PREGAÇÃO

Ira: que demore a chegar e se apresse em sair (Série ECLESIASTES 25)

Ec 7.8b-9      65 minutos      12/09/2021         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Ira: que demore a chegar e se apresse em sair (Série ECLESIASTES 25)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

v.8b: … melhor é o paciente do que o arrogante

NVA: a paciência é melhor do que a arrogância.

 

À primeira vista, pode parecer estranho contrastar paciência com arrogância: um não é exatamente o oposto do outro.

Mas o significado das palavras hebraicas e o v. 9 esclarecem bem:

paciente: hebr.: lit. comprido, longo. Fig: paciente, tardio em irar-se.

Sl 23.6: … habitarei na casa do Senhor para todo o sempre: lit.: por longos dias

Ex 34.6: tardio em irar-se: mesma palavra.

 

Agora veja o v. 9: Não se apresse a ficar irado...

Tudo indica que Salomão queria tocar na questão da IRA, nesses versículos.

O paciente demorar a se zangar, se irritar, ele é comprido no ânimo.

É como se a calma dele percorresse um longo caminho antes de se transformar em ira.

E isso evidentemente é muito bom.

 

Por outro lado:

arrogante: heb: arrogante, orgulhoso, altivo.

Já notou que o arrogante não tem margem para suportar contrariedades?

Experimente dizer uma coisa que ele não gosta: já lhe corta no meio da frase!

Em princípio, o arrogante acha um absurdo alguém ter o atrevimento de dizer alguma coisa contra ele, ou que irá aborrecê-lo.

A paciência dele é mínima, ou mesmo zero para suportar algo que lhe é contrário.

Ele não vê motivo algum para ficar mais tempo numa situação que não lhe é confortável.

 

Olhando então por esse ângulo, o contraste do v.8b é perfeito:

melhor o paciente (que demora a se irar), do que o altivo (que logo cospe fogo).

 

Então vem a exortação direta:

NVA: Não se apresse em ficar irado, porque a ira se abriga no íntimo dos tolos.

RA: Não te apresse em irar-te, porque a ira se abriga no íntimo dos insensatos

 

É interessante como em Eclesiastes e Provérbios, Salomão tenta desencorajar certos vícios ou maus costumes simplesmente dizendo que isso é típico dos tolos.

Pode parecer uma estratégia meio infantil, elementar, mas não é.

Ao contrário: é poderosa. (Se não fosse, o Espírito Santo não iria utilizá-la!)

Qualquer um com um mínimo de juízo não quer ser tolo, e nem ser considerado um deles.

Assim, conhecer características deles, nos ajuda a evitá-los.

 

Pois uma das características do tolo é a ira guardada, sob pressão, pronta para explodir.

- Quer ser tolo? - De jeito nenhum! - Pois não saia explodindo por aí, morrendo de raiva.

 

Para nossas explosões de irritação, sempre é fácil encontrar justificativa, como cansaço, stress, dores, contratempos, etc..

Pode até ser o caso, mas de uma coisa não escapamos e é constrangedor saber: explodir de raiva é coisa de tolo. E pior ainda é a própria pecaminosidade desse tipo de ira.

 

Quando Salomão diz “não se apresse em ficar irado”, dá a impressão que está quase autorizando ira não apressada, não explosiva. Seria isso mesmo?

Não chego ao ponto de dizer que ele está autorizando, mas no mínimo,  podemos dizer que não está proibindo!

De fato, não é todo tipo de ira que é proibida. 

Indo mais fundo: ira mesmo, na essência, não é e nem poderia ser pecado: afinal, é um atributo de Deus!

A ira de Deus é a reação do Criador, um Ser santo e soberano, a qualquer pensamento ou ato que fira os princípios dEle e desobedeça a Sua vontade, ou seja, ao pecado.

Nessa ponto a ira de Deus é um atributo peculiar, que só se manifesta como reação ao pecado.

Na Nova Jerusalém, por exemplo, Deus jamais expressará a Sua ira!

 

Mas, por enquanto, a ira (indignação) de Deus é despertada todo dia: Sl 7.11

Dt 6.14-15; Sl 78.21, 31, 38, 49, 50, 59.

 

Mas a ira dos homens é diferente, pois é misturada com pecado.

Voltando:

... porque a ira se abriga no íntimo dos tolos

Além de explodir em ira, o todo deixa a ira ficar roendo o coração!

Não sabe, ou não quer, se livrar dela. E o pecado se multiplica dentro daquela alma.

 

Paulo falou algo não igual, mas semelhante, que serve com excelente paralelo:

Ef 4.26:

Fiquem irados e não pequem. Não deixem que o sol se ponha sobre a sua ira
Aqui fica claro que é possível o crente se irar sem pecado.

E quando completa a frase “não deixem que o sol se ponha sobre a sua ira” indica uma qualidade da ira sem pecado: rápida, sem tempo para criar raizes de amargura.

* Salomão diz: não se apresse em ficar irado.

* Paulo diz: Quando ficar irado, não demore nesse estado.

Ou seja: ira é algo que devemos evitar o máximo que chegue e, quando chegar, fazer o máximo para ir embora logo: é muito perigoso ter ira e, pior, continuar irado.

Por que? Porque a ira é terreno fertilíssimo para todo tipo de pecado: ódio (falta de amor), desejo de vingança, julgamento do coração alheio, vontade de ser juiz.

 

Em suma:

Seja paciente, lento em se irar, largo em ouvir críticas - mesmo as não construtivas!

Não seja arrogante, se achando o tal, que não suporta ouvir o que não gosta.

E quando a ira chegar, que seja uma ira parecida com a de Deus: santa, cheia de justiça e que não exclui o amor. Que não seja uma ira nascida de uma explosão.

E, mesmo assim, que vá embora logo.

A melhor maneira de passar rápido é entregar a Cristo o assunto.

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b