lc 9.18 - ... orando à parte, achavam-se presentes os discípulos

Única referência no NT de Jesus orando COM os discípulos, como numa roda de oração.

Parece que mesclavam oração com conversas espirituais.

 

Nossos cultos de oração são muito mais valiosos do que talvez pensemos.

O compartilhamento antes, o peso da oração conjunta, a comunhão, o carregar a carga dos outros, tudo isso é de enorme valor.

Graças a Deus pelas pérolas que são os cultos de oração de 4a. feira.

 

Além disso, deveríamos ter mais reuniões informais, para conversar sobre coisas do alto, intercalando com orações.

Como estavam sempre juntos, é provável que Jesus fizesse isso com os discípulos.

Seria bom salpicar mais com oração as nossas reuniões.

 

* Jo 17.1

Contexto: na noite em que foi traído, no monte das Oliveiras, só Ele e discípulos.

Esta oração, todo o cap. 17, é uma das mais longas registradas na Bíblia.

Na realidade, é um monólogo com o Pai, mas sabendo que os discípulos estavam ouvindo e aprendendo muito.

Penso que Jesus tinha objetivo duplo: falar com Pai e ENSINAR os discípulos.

 

Tem sentido o crente, quando orar alto entre irmãos, aproveitar para abrir o coração, dizer coisas para os outros ouvirem, e até ensinar alguma coisa (se for o caso de um pastor orando, ou qualquer um que tenha autoridade para ensinar).

 

3) ORANDO EM PÚBLICO (incluindo não crentes):

* Mt 11.25-26

No v. 27 Ele dá uma explicação sobre o Seu relacionamento com o Pai e nos v.28-30 faz o famoso convite, mostrando que havia várias pessoas ao redor. Ou seja, orou em público, incluindo entre não crentes.

 

Mesma lição anterior: Jesus embutiu na oração um elemento de ensino teológico aos presentes, com a diferença que ali só havia discípulos e aqui há não crentes também.

 

* Lc 3.21

Contexto: batismo de Jesus e de outros.

Embora não possamos afirmar, é razoável pensarmos que Ele estava orando em voz alta, pois talvez quisesse que o povo associasse o céu aberto com a oração dEle.

Também não sabemos o CONTEÚDO da oração. Seja como for, Ele orou em público durante um acontecimento muito importante na vida dEle.

Ele quis que pessoas soubessem que ali estava ocorrendo algo crucial para Ele - na realidade, para a humanidade toda.

 

Quando estiver numa situação IMPORTANTE PARA VOCÊ, ore, compartilhe com Deus e com os presentes (observadas certas conveniências). Mas se houver clima, faça isso.

 

Geralmente em aniversário, se pede para alguém orar pelo aniversariante. Seria interessante ouvir o próprio aniversariante, expressar o coração dele orando também.

Mesma ideia para um vestibulando agradecer publicamente por ter passado, pedir pelo curso, etc.

 

* Jo 11.41-44

Contexto: no túmulo de Lázaro, logo antes de Jesus ressuscitá-Lo.

Um dos motivos da oração: Jesus queria mostrar ao povo a Sua ligação com o Pai, para que povo cresse nEle.

Ou seja, Jesus usou a oração como INSTRUMENTO EVANGELÍSTICO!

 

Ninguém vai abusar disso, mas tendo sabedoria, é válido usar oração em público, para introduzir o Evangelho.

É importante não esquecer que oração é dirigida a Deus, devemos ter EM PRIMEIRO LUGAR Deus em mente.

Mas introduzir um propósito secundário, não é errado. Aliás, é até recomendável, uma vez que Jesus fez isso.

 

Que Deus nos abençoe com tantos exemplos do próprio Jesus sobre oração. Amém

Mauro Clark, 65 anos, foi diácono, pregador e conferencista, até ser consagrado pastor em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2019
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2019 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b