PREGAÇÃO

O quarto mandamento - Sábado, que descanso! 1a. parte (Séries ÊXODO 54 e OS DEZ MANDAMENTOS 5 de 16)

Ex 20.8-11      35 minutos      25/08/2019         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close O quarto mandamento - Sábado, que descanso! 1a. parte (Séries ÊXODO 54 e OS DEZ MANDAMENTOS 5 de 16)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

Sábado: literalmente no Hebraico: descanso.

A primeira vez que apareceu na Bíblia o conceito do Sábado como dia obrigatório de descanso do povo judeu foi em Ex 16.23. (comentei recentemente, mas ler de novo).

 

Embora sem maiores explicações podemos aprender dali:

repouso... santo sábado: mesma palavra no hebraico: shabbat. Ou seja, o nome “sábado” é uma transliteração do hebraico “shabbat, que significa descanso, repouso.

Conforme alguns estudiosos, o nome também tem relação com o número sete, ou o ordinal “sétimo”, que foi o dia em que Deus descansou da criação do Universo.

Mas a ideia básica e aceita por todos é que sábado significa descanso.

Como se fosse: Amanhã é repouso, o santo repouso do Senhor.

... SANTO: separado, incontaminado.

O Sábado seria separado à parte pelos judeus, como Deus fizera consigo mesmo.

A guarda do Sábado seria formalizada quando Deus desse os 10 Mandamentos algumas semanas depois (guardar o Sábado é o quarto), como estamos vendo agora.

 

Voltando:

sábado... para o santificar: novamente a ideia de dia santo, separado, à parte.

sábado do Senhor: reforça a ideia de separado, consagrado a Deus.

A ordem é diretamente relacionada a Gn 2.1-3, que afirma que Deus descansou da criação. Certamente eles sabiam disso.

Como a Criacao obviamente tem a ver com todos os seres humanos, alguns acham que Deus instituiu o 7o. dia descanso logo no Éden para Adão e Eva e, portanto, para toda a humanidade.

Dois argumentos dessa tese: 1. “Lembra-te”, dá idéia que já conheciam.

2. O fato de que muitos povos pagãos descansavam no 7o. dia.

 

Outros acham que uma ordem divina para se guardar o sétimo dia veio apenas naquele momento, e somente para os judeus.

Quanto ao “lembra-te” estaria se referindo a algumas semanas antes, no deserto de Sim, conforme o capítulo 16, não porque eles já tinham a noção de guardar o Sábado no Egito.

Quanto ao costume dos pagãos, alegam que descansavam um dia por semana, mas não para oferecer a Deus, mas por pura superstição, pois achavam o 7o. dia ruim e azarado.

Reforço desse argumento é que, além de recordar a Criação, o descanso servia para lembrar aos judeus que foram escravos no Egito e Deus lhes deu descanso. Dt 5.15

 

Seja como for, vemos dois aspectos nesse mandamento:

1. Aspecto MORAL, que embora primariamente dirigido aos judeus, parece abranger toda a humanidade, pois todos fazem parte da Criacao, da qual Deus descansou no 7º. dia.

 

2. Aspecto CERIMONIAL, já que Deus estabeleceu um certo dia para cumprimento e toda uma série de observâncias na Lei de Moisés (que não veremos).

Nesse caso, refere-se apenas aos judeus, que tinham observar tudo rigorosamente.

Era tão sério a guarda do Sábado, que a pena para desobediência era a morte.

 

Continuaremos na próxima pregação, examinando Jesus e o sábado.

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b