PREGAÇÃO

Meu Pastor é bom e misericordioso comigo (Série SALMO 23 12 de 13)

Sl 23.6      31 minutos      11/01/2015         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Meu Pastor é bom e misericordioso comigo (Série SALMO 23 12 de 13)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

Até aqui Davi havia falado de iniciativas e atitudes do Pastor com relação a ele.

Agora, na penúltima frase do salmo, ele se refere diretamente a dois atributos do Pastor: BONDADE e MISERICÓRDIA.BONDADE: Toda a Bíblia dá testemunho de que o Deus Criador é bom, ou seja, é benigno, só quer o bem das pessoas.

Ele nunca age com malícia, com crueldade.

Algumas passagens: Sl 36.5-10; Lc 18.18-19; Rm 2.4

 

MISERICÓRDIA: embora tenha muito em comum, é diferente de bondade.

Bondade é a disposição de querer o bem, de ser favorável.

Misericórdia é ter compaixão de quem está em situação desfavorável.

Pois além de bom, Deus é misericordioso: Sl 103.17; Lm 3.22-23; Tt 3.5

 

A bondade e a misericórdia de Deus são muito questionadas pelas pessoas em geral, e até mesmo crentes algumas vezes não compreendem bem.

Sem aprofundar: a bondade de Deus precisa ser exercida paralelamente a dois outros atributos: justiça e santidade.

Ele é santo, odeia o pecado e tem de lidar com uma raça submersa no pecado.

A aplicação da Sua justiça dentro desse contexto gera atitudes dEle muito difíceis (senão impossíveis) de serem totalmente compreendidas, especialmente quanto aos perdidos.

O que importa é que, quer compreendamos ou não, a Bíblia afirma que Deus é bom e misericordioso.

 Além do mais, qual crente não poderia levantar e testemunhar sobre a bondade e a misericórdia de Deus na própria vida?

 

Observe que Davi não disse simplesmente: “o Senhor é bom e misericordioso”.

Como poeta, usou o recurso de personificar a bondade e a misericórdia, dizendo que tanto uma como a outra o seguiria todos os dias da sua vida.

... seguir: verbo forte: lit. perseguir, correr atrás. 

 

Imaginamos Davi subindo um monte e a bondade atrás dele, perseguindo-o.

Entrando numa caverna, fugindo de Saul, e a misericórdia atrás dele.

Dormindo, e as duas ao lado.

Doente, e a bondade e a misericórdia ali, fazendo plantão.

Correndo pelos campos, em plena luta, e as duas atrás dele.

Em suma, não haveria a menor possibilidade de Davi ir para algum lugar sem que a bondade e a misericórdia o seguissem.

Ele estava tão convicto que disse ... CERTAMENTE me seguirão...

 

Claro que isso significa que o próprio Deus seguiria a Deus onde quer que fosse.

Era impossível para Davi fugir de Deus. O famoso salmo 139 fala disso: ler v.7-12

 

Mas a questão no Sl 23 não é apenas a capacidade de Deus em seguir Davi onde quer que fosse, mas o INTERESSE de Deus em Davi. 

Se Deus seguisse Davi para fazer mal, o que adiantaria?

Ou se Deus seguisse a Davi simplesmente por curiosidade para ver o que ele iria fazer, também isso em nada contribuiria para a vida de Davi.

Mas Deus seguiria a Davi para ser BOM e MISERICORDIOSO com ele.

Essa é a grande maravilha da revelação que Davi faz aqui no Salmo 23.

 

Mas até que ponto na vida Davi poderia contar com a bondade e a misericórdia de Deus?

 

...certamente me seguirão TODOS OS DIAS da minha vida.

Não haveria um só dia na vida de Davi em que ele não seria alvo da bondade de Deus.

 

Suponhamos argumento: Ah, mas Davi era um homem que andava perto de Deus. Aqui e acolá pecava um pouco, mas na maioria do tempo andava em grande comunhão com Deus. Por isso podia falar assim, garantindo que a bondade e a misericórdia de Deus o seguiriam para qualquer lugar.

Mas comigo não é assim. Sei, por experiência própria, que se eu pecar e me desviar, Deus vai me seguir, é certo, - mas não para ser bondoso ou misericordioso comigo, mas para me castigar.”

 

Essa colocação está certa ou errada? As duas coisas.

Certa porque Deus de fato castiga o filho que se desvia e está em pecado. Como fez, inclusive, com o próprio Davi.

Errada porque acha que Deus deixa de ser bom ou misericordioso quando castiga.

É contrário! Ao disciplinar, Deus está precisamente mostrando amor: Hb 12.5-11

 

O crente pode e deve, então, afirmar ousadamente como Davi: Todos os dias da minha vida eu posso contar com a bondade e a misericórdia de Deus.

 

O nosso Pastor, Jesus Cristo, disse que estaria conosco todos os dias conosco, até a consumação do século: Mt 28.20 (veja a mesma expressão de Davi: TODOS OS DIAS).

Agora, não sejamos infantis achando que a bondade de Cristo terá que vir em forma de boa situação financeira, saúde, paz, alegria.

Mesmo quando o crente estiver em paz com Deus essa bondade poderá vir em forma de dificuldades (não tirando a paz interior).

Mas em caso de disciplina, essa bondade poderá aparecer até mesmo sem paz e sem alegria por parte do crente.

O fato é que, como filhos de Deus, NUNCA estaremos abandonados por Cristo e nunca O encontraremos lutando contra nós. Não admira que Davi vibrasse tanto ao descobrir essas coisas.

 

Davi parte para a última frase do salmo. E escreve passagem belíssima e difícil.

... e habitarei na casa do Senhor para todo o sempre.

Veremos na próxima mensagem.

 

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b