PREGAÇÃO

Assim são os ministros de Satanás (2 CORÍNTIOS 45 de 54)

2Co 11.12-15      54 minutos      04/10/2015         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Assim são os ministros de Satanás (2 CORÍNTIOS 45 de 54)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior
13       Porque os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, transformando-se em apóstolos de Cristo.

           14       E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz.
           15       Não é muito, pois, que os seus próprios ministros se transformem em ministros de justiça; e o fim deles será conforme as suas obras.
Sociedade Bíblica do Brasil. (2003). Almeida Revista e Atualizada, com números de Strong (2Co 11.12–15). Sociedade Bíblica do Brasil.

Na semana passada falei que o cap. 11 se compõe de duas grandes partes em que Paulo fala do seu ministério, com um intervalo no meio (11.12-15), quando concentra no ataque contra os seus acusadores. Vimos a 1ª. parte (v.1-11) e hoje veremos o ataque (v.12-15)

 

Depois do v.2 Paulo começa a aumentar a intensidade nas palavras. Seu tom fica mais duro, sua sinceridade mais aguda.

Depois do v.4, a temperatura da indignação de Paulo aumenta mais e começa a ferver.

A linguagem fica mais explícita, inclusive com ironia pesada.

 

Antes de iniciar o ataque direto, Paulo deixa claro que seu antagonismo àqueles homens:

v.12

Difícil saber exatamente o que Paulo quer dizer aqui.

Mais provável:

“Meu costume de não aceitar remuneração pelo meu serviço impede os meus acusadores de se igualarem a mim. E assim continuarei fazendo, pois não quero mesmo nenhum tipo de comparação entre eles”.

Seja como for, Paulo revela estar em guerra declarada contra os opositores.

 

Qualquer crente pode se ver em situações em que terá de defender arduamente o Evangelho - numa mesa de trabalho, num bate-papo com amigos, na faculdade.

Nessas ocasiões, mesmo o mais pacífico dos crentes pode ser convocado para a luta.

E se quiser ser fiel a Cristo, terá de se armar e partir para a batalha.

 

Duas observações:

a. O que gosta de briga, não abuse, a ponto de viver lutando contra tudo e contra todos.

b. Respeito mútuo: o muito pacífico não critique o mais lutador e nem vice-versa.

Isso é pessoal. Cada um vai se entender com o Senhor dos Exércitos, que o convocou.

Mas permaneça sempre atento para se e quando você for convocado!

 

Voltando, agora Paulo parte para o ataque frontal e direto:

v.13

Porque os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, transformando-se em apóstolos de Cristo

Três acusações:

a. falsos apóstolos: ψευδαποστολος pseudapostolos: falso apóstolo

b. (obreiros) fraudulentos: δολιος dolios: de δολος dolos: astúcia, engano, fraude,malícia

c. transformando-se em apóstolos de Cristo

transformar: μετασχηματιζω metaschematizo: μετα meta (depois, atrás) + σχημα schema (forma ou aparência) = mudar a figura de, transformar (não na essência).

 

Observe que essa transformação que os fazem parecer apóstolos de Cristo é proposital, pois vem de homens fraudulentos, maliciosos.

Não é que estivessem iludidos, enganando a si mesmos. Enganavam era aos outros!

E como a Bíblia fala desses lobos vestidos de cordeiro! E alerta, previne, avisa!

Repito o que falei na pregação passada: muito cuidado com falsos mestres!

 

v.14

E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz

Agora ele fala do chefe supremo, do malfeitor-mor, do comandante do mal:

Satanás: palavra aramaica: adversário, que se opõe.

Trata-se do príncipe do mal, o grande adversário de Deus, chefe dos demônios, que são anjos decaídos.

 

... se transforma em anjo de luz

... luz: figura para salvação, libertação, verdade, tudo o que vem de Deus.

Ao se transformar em anjo de luz, Satanás quer se passar por um enviado de Deus, tratando dos interesses de Deus.

O trágico é que de fato Satanás ERA um anjo de luz: Is 14.12-15; Ez 28.11-17

Mas se rebelou, caiu, tornou-se anjo das trevas (mentira, engano, morte):

At 26.18; Ef 6.12; Cl 1.13; 2Co 4.4

Quando ele se transforma em anjo de luz, sabe bem como agir, pois já foi um.

 

Quantas pessoas dizem que tiveram uma visão, que um anjo falou com eles, que o próprio Jesus apareceu a eles, mas dizendo e afirmando coisas não apoiadas pela Bíblia.

Claro que a Bíblia fala de muitas visões verdadeiras.

E não posso afirmar ser impossível hoje.

Mas se for o caso, será altamente excepcional, não como meio comum de revelação hoje.

O problema é que muitos usam os exemplos bíblicos passados e garantem ter visto também visões vindas de Deus.

Isso é altamente questionável e, sem dúvida, na grande maioria das vezes essas pessoas estão sendo iludidas pelo “anjo de luz transformado”.

 

No v. 13 Paulo acusou os opositores de falsos, fraudulentos e de se transformarem em apóstolos de Cristo.

Agora acusa o próprio Satanás de se transformar em anjo de luz.

Até aqui, qualquer relação dos falsos apóstolos com Satanás era implícita, indireta.

 

Agora o que é implícito se torna explícito:

v. 15

Não é muito... os seus próprios ministros se transformem em ministros de justiça

... ministros (διακονος diáconos = servo)

Agora Paulo chega ao pico, ao máximo da sua acusação: esses homens que estão aí se opondo a mim e se fazendo passar por apóstolos de Cristo, são ministros de Satanás!

Que afirmação, que ousadia!

 

Nem parece o Paulo cuidadoso com as palavras, fino, paciente, amoroso, largo.

Mas é o mesmo Paulo, sim, e isso não é incoerência.

Há tempo para tudo, inclusive tempo de guerra e tempo de paz (Ec 3.8).

Há tempo para ser meigo e largo e tempo para ser duro e inflexível.

Lembram de Jesus no Templo com chicote?

 

É ótimo ser meigo, largo. Mas isso não lhe dispensa de ser duro, quando necessário.

Não confunda “’ser brando, pacífico e conciliador”, com “ser acomodado, acovardado, pronto para seguir o caminho mais fácil do comprometimento”.

 

E como saber a hora de ser de um jeito e ser de outro? Pedir sabedoria a Deus.

 

Voltando:

... se transformem em ministros de justiça

Como se dissesse: “Não se iludam com as virtudes que vocês veem neles, fazendo-os parecidos com obreiros da justiça. Essas virtudes são falsas, pois eles estão transformados, fantasiados de apóstolos de Cristo”.

 

Irmão, não seja ingênuo: Há o falso mestre calmo, querendo passar por amoroso. Há o esfogueado, querendo passar por zeloso. Há o professoral e formal, querendo passar por profundo. Há de todo jeito, para todo gosto.

Mas todos são servos de Satanás, transformados em ministros de justiça.

 

- Mas como saberei distinguir, já que são tão peritos na arte de se transformar?

Três coisas para você conferir neles: 1. Doutrina. 2. Doutrina. 3. Doutrina

(Com doutrina, digo ensino de pontos fundamentais do cristianismo).

 

... e o fim deles será conforme as suas obras

Paulo encerra o ataque com um tom condenatório e profético: eles terão um fim.

Não um final de existência, mas de atividade.

E esse fim será conforme as suas obras, ou seja, conforme o engano, a fraude, a inimizade contra Deus que praticaram.

 

Essa afirmação de Paulo deve ter encontrado 3 reações na igreja de Corinto:

1. Nos crentes fiéis a Cristo: tranquilidade, segurança que Deus faria a Sua justiça no final.

2. Nos crentes duvidosos: o que ocorria não era apenas uma briga entre líderes, mas algo muito mais sério e que exigia uma definição de cada um na igreja.

3. Nos crentes contra o ministério de Paulo: alerta seríssima: Você sabe o que acontecerá com um ministro de Satanás. Você quer ser enganado por um deles? Aliás, será que você já é um deles?

 

Irmão: saiba identificar e fuja, corra de falsos mestres. Eles só lhe trarão prejuízo.

Não dê a eles o luxo de um segundo dos seus olhos, seus ouvidos, sua mente, sua alma.

 

Amigo: liberte-se das algemas de Satanás, que emite uma luz falsa, ilusória. Vá a Cristo. Esse sim, é a Luz do mundo!

 

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b