PREGAÇÃO

Banquete espiritual no deserto

Sl 63.1-8      48 minutos      24/05/2020         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Banquete espiritual no deserto
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

Davi, quando se refugiou no deserto (talvez fugindo de Saul ou Absalão: 2Sm 15.23,28)

 

v.1: É comum imaginarmos a cena no deserto de alguém ansiosamente buscando água.

A passagem é poética: o deserto inspirou Davi a buscar a Deus com muita sede.

TODO O SER de Davi deseja a Deus: corpo e alma.

 

O que você definiria como seu “deserto”? Falta de dinheiro? Solidão? Dores?

Você pensaria em dizer que o seu pior “deserto” é quando tem sede de Deus?

 

v.2-3: No deserto, Davi sente saudade da sua adoração no santuário, quando almejava ver a Deus com toda a Sua glória.

Porém, mais do que a glória, o que mais tocava Davi era a GRAÇA de Deus.

Graça: checed: bondade, amor, benignidade, fidelidade

A adoração tinha um aspecto prático para Davi: era ali que ele compreendia a graça de Deus, achando-a melhor que a própria vida.

 

* Se nossa adoração ou orações não tem efeito prático em nós, algo está errado!

* Se saímos de um culto tal qual entramos, para que serve?

* Se vamos orar e saímos do mesmo modo, para que orar?

 

v.4Cumpre-me bendizer-te

Você se sente como que OBRIGADO a bendizer a Deus? Davi sentia-se assim.

Você deve conhecer a agradável sensação de que algo lhe “puxa” nesse sentido!

Mas não se contente com situações esporádicas.

Acostume-se a falar bem de Deus SEMPRE, CONTINUAMENTE, como Davi: enquanto eu viver.

 

levanto as mãos: mãos para cima, vazias, indicando que nada tem a oferecer.

 

v.5-6: Novamente o físico e o espiritual lado a lado: alma em banquete, lábios em louvor

 

Mas, ONDE? No culto (tabernáculo?) NA CAMA!

Davi aqui se referia à adoração íntima que prestava a Deus.

 

Você tem reservado tempo a sós com Deus, dando à sua alma o privilégio de se banquetear enquanto ora e medita em Deus?

 

v.7-8: Davi justifica tanta vibração com Deus: é que Deus era o seu auxílio e amparo.

Novamente a veia poética:

à sombra das tuas asas eu canto jubiloso: nem parece fugindo, em pleno deserto!

Sombra boa para Davi não era a de uma árvore frondosa, mas a das asas de Deus!

 

a minha alma apega-se a ti (apegar: hebr.: grudar, colar)

Que pena que a nossa alma gruda tanto nas coisas desta vida.

Vamos apegar nossa alma a Deus!

Que Ele nos abençoe. Amém


Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b