PREGAÇÃO

Tu me negarás, Pedro! Eu, não! - 1a parte

Mt 26.31-35      55 minutos      31/03/2013         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Tu me negarás, Pedro! Eu, não! - 1a parte
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior


31 Então, Jesus lhes disse: Esta noite, todos vós vos escandalizareis comigo; porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho ficarão dispersas. 32 Mas, depois da minha ressurreição, irei adiante de vós para a Galiléia. 33 Disse-lhe Pedro: Ainda que venhas a ser um tropeço para todos, nunca o serás para mim. 34 Replicou-lhe Jesus: Em verdade te digo que, nesta mesma noite, antes que o galo cante, tu me negarás três vezes. 35 Disse-lhe Pedro: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de nenhum modo te negarei. E todos os discípulos disseram o mesmo.
###########

v.31-32

Cena: no cenáculo, após a Ceia, noite em que foi traído.

Jesus anuncia que uma profecia de Zacarias está para ser cumprida (Zc 13.7).

Ele, o pastor, seria ferido, isto é, morto, e as ovelhas se dispersariam.

O que é triste é que esse dispersar não seria forçado pelas autoridades, mas espontâneo, por puro medo e covarida.

escandalizar: grego σκανδαλιζω skandalizo: “colocar uma pedra de tropeço ou obstáculo no caminho, sobre o qual outro pode tropeçar e cair, metáf. ofender; fazer uma pessoa começar a desconfiar e abandonar alguém em quem deveria confiar e obedecer;

estar ofendido com alguém, i.e., ver no outro o que eu desaprovo e me impede de reconhecer sua autoridade...” - Strong

 

Os discípulos veriam em Jesus um líder esquisito, fraco, diferente do que imaginavam.

 

Cuidado em não se decepcionar com um Jesus que você imaginou!

 

Voltando:

Jesus não foi uma vítima pega de surpresa. Sabia tudo, e  mesmo assim foi em frente.

 

E ato contínuo profetiza novamente: após ser “ferido”, ou seja, morto, ressuscitaria e encontraria os apóstolos na Galiléia.

Ou seja, após a má notícia, a boa notícia!

 

Sempre tem sido assim na Bíblia: após a dura notícia de condenação e morte, a notícia de salvação.

* Após a queda de Adão e Eva, proto-Evangelho (Gn 3.15).

* Quantas vezes Deus fala do castigo de Israel e logo após a previsão de livramento.

* Aqui, imediatamente após falar da Sua morte, Jesus fala da ressurreição e da reunião que teria com os apóstolos. Conclusão: o abandono deles não seria definitivo.
Aí estava bom motivo para se alegrarem!

 

Não é agradável termos de lhe dize: “Você, sem Cristo, irá para o inferno”.

Mas temos a alegria de logo depois completar: “Mas Jesus morreu e ressuscitou para lhe salvar. Usufrua dessa salvação!” QUE boa notícia, hem!

 

v.33

Pedro sempre impulsivo e exagerado, se coloca acima dos outros em termos de amor e fidelidade a Cristo.

 

Por mais que tenha sido bem intencionado em expressar amor ao Mestre, cometeu TRES erros graves:

1. Contradisse frontalmente a Jesus
Nunca duvide ou questione ou resista ao que Deus diz.
Pode fazer tudo isso com homens, mas não com Deus.
E onde é que Deus nos diz as coisas hoje? Na Bíblia.
Mas isso não significa que deixe de estudar Bíblia a fundo, examinar, comparar.
 

2. Foi arrogante, fazendo-se superior aos colegas
Ninguém conhece o coração dos outros.
Como se sabe até que ponto o irmão está pronto a se dar por Jesus?

 

3. Superestimou a própria estabilidade espiritual
Achou que seu amor a Cristo era suficiente para resistir a qualquer tipo de situação.
Mas será que era mesmo? Veremos depois.

 

Lc 22.31-34 registra o mesmo diálogo, com alguns detalhes.

Neste ponto é provável que tenha ocorrido a seguinte parte:

 

v. 31

Revelação fantástica dos bastidores celestiais.

O próprio Satanás reclamando, pedindo permissão para provar duramente a Pedro, como se o fosse passar numa peneira.

Pedir a quem? Perante Deus, é claro. (Como na história de Jó).

 

Deus é a autoridade suprema de tudo o que existe.

Nada ocorre na Criação, visível e invisível sem a permissão dEle. Nem mesmo a tentação de alguém por Satanás.

 

Não é bom crente viver apavorado ou impressionado demais com o diabo.

Devemos evitá-lo e respeitar o poder dele, mas não nos apavorar.

Ele está totalmente sob o controle de Deus.

 

Resumindo o v. 31, é cm. se Jesus houvesse dito: “Pedro, cuidado com essa arrogância, as coisas não são bem assim. Se soubesses o que está ocorrendo nas regiões celestiais, tu não estarias assim tão tranquilo; tu estás sobre a mira do diabo.”

 

Boa oportunidade para lembrarmos que devemos ser muito cuidadosos com as coisas espirituais.

Vida cristã é uma guerra, não um passeio.

Precisamos ser prudentes. Cuidado com a leviandade, achando que tudo é muito fácil.

Você nem imagina o que pode estar ocorrendo na esfera invisível, a seu respeito!

 

Continuaremos no próximo domingo.

Que Deus nos abençoe com tantas lições.

E você, amigo, humilhe-se diante de Cristo e peça salvação.

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 68 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b