PREGAÇÃO

Jesus reage à zombaria (Série AGINDO COMO JESUS 37 de 38)

Mc 5.35-43      29 minutos      01/12/2019         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Jesus reage à zombaria (Série AGINDO COMO JESUS 37 de 38)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

Na série AGINDO COMO JESUS, a ênfase de cada mensagem não é nos ensinos e doutrinas, mas na atitude e no comportamento dEle, visando imitá-Lo.

É muito desagradável receber agressão, mesmo verbal.

Dói muito ser acusado de algo injusto.

É constrangedor ter alguém lhe contradizendo o tempo todo.

Mas muito pior do que tudo isso, é ser alvo de zombaria.

Ser feito de bobo ou ser tomado como um desequilibrado ou um alienado é muito ruim.

 

É chocante imaginar Jesus cercado de gente, muitos rindo dele, talvez em alta voz.

O motivo é claro:  aos olhos deles, Jesus dissera uma grande tolice.

Imagine você com o poder de Jesus, a sabedoria, o conhecimento dEle, ser publicamente ridicularizado como um bobo dizendo asneira. Como você reagiria?

 

Observação importante:

A grande maioria dos intérpretes acha que a menina de fato estava morta, e que Jesus disse que não estava no sentido de que era provisório e logo estaria viva novamente.

Mas há quem pense (como eu) que Jesus disse literalmente o que ocorria: de fato ela não estava morta, mas dormia (obviamente um sono diferente, talvez coma ou catalepsia).

Nesse caso, não teria sido um caso de ressurreição, mas da retomada súbita de um coma ou catalepsia para uma situação normal. O que obviamente ainda era milagre!

 

Independente da interpretação, uma coisa é certa: Jesus foi publicamente ridicularizado.

Volto à pergunta: Como você reagiria? Vejamos como Ele reagiu.

 

3 observações:

1) Não fez nenhum comentário, não reclamou, não criticou.

É dificílimo manter-se calado quando se é alvo de injustiça ou gozação.

O mais provável é surgir dentro de você um vulcão querendo explodir – e se justificar.

 

2) Continuou inabalável em sua autoridade pessoal: mandou todos saírem da sala.

Existem pessoas que são ridicularizadas e de fato deram motivos.

Certamente esses perdem qualquer autoridade ou respeito.

Mas também há casos de alguém ser ridicularizado por falta de entendimento dos que ridicularizaram. Ou seja, eles é teriam motivos para serem ridicularizados!

Nesses casos, o que foi ridicularizado mantém a sua postura, autoridade.

É o caso de Jesus.

Pois se você tiver de ser ridicularizado, que seja, mas não por ter dado motivo e sim porque os outros não alcançaram o que você queria dizer.

Sendo assim, mantenha a compostura, e a sua autoridade moral.

 

3) Manteve o plano: mandou entrar os pais e os três apóstolos, e curou a menina.

Quando receber gozações em algo que você tem segurança, faça assim também: até onde for possível, não comente, não se irrite, não se abale.

Mantenha a sua postura e, se houver ambiente, faça o que tem de fazer.

Se tiver de falar de Cristo numa roda com alguns rindo, mas outros sérios, continue!

Se tiver de ajudar alguém e enfrentar gozações, não deixe de ajudar. Faça como Cristo!

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b