PREGAÇÃO

Triste história de um inimigo de Deus - 1/2

1Rs 21      52 minutos      03/04/2016         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Triste história de um inimigo de Deus - 1/2
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior


TRISTE HISTÓRIA DE UM INIMIGO DE DEUS - 1/2

1Re 21

 

Época: aprox.. 800 aC.

Acabe: pior rei de Israel (Norte). Idólatra, hostil a Deus e seus profetas.

 

v. 1-3

Acabe propõe negócio ao vizinho, Nabote. Até aqui, negócio lícito. Acabe era empreendedor. Devia ser terra muito bonita e aprazível.

Nabote recusa, com expressão forte, falando inclusive o nome de Jeová (nome sagrado de Deus).

À primeira vista pode parecer apego ou saudosismo à terra dos ancestrais, ou birra.

Porém é possível que houvesse algo mais sério: a lei de Deus, que proibia vender terras herdadas: Lev. 25:23–28; Num. 36:7

Tudo indica que Nabote era homem crente, fiel a Deus. Josefo (historiador judeu) diz que Nabote era de família proeminente de Jezreel.

 

Importância do crente seguir a consciência nos negócios.

Numa transação não muito clara, se acha que fere algum princípio bíblico, não faça. Se está tranquilo, siga em frente.

 

v. 4-7

Reação interessante do rei, até um pouco infantil: aborrecido, deitou-se e virou o rosto. E nem queria comer, de desgosto.

Entra em cena uma personagem maligna, das piores da Bíblia: Jezabel.

Repreende o marido, como se dissesse “Isso é lá rei?” e assume a situação.

Garante a Acabe que vai resolver a situação.

 

eu te darei: arrogância.

Típico do arrogante: não admitir obstáculos ou frustrações. Tem que fazer o que deseja, custe o que custar.

De onde vêm as propinas, os subornos, senão de pessoas voluntariosas que querem fazer passando por cima de lei, da decência, de tudo?

 

Às vezes essa arrogância vêm não nos negócios, mas na área espiritual.

Pessoas que não admitem que as coisas sejam diferentes do que pensam. E todos os outros estão errados!

Outros enfrentam suas dificuldades ao próprio modo, recusam ajuda, não se humilham (talvez nem diante de Deus) e acham que tudo isso é sinal de estado espiritual forte.

 

v.8-16

Jezabel mandou que se fizesse um julgamento com anciãos da cidade, com acusações religiosas e civis, de que blasfemara contra Deus e contra o rei.

E assim foi feito. Nabote foi acusado, sentenciado e apedrejado até à morte.

E mais: os seus filhos: 2Re 9.26

Na realidade, foi tudo uma farsa: testemunhas falsas.

 

Duas obs.:

1. Quantas coisas acontecem na esfera oficial, que são puras montagens, farsas.

Servem apenas aos interesses egoistas e às vezes desonestos dos poderosos.

Não esqueça: o mundo é mal e justiça só teremos com Cristo, no milênio.

2. A rainha não teve o menor escrúpulo em usar o nome de Deus na farsa.
Existem pessoas tão ímpias, que manipulam o nome Deus, sem qualquer temor.
Tenha cuidado com a tendência de confiar nas pessoas ou achar que estão certas apenas porque falam com habilidade no nome de Deus.

 

Jezabel mandou Acabe se levantar e tomar posse da terra. E ele foi.

Duas observações:

1. Mesmo tendo o processo obviamente demorado alguns dias, Acabe ainda estava deprimido, deitado. Queria ardentemente a vinha de Nabote.

Ah, se os crentes desejassem as coisas de Deus na intensidade com que os homens desejam as coisas do mundo! Teríamos outras igrejas, outras vidas, outros testemunhos para Cristo.
Paulo preferia ser anátema, separado de Cristo, pelos judeus.
Você tem ansiado por qual tipo de coisa? Adoece quando não consegue que tipo de alvo?

2. A maneira como a vinha lhe chegara às mãos era detalhe para Acabe. Desde que aconteceu o que ele queria, tudo bem.
E assim é o sistema do mundo: egoista, ambicioso, passando por cima uns dos outros para conseguirem o que desejam.

Esse padrão não tem nada a ver conosco. Não deve nos interessar nada que obteremos em prejuizo de outro.

Continuaremos na próxima semana.

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b