PREGAÇÃO

Salmo 51 4/4 - Tem que haver quebrantamento

Mauro Clark | 12/03/2017
61 minutos

headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Salmo 51 4/4 - Tem que haver quebrantamento
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior


TEM QUE HAVER QUEBRANTAMENTO

Sl 51.14-19

 

Quarta e última pregação sobre esse famoso salmo de arrependimento de Davi, após o caso com Bate-Seba.

1ª: v.1-7: Davi trata o pecado e abre o coração sobre quem ele é.

2ª: v. 8-12: Tratado o pecado, Davi olha para a frente, para uma nova fase e pede uma série de providências de Deus na vida dele.

3ª: v.13: Davi se sente restaurado e já com vontade de servir.

4ª: v14-19: Veremos hoje.

 

Comentamos também que Davi começou no v.12 o uso de uma fórmula de pedir uma coisa a Deus e dizer que, uma vez recebendo, estaria pronto para uma determinada ação voltada para Deus.

 

v.14

Davi usa a sua fórmula pela 2ª. vez:

* O que pede a Deus: Livra-me dos crimes de sangue...

Alguns acham que se referia a crimes cuja pena da Lei era a morte.

Mas talvez se lembrava da morte de Urias e pede ajuda para não praticar mais isso.

Como rei, Davi tinha de ordenar mortes de pessoas sem que fosse crime, apenas comprimento da lei.

Só que ele era de fato um homem violento e foi acusado pelo próprio Deus de ter derramado muito sangue.

E no caso de Urias, foi assassinato mesmo (embora disfarçado com ordens militares).

 

Nós: embora nunca tenhamos matado alguém, somos violentos no coração.

E essa violência é pecado diante de Deus: Mt 5.21-22

Peça “Senhor, livra-me dos pensamentos violentos, da sede de vingança, etc.”

 

Voltando, a segunda parte da fórmula:

* Quando receber, como agiria:

... e a minha língua exultará a tua justiça

Com o coração livre da violência, teria vontade de exaltar um certo atributo de Deus.

Nesse caso, não o amor, a longanimidade, o poder, mas a JUSTIÇA!

 

Observe: quando se livrasse de querer fazer justiça com as próprias mãos, naturalmente Davi daria lugar à justiça de Deus.

 

Lição: quanto mais você lembrar da justiça de Deus, menos pensará em ser justiceiro.

 

v.15

Pela 3ª. vez Davi usa a fórmula “dá-me isso e eu estarei em condições de fazer aquilo”.

* O que pede a Deus: Abre, Senhor, os meus lábios...

* Quando receber, estaria em condições de:

... e a minha boca manifestará os teus louvores

Parece que Davi estava com a boca fechada de vergonha do pecado.

Agora que já tratou do seu pecado, pede que Deus lhe devolva a coragem de falar as maravilhas de Deus e abra a sua boca.

 

Aqui um alerta: se Deus não abrir a boca do crente, outro poderá fazê-lo:

* A sua própria carne, se dominar o coração: Mt 12.34; Is 32.6; Is 59.3; Rm 3.13-14

* O diabo, se você o deixar influenciá-lo, como mostram dois tristes exemplos de crentes:

Mt 16.21-23 (Pedro); At 5.3 (Ananias)

 

De uma maneira ou de outra, se for sua carne ou o diabo que abrirá a sua boca, sairá o que não presta: desrespeito a Deus, ódio, impureza, inveja, orgulho.

 

Gostoso mesmo é quando os lábios do crente são abertos pelo Senhor, como resultado de pensamentos benignos gerados no interior pelo Espírito Santo.

E sairão coisas boas dessa boca, começando com louvores a Deus, por tudo o que Ele é.

 

Quem tem aberto os seus lábios?

 

v.16-17

Desejoso de agradar e adorar a Deus, Davi se lembra do recurso dos sacrifícios.

Só que até poucos momentos atrás, antes do arrependimento, de nada adiantaria sacrificar bois e ovelhas.

Afinal, havia pecado e havia pendência com Deus na vida de Davi.

E sacrifício misturado com pecado, em vez de agradar a Deus, O irrita! Is 1.11-13

 

E como agradar a Deus, então? Com a atitude correta:

... espírito quebrantado, coração compungido e contrito

quebrantado e compungido: mesma palavra no hebraico: quebrado, despedaçado

contrito: sinônimo da outra palavra: quebrantado, esmagado.

Duas verdades sobre adoração correta:

1. Todo ato de adoração a Deus se inicia no coração.

2. Para que o adorador seja aceitável a Deus, precisa haver quebrantamento: Is 57.15

 

Embora não tenhamos mais sacrifícios para fazer hoje, fique atento para que seus cultos, seus serviços a Deus, a Ceia, tudo seja feito com atitude íntima correta com Deus.

E essa atitude deve ser, antes de tudo, quebrantamento.

Sem isso, nada do que você fizer será aceitável a Ele: Sl 18.27

 

v. 18-19

Alguns acham que os v.18-19 foram encaixados depois, no tempo de exílio babilônico.

Outros acham que Davi encerrou a oração por si mesmo no v.17 e passa a interceder por Sião (Jerusalém) e terminou orando pelo bem estar físico (muro) e espiritual do seu povo.

 

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 67 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2019
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2019 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b