PREGAÇÃO

Agindo como Jesus 33 - Quer ter autoridade?

Mauro Clark

Mc 1.21-22         04/08/2019          28 minutos


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Agindo como Jesus 33 - Quer ter autoridade?
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

 

Nesta série nossa ênfase é na atitude e no comportamento dEle, visando imitá-Lo.

 

Certamente a doutrina (ensino) de Jesus chamava atenção em muitos aspectos: conteúdo, maneira de ensinar (parábolas), caráter denunciatório etc.

Mas algo chamava mais atenção que todos os outros: a AUTORIDADE com que falava.

 

Não uma autoridade com base em cargo ou função.

Ex.: Quando o presidente fala, é a maior autoridade do país falando. Deve se prestar atenção ao que diz pela importância do cargo. Mas não significa automaticamente que ele tem autoridade pessoal/moral para falar.

 

Jesus, apesar de dono de tudo, não tinha qualquer autoridade funcional, não tinha cargos ou funções importantes. Era um carpinteiro, filho de carpinteiro, pobre, homem do povo.

A autoridade dEle, nesse contexto, era totalmente pessoal, baseada no que era e como se comportava.

 

Até aqui, isso não é muito extraordinário, pois muitas pessoas sérias, decentes, sem cargos importantes, também são respeitadas e têm autoridade moral, e quando se pronunciam são ouvidas com atenção.

Seria esse o tipo de autoridade que Jesus tinha?

Sim, mas ainda não é aqui que encontramos a chave para a autoridade moral dEle.

Essa autoridade era EXCLUSIVA, ÚNICA, por uma característica igualmente única que Ele tinha como ser humano: sem pecado! Aqui é o ponto!

 

Nenhum de nós faz ideia do que é ouvir o ensino de um homem sem pecado, ser repreendido por um homem sem pecado, sentir-se cheio de esperança por promessas feitas por um homem sem pecado!

Nenhum de nós faz ideia do que é olhar para os olhos de um homem sem pecado.

Que privilegiadas foram aquelas pessoas que se maravilharam com as palavras de Jesus!

 

Mas, que lição prática podemos aprender com isso? Vamos imitá-Lo!

- Mas como iremos adquirir autoridade moral, por não termos pecado? É impossível!

Eu sei, mas pelo menos vamos tentar! Ele mesmo nos desafiou a isso:

- Sede vós perfeitos...  - Mt 5.48

- Aprendei de mim... - Mt 11.29

 

Precisamos ter como alvo pecar o menos possível: Hb 12.1; Lc 21:34; Rm 13:12–14;

2Co 7:1; Cl 3:5–8; 1Tm 6:9,10; 1Pe 2:1-3; 1Pe 4:1-2; 1Jo 2:15,16

 

Não esqueça: quanto menos pecado, maior a autoridade moral.

É normal que você goste de ser ouvido, opiniões acatadas, pontos de vista solicitados.

E para isso pouco adianta lembrar a importância do seu cargo, falar mais alto, reclamar que ninguém lhe ouve.

A maneira mais natural e saudável de você ter autoridade é ter vida reta.

E mesmo no mundo, embora você não vá ser tão ouvido, certamente será respeitado no íntimo, até pelos inimigos.

Imite a santidade de Jesus e veja que autoridade saudável você terá perante as pessoas!

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 67 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2019
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2019 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b