PREGAÇÃO

Jesus: compaixão também pelos ricos (Série AGINDO COMO JESUS 12 de 38)

Lc 19.1-10 Mt 19.16-22      30 minutos      06/11/2016         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Jesus: compaixão também pelos ricos (Série AGINDO COMO JESUS 12 de 38)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior
Na nossa série AGINDO COMO JESUS, a ênfase não é nos ensinos e doutrinas, mas na atitude, no comportamento dEle, para imitá-Lo em situação semelhante.

O título de hoje é: De olho também nos ricos.

Uma das principais características do ministério de Jesus é que Ele dava atenção aos pobres, marginais, desamparados, doentes.

Mas quem tem apenas essa imagem, não está fazendo justiça ao todo.

Ele também dava atenção a pessoas importantes, ricas e saudáveis.

Hoje veremos dois casos em que Ele teve contato com homens ricos e como tratou com eles.

 

Os homens são Zaqueu e o jovem rico

1) Os dois homens demonstraram interesse em ter contato com Jesus. O rico foi direto; Zaqueu ficou mais ao longe - talvez sem querer muito compromisso.

Em ambos os casos Jesus foi muito sensível ao interesse deles e abriu-se totalmente ao diálogo.

E no caso de Zaqueu, Jesus tomou mesmo a inciativa do contato.

 

a)     Não se concentre apenas em pregar para as pessoas mais pobres e humildes do que você, mas também para o mais rico.
Afinal, rico também é pecador (aliás, geralmente mais que os outros - Mateus 19.24 “E ainda vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus”).
Essa verdade, em vez de lhe desanimar a pregar para o rico, deve mostrar o quanto ele precisa de Cristo.
Certo que não é fácil evangelizar rico: é difícil diálogo com alguém financeiramente muito acima de você. Mas Jesus fez isso: os dois homens eram muito mais ricos que Ele.

 

b)     Não adianta falar o Evangelho a quem não tem interessa em ouvir - seja pobre ou rico.
Ou seja, não é porque você um dia se encontra na frente de um rico, que ele vai ter de lhe ouvir todo o plano de salvação tipo é agora ou nunca. Não faça isso. Fique atento e pedindo a Deus para abrir oportunidades.

c)      Quando souber que algum rico que você conhece está dando sinais de sensibilidade para as coisas de Deus, não perca tempo: procure contato com ele.

 

2) Jesus de maneira  muito elegante, chamou Zaqueu de perdido (versículos 9-10).

 

Um grande problema quando estamos perto de pessoas mais ricas ou importantes, é que temos a tendência infeliz de agradá-los, dizer coisas interessantes, etc.

Mas quando se trata de falar do Evangelho, embora escolhendo palavras, devemos ser francos e dizer o que a Palavra de Deus ensina.

 

3) Jesus identificou claramente o ponto fraco do jovem rico, disse isso para ele, e ainda apontou o caminho que ele deveria seguir.

 

Geralmente o ponto fraco do rico é amor ao dinheiro. Diga isso para ele. Mas ele pode ter também outros pontos que claramente o atrapalham de vir a Cristo: arrogância, auto-suficiência, falta de tempo para examinar questões espirituais, etc.

 

4) Dois  homens, dois resultados diferentes.

Zaqueu se converteu; o jovem rico continuou perdido.

Não se preocupe com os resultados da sua pregação. Se a pregação do próprio Jesus foi rejeitada por muitos, você vai esperar que a sua não seja? Sua missão é pregar. O efeito é com o Espírito Santo.

 

Que Deus nos abençoe.

 

- Amém -

Mauro Clark, 68 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b