PREGAÇÃO

Interesse, interesse, interesse!

Mauro Clark

2Co 8.16-24         28/06/2015          55 minutos


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Interesse, interesse, interesse!
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior


16 Mas graças a Deus, que pôs no coração de Tito a mesma solicitude por amor de vós;17porque atendeu ao nosso apelo e, mostrando-se mais cuidadoso, partiu voluntariamente para vós outros.18E, com ele, enviamos o irmão cujo louvor no evangelho está espalhado por todas as igrejas.19E não só isto, mas foi também eleito pelas igrejas para ser nosso companheiro no desempenho desta graça ministrada por nós, para a glória do próprio Senhor e para mostrar a nossa boa vontade;20evitando, assim, que alguém nos acuse em face desta generosa dádiva administrada por nós;21pois o que nos preocupa é procedermos honestamente, não só perante o Senhor, como também diante dos homens.22 Com eles, enviamos nosso irmão cujo zelo, em muitas ocasiões e de muitos modos, temos experimentado; agora, porém, se mostra ainda mais zeloso pela muita confiança em vós.23Quanto a Tito, é meu companheiro e cooperador convosco; quanto a nossos irmãos, são mensageiros das igrejas e glória de Cristo.24Manifestai, pois perante as igrejas, a prova do vosso amor e da nossa exultação a vosso respeito na presença destes homens.#############

 

Após estabelecer alguns princípios sobre doação, Paulo passa a falar da equipe encarregada de levar a efeito esse grande projeto.

A equipe é composta de quatro pessoas.

1. O próprio Paulo - o líder

2. Tito

3. v. 18-19: o irmão louvável no Evangelho (talvez Lucas ou Barnabé)

4. v.22: O irmão zeloso

(2Co 9.5: Paulo envia os três para o precederem)

O pouco que Paulo diz de cada um nos traz muitas lições:

 

Paulo

v.19b-21

Embora fale “nós”, nesses dois versículos Paulo fala dele próprio e nos mostra 3 coisas:

a. Ele era o principal responsável nessa grande obra de alívio.

generosa dádiva administrada por nós

... administrar: διακονεω diakoneo: servir; atender à mesa; cuidar, servir aos interesses de outros; ministrar uma coisa para alguém.

 

Você já participou ou participa de uma “generosa dádiva”? Pode especificar?

Além disso, você já ADMINISTROU, tomou a iniciativa de começar, liderar uma generosa oferta ou presente para um ou muitos?

 

b. Sabedoria e prudência, montando uma equipe de homens de excelente reputação.

Agindo assim, Paulo garantia eficiência na campanha e evitava acusação (de interesse próprio, de desvio, de desonestidade, etc).

 

c. Decisão de proceder com honestidade (lit.: de maneira boa, correta), tanto diante de Deus como dos homens.

 

Importante: além de ser honesto, Paulo se precavia para não ser acusado de algo ruim.

Ou seja, não era suficiente apenas SER honesto, mas PARECER honesto!

Já vi crente ser criticado por se preocupar com a própria imagem, pelo testemunho, pela maneira como se apresenta diante dos outros.

Se é com egoísmo e vaidade, a crítica até que é justa.

Mas é INJUSTA se o irmão está preocupado com o trabalho de Deus, com o exemplo aos outros. Nesse caso, é lícito se esforçar para mostrar que está sendo correto.

Agora, se mesmo assim, há criticas maliciosas e injustas, o crente de fato não deve se angustiar, mas simplesmente dizer: “Lamento muito!”. (1Co 4.3)

 

Tito

v.23a:

... meu companheiro e cooperador convosco: lit. trabalhar junto.

Mesmo sendo diferentes os papéis de Tito e dos irmãos no projeto, todos estavam trabalhando juntos, na mesma obra.

 

E mais, Tito tinha a mesma atitude de Paulo nesse serviço:

v.16

... solicitude: gr. σπουδη spoude: afobação, com pressa; ansiedade em executar algo, fazer com toda diligência, interessar-se com muita seriedade

 

... por amor de vós:

Interessante: aqui não se trata do amor de Paulo e de Tito aos crentes pobres de Jerusalém, mas AMOR DE VÓS, ou seja, dos coríntios. 

Incluir os coríntios nesse projeto era um ato de AMOR de Paulo e sua equipe!

 

Homem admirável esse Tito, solícito, ansioso para ajudar, amoroso!

É verdade, mas há um fato crucial: foi Deus quem pôs no coração de Tito todo esse zelo e interesse.

 

Quanto a este assunto de ajudar se você não sente tanto zelo, como reagir? Dizer “que pena que não sou assim?”. Não. Peça ao mesmo Deus que pôs no coração de Tito!

 

v.17

Interessante: Tito participou porque atendeu ao apelo de Paulo, mas ao mesmo tempo, Paulo diz que Tito foi voluntariamente.

Afinal, foi voluntariamente ou porque Paulo pediu? Os dois! Um não anula o outro: se complementam.

Talvez Tito não teria ido se Paulo não tivesse convocado. E mesmo sendo chamado, não teria ido se não tivesse vontade.

* Se você é líder, chame, convoque, desafie. E não se chateie se muitos não atenderem.

* Se você é convocado, leve a sério antes de dizer tanto “sim” como “não”. Pense, ore, ofereça a Deus seu coração para Ele fazer o que quiser.

 

... mostrando-se mais cuidadoso

cuidadoso: σπουδαιοτερος spoudaioteros: ativo, diligente, zeloso (nada a ver com precaução).

Mesma palavra traduzida no v.16 por “solicitude”.

Melhor seria “mostrando-se mais interessado”.

 

Você tem sido zeloso, interessado, solícito, sério, quase ansioso no serviço a Cristo?

 

O irmão “louvável no Evangelho”

v.18-19ª; 23b

Não sabemos o nome desse irmão (entre várias opções, Lucas é o mais cotado).

Sabemos apenas duas coisas:

A. Seu comportamento com o Evangelho era altamente louvável e muito conhecido.

B. Foi eleito e enviado (gr. apostolos - v.23b) pelas igrejas para ajudar Paulo nessa tarefa.

 

Passagem interessante, mostra igrejas se juntando para escolher enviados em comum.

O irmão era conhecido e gozava de excelente reputação não apenas na própria igreja, mas em outras também.

 

O irmão “zeloso”

v.22-23b

Sabemos que foi enviado pelas igrejas (v.23b), foi testado e mostrou-se muito zeloso.

Detalhe: no grego, a palavra “zelo” ainda é a mesma traduzida por “solicitude” no v.16 e “cuidado” no v. 17, ou seja: diligência, interesse, zelo, vontade de fazer com seriedade.

 

Interessante: A confiança que esse irmão tinha dos coríntios contribuiu para aumentar ainda mais o zelo dele, que já era grande!

A sua postura como crente tem grande influência nos outros irmãos. Se você é confiável, é sério, isso contagia os outros e os torna também mais eficientes. Um ciclo-virtuoso.

 

Por outro lado, um irmão relapso, morno, arrasta os outros para baixo. Ciclo vicioso.

Qual o seu caso???

 

Paulo encerra o trecho com bonita exortação, juntando os três homens:

 

v.24

Como eram representantes das igrejas, o que mostrassem a eles era como se estivessem mostrando às próprias igrejas que os enviaram.

Pediu que manifestassem a prova do amor deles (especialmente em forma das doações) e dissessem o quanto Paulo falou bem deles.

 

Três observações finais:

 

1. A super-ênfase que Paulo coloca na questão do interesse, zelo, diligência dos irmãos nesse assunto, deve gritar em nossos ouvidos: “Seja intenso, zeloso, QUENTE naquilo que faz a Cristo”.

 

2. Falei que eram quatro na equipe. Mas, a rigor, eram cinco!

O quinto, ou melhor, o primeiro, era o próprio Deus, que mexeu no coração deles.

Você sozinho, jamais conseguirá fazer algo valioso para o Evangelho.

Você e mais dez, você e a igreja toda, jamais farão algo valioso para o e Evangelho, se Deus não tiver na equipe.

Nunca abra mão da presença dEle. Sem Cristo, nada podemos fazer!

 

3. Qual o grande propósito dessa campanha?

v. 19: ... a glória do próprio Senhor

Esse é o segredo de tudo o que devemos ser e fazer.

Claro que a “glória de Deus” aqui está no sentido geral e vastíssimo.

 

Mas veja como Paulo toca num aspecto bem específico dessa glória, no final do trecho:

v. 23b: ... são mensageiros das igrejas e GLÓRIA DE CRISTO

Os próprios irmãos da equipe eram uma parte da glória de Cristo nesse bela campanha.

Glória de Cristo em forma de gente!

 

Em suma: Tudo o que você fizer, faça COM Cristo e PARA a glória de Cristo, sendo você próprio um pedacinho dessa glória!

 

Que Deus nos abençoe. Amém.

Mauro Clark, 68 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2020
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2020 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b