PREGAÇÃO

Qual deus você quer adorar? Eu já decidi! 1a parte

Js 24.14-28      59 minutos      23/06/2013         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Qual deus você quer adorar? Eu já decidi! 1a parte
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior


14 Agora, pois, temei ao SENHOR e servi-o com integridade e com fidelidade; deitai fora os deuses aos quais serviram vossos pais dalém do Eufrates e no Egito e servi ao SENHOR. 15 Porém, se vos parece mal servir ao SENHOR, escolhei, hoje, a quem sirvais: se aos deuses a quem serviram vossos pais que estavam dalém do Eufrates ou aos deuses dos amorreus em cuja terra habitais. Eu e a minha casa serviremos ao SENHOR. 16 Então, respondeu o povo e disse: Longe de nós o abandonarmos o SENHOR para servirmos a outros deuses; 17 porque o SENHOR é o nosso Deus; ele é quem nos fez subir, a nós e a nossos pais, da terra do Egito, da casa da servidão, quem fez estes grandes sinais aos nossos olhos e nos guardou por todo o caminho em que andamos e entre todos os povos pelo meio dos quais passamos. 18 O SENHOR expulsou de diante de nós todas estas gentes, até o amorreu, morador da terra; portanto, nós também serviremos ao SENHOR, pois ele é o nosso Deus. 19 Então, Josué disse ao povo: Não podereis servir ao SENHOR, porquanto é Deus santo, Deus zeloso, que não perdoará a vossa transgressão nem os vossos pecados. 20 Se deixardes o SENHOR e servirdes a deuses estranhos, então, se voltará, e vos fará mal, e vos consumirá, depois de vos ter feito bem. 21 Então, disse o povo a Josué: Não; antes, serviremos ao SENHOR. 22 Josué disse ao povo: Sois testemunhas contra vós mesmos de que escolhestes o SENHOR para o servir. E disseram: Nós o somos. 23 Agora, pois, deitai fora os deuses estranhos que há no meio de vós e inclinai o coração ao SENHOR, Deus de Israel. 24 Disse o povo a Josué: Ao SENHOR, nosso Deus, serviremos e obedeceremos à sua voz. 25 Assim, naquele dia, fez Josué aliança com o povo e lha pôs por estatuto e direito em Siquém.  26 Josué escreveu estas palavras no Livro da Lei de Deus; tomou uma grande pedra e a erigiu ali debaixo do carvalho que estava em lugar santo do SENHOR. 27 Disse Josué a todo o povo: Eis que esta pedra nos será testemunha, pois ouviu todas as palavras que o SENHOR nos tem dito; portanto, será testemunha contra vós outros para que não mintais a vosso Deus. 28 Então, Josué despediu o povo, cada um para a sua herança.
############

Último discurso de Josué (talvez perto da morte).

v.1-13

Recapitulação do que Deus havia fazendo a Israel

Palavras do próprio Senhor, via Josué.

Resumo da história de lsrael e do que Deus tinha feito.

 

v.14: Apelo de Josué

Agora as palavras são de Josué.

Agora pois... = considerando isto, com base nos fatos...

E faz apelo TRIPLO:

a. temei ao Senhor

b. servi-O com integridade e fidelidade

Mas Josué estava falando para um povo que estava praticando a idolatria.

E para servirem a Deus, tinham antes de fazer uma coisa:

c. ... deitai fora os deuses pagãos

A adoração ao Deus de Israel não poderia ser apenas acrescentada à de outro deus.

Jeová não poderia ser apenas “mais um”.

 

Esta seqüência do discurso de Josué traz lições de evangelismo.

Primeiro, fatos históricos; depois, apelo.

Muitos crentes na ânsia de evangelizar, esquecem de dizer o que Jesus Cristo

fez e vão direto ao apelo.

Desse modo o Evangelho fica parecendo sem sentido, ilógico, fanatismo.

É importante falar dos fatos da Queda, do estado da humanidade, do propósito da vinda de Cristo.

E então vem o APELO: entreguem-se a Jesus e deixem a velha vida para trás.

(Parece muito simples, mas há muitos “cristãos” que só fazem a primeira parte).

 

v. 15: Josué usa a si mesmo como referência.

A pregação do Evangelho é muito mais eficaz quando vem acompanhada de casos concretos, que sirvam de referência.

 

Mandou escolher entre deuses apenas para chocar e mostrar a responsabilidade deles.

Seria algo consciente. Aceitar qualquer outro deus seria REJEIÇÃO ao Deus de Israel.

Como forte CONTRASTE, ele diz a famosa frase:

Eu e minha casa serviremos ao senhor

 

Vocês, líderes, observem em Josué:

I) Parte na frente, dando exemplo. Líder não é para ir ao lado, mas à frente dos liderados.

II) Ousadia e firmeza: sua decisão era estritamente PESSOAL, não dependia de outros.

 

Quero enfatizar DOIS GRANDES pontos que Josué destacou:

 

1. A importância do SERVIÇO a Deus

2. A importância da união da família nas coisas de Deus

--------------------

1. A importância do SERVIÇO a Deus.

Serviremos: Josué fala como servo .

O idólatra faz a imagem como quer e usa o seu deus como servo.

Mas com Deus é o contrário: Ele nos fez e temos que adorá-Lo servindo.

 

Para o crente, sempre é um desafio INTENSIFICAR o serviço a Deus.

Somos operários de Deus: 2Tm 2.15: obreiro: gr. εργατης ergates: trabalhador, obreiro

Sempre haverá algo a ser feito: 1Co 15.58: obra: gr. εργον ergon: trabalho

 

As virtudes básicas do crente (amor, obediência, zelo, temor) não existem sozinhas: produzem no crente vontade irresistível de SERVIR.

 

Jesus sabia que tinha um trabalho específico para fazer aqui: Jo 4.34; 9.4; 17.4; 19.30

Paulo também: At 20.24

Até no céu seremos chamados de SERVOS: Ap 7.13-15

 

Quanto às virtudes, elas garantem a EXCELÊNCIA que terá o nosso serviço:

* servir com AMOR, não por obrigação

* servir com GRATIDÃO, não de maneira mecânica

* em OBEDIÊNCIA, não fazendo a nosso modo

* com ZELO, como Jesus: “o zelo da tua casa me consome

* com TEMOR: não como Nadabe e Abiu... que serviram fogo estranho. Mas sabendo que virá disciplina e correção.

Pensando bem: o que adianta termos amor, desejarmos obediência, mas INERTES?

Todas essas virtudes devem estar juntas, em PLENA ATIVIDADE, de modo DINÂMICO.

O serviço a Deus nos tira do teórico e nos coloca na prática: “Serviço é o amor em roupa de trabalho”.

E é exatamente no serviço que o crente pode mostrar AMOR, OBEDIÊNCIA, etc.

 

Por isso essas virtudes são citadas juntas com a ordem de servir: Dt 10.12-13

Observe: “SERVI de todo o coração e toda alma”.

Já em Dt 6.5 falar “amarás de todo...”.

É como se fosse: “Servi de todo o coração e toda a alma MOSTRANDO assim que ama de todo coração, toda alma e todo entendimento.”

 

Em vez de enumerar maneiras diferentes de servir a Deus, prefiro que cada um medite em seu caso e tire suas conclusões.

E nunca esqueça:

* A TODO SERVIÇO, ANTES de realizado, corresponde uma necessidade.

Qual necessidade você suprirá?

 

* A TODO SERVIÇO, DURANTE a realização, corresponde um esforço, cansaço, energia.

Dependa de Deus para essa energia: 1Pe 4.11 

 

* A TODO SERVIÇO, DEPOIS de realizado, corresponde sensação maravilhosa de dever cumprido.

Tenha como alvo ter a mesma sensação de Paulo no final da vida: 2Tm 4.7

 

Deixemos para a próxima pregação o 2º. ponto: A importância da união da família nas coisas de Deus.

 

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b