PREGAÇÃO
 

Série Apocalipse - 60 – O Milênio - 2a parte

Mauro Clark |  04/08/2019
64 minutos

headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Série Apocalipse - 60 – O Milênio - 2a parte
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

 

Na pregação passada falei que a única revelação em Apocalipse de algo ocorrendo durante o Milênio é que crentes serão sacerdotes de Deus e reinarão com Cristo. 

E que, além disso, Ap 20.6 trata do início do Milênio e o v. 7, do final.

Por isso, entre os dois versículos, pregaria algumas mensagens sobre o Milênio, com base em outras passagens da Bíblia.

Terminei dizendo que gostaria de responder quatro perguntas:

 

1. QUAL A FORMA DE GOVERNO DA NACAO QUE DEUS PROMETEU A ABRAÃO?

No início, Deus tentou adotar uma Teocracia, em que Ele próprio governaria (período dos Juízes) , mesmo sabendo que não funcionaria com um povo pecador.

Sendo assim, previu que os próprios judeus pediriam um rei e mandou Moisés incluir na própria Lei várias diretrizes sobre o assunto: Dt 17.14-20.

De fato, 350 anos depois de Moisés ocorreu exatamente assim, no tempo de Samuel,. (1Sm 8.4-7, 19, 20).

Deus escolheu Saul, mas mesmo durante o seu reinado, elegeu Davi para substituí-lo.

Foi quando algo espetacular aconteceu: Deus promete a ele (por extensão, a Israel e ao mundo) um descendente misterioso, poderosíssimo, que seria rei eterno: 2Sm 7.1-17

Sendo assim, à casa de Davi estava assegurado o reino enquanto Israel existisse.

Como é comum na Palavra de Deus, a mensagem a Davi é misteriosa, e mescla elementos próximos e distantes, temporários e eternos.

Como é comum na Palavra de Deus, a mensagem a Davi é misteriosa, e mescla elementos próximos e distantes, temporários e eternos.

No caso, dois descendentes de Davi se confundem no texto de 2Sm 7: Salomão e o Descendente eterno, que seria o Messias, Ungido, o grande Rei esperado.

Daí em diante, várias passagens da Bíblia mesclam referências a Davi e ao seu descendente eterno, o grande Rei. Ex: Sl 89.3-4, 20,26-29

O próprio Davi passou a exaltar esse Descendente real: Sl 110.

Outros salmistas: Sl 2; 45.1-6; Sl 89.3-4; Sl 132.13-17

O próprio Salomão, misturou referências a ele próprio e ao grande Rei: Sl 72.5,7-11,17.

Muitos profetas falaram desse Rei:

Isaías: Is 9.1-6 (o rei será humano e divino!); 11.1-5

Jeremias: Jr 23.5-6; 33.14-21

Ezequiel: Ez 37.25; 34.23-24

Daniel: Dn 2.44

Amós: Am 9.11

Zacarias: Zc 6.12-13; 9.9; 14.9,16-17 (Um rei, montado num jumentinho?)

 

A 1ª. pergunta está respondida: a forma desse governo seria um reino, culminando e se concentrando em um Rei poderoso e eterno.

 

Continuaremos na próxima semana com a pergunta:

2. QUEM SERÁ ESSE REI EM ISRAEL?

 

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 65 anos, foi diácono, pregador e conferencista, até ser consagrado pastor em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2019
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2019 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b