PREGAÇÃO

Babel: que confusão! (Série GÊNESIS 12 de 55)

Gn 11.1-9      34 minutos      31/01/2016         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Babel: que confusão! (Série GÊNESIS 12 de 55)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

Encontramos aqui a humanidade pós-Dilúvio. Um só grupo, com uma única língua, reunida em um só local.

Versículo 4

torre cujo topo chegue até o céu: provavelmente significa apenas muito alta.

É fácil observar 3 atitudes dos homens, todas negativas:

1) Sede de poder: ... edifiquemos para nós uma cidade...

                              ... tornemos célebre o nosso nome...

2) Desprezo a Deus: não vemos Deus em nenhum lugar nos planos deles.

3) Rebeldia a Deus: Ele mandou encher a Terra (veja Gênesis 1.28 e 9.1)

 

Versículos 5-6

Desceu o Senhor...: idéia de prestar especial atenção, examinar com detalhes, como se estivesse no local.

 

Não haverá restrição para tudo que intentam fazer: não há quem os segure mais.

Veja que naquela época o homem já era insaciável em busca de MAIS: mais poder, mais conhecimento, mais conforto, mais progresso, mais dinheiro.

Só não queriam saber de mais Deus! Ao contrário: quanto menos Deus melhor!

Os homens sempre pensaram: Deus é muito exigente, cheio de mandamentos e de critérios. Ele quer sempre estar no comando. Atrapalha os nossos planos.

 

E como os homens têm planos! Sempre pensando em fazer alguma coisa a mais.

E com aquele espírito arrogante, estavam indo diretamente para um ponto perigoso: uma vida totalmente sem rédeas, sem restrições.

E Deus olhando tudo. Ele já havia destruído toda a humanidade menos 8 pessoas, e não queria fazer  isso de novo.

 

Alguma providência Ele precisaria tomar. Uma intervenção com duplo propósito:

1) Castigar por todos os erros que estavam cometendo;

2) Usar de misericórdia com a raça humana, para preservá-la.

 

Versículos 7-9

E ELES resolveram descer e confundir a linguagem dos homens.

ELES, quem? A única explicação com respaldo bíblico é a doutrina da TRINDADE.

A Trindade no Velho Testamento não é explícita, mas implícita, em passagens como:

Gênesis 1.26; 3.22; Isaias 6.8 (Santo, Santo, Santo do versículo 3 sugere 3 Pessoas).

 

E Deus mostrou o Seu poder de forma muito curiosa e criativa.

Não desceu fogo do céu, não provocou guerra entre eles, não provocou doenças.

Simplesmente confundiu a linguagem! 

Como os caminhos de Deus são interessantes!

A conseqüência direta dessa intervenção divina foi a dispersão deles.

 

Dentro desse contexto, cai como uma luva o Salmo 33.10: O Senhor frustra os desígnios das nações e anula os intentos dos povos.

Eles queriam 3 coisas: uma cidade enorme, uma torre até o céu e um nome célebre.

Pois não tiveram nenhum dos três!

A cidade e a torre ficaram como estavam.

E em vez do nome célebre, ficam conhecidos como Babel, que significa CONFUSÃO.

 

Provérbios 10.24: Aquilo que teme o perverso, isso lhe sobrevém.

Eles temiam serem dispersos, e foi exatamente o que lhe aconteceu!

 

Cessou então a unidade perigosa da raça humana. Cada grupo de mesma língua foi para um determinado lugar.

É muito importante notar que as muitas línguas no mundo não são sinal de cultura sofisticada. Muito menos de uma evolução ao acaso.

Foram dadas diretamente por Deus, num certo ponto da história, num momento de repreensão à humanidade, e para servir de restrição, freio, rédea.

Humilhante, não?

 

Mas o fato é que o homem não gosta de rédeas. Muito menos quando vem de Deus.

E ainda hoje continua querendo crescer, dominar, ser único.

Só que de Babel em diante, havia muitos povos querendo a mesma coisa.

Resultado: GUERRAS! Centenas de milhões de morte daquele tempo até hoje, causadas pela vontade de crescer, de dominar.

 

E o fato é que, milhares de anos e milhões de mortes depois de Babel, o mundo ainda não se conforma com a dispersão imposta por Deus através da variedade de línguas.

A sede da humanidade em ser grande e poderosa continua.

A humanidade pecadora é um poço de contradição. Mesmo muitos odiando-se uns aos outros, ao mesmo tempo procuram um certo retorno à unidade perdida naquela época.

 

Alguns fatores apontam para a busca dessa unidade:

* Uma só língua: Inglês

* Empresas gigantescas comprando as menores

* A informática reduzindo distâncias e quebrando fronteiras

* A União Européia cada vez agregando mais países

* Planos de uniões comercias entre países (tipo Mercosul, Alca, etc).

 

Tudo isso seria ótimo, se tivesse Deus como centro. Mas é exatamente como nos tempos de Babel: Deus continua fora dos planos do homem.

E os caminhos claramente sendo abertos para a vinda do Anticristo, que será o Ditador mundial, controlado diretamente por Satanás.

Todo o mundo estará sob as ordens do Anticristo.

E a humanidade terá chegado ao ponto mais próximo do que era para ter sido em Babel: unida (pelo menos até certo ponto), arrogante, querendo grandes coisas, e sem Deus.

Só que desta vez a restrição, a rédea de Deus, em vez de línguas diferentes, será a morte mesmo. Causada pela terrível TRIBULAÇÃO.

E os que sobrarem, serão mortos pessoalmente por Jesus Cristo.

 

E depois? O Milênio.

Aí, sim, haverá unidade da raça humana.

Todos se entenderão, como se falassem uma só língua. Todos irão freqüentemente a um mesmo lugar: Israel.

A harmonia será tamanha, que um lobo habitará com um cordeiro!

Com uma diferença fundamental: TUDO ISSO EM TORNO DE CRISTO!

 

Ah, se os homens aprendessem e compreendessem que poderiam obter tudo o que desejam, se tão somente fossem obedientes e fiéis a Deus, através de Cristo.

Graças a Deus que nós, crentes, chegamos a essa condição, pela misericórdia de Cristo.

 

- Amém -

 

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b