PREGAÇÃO

Um ministério exemplar - 3a parte (Série 2 CORÍNTIOS 30 de 54)

2Co 6.10      50 minutos      05/04/2015         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Um ministério exemplar - 3a parte (Série 2 CORÍNTIOS 30 de 54)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

... pobres, mas enriquecendo a muitos

Aqui não é uma defesa à pobreza. A Bíblia jamais faz da pobreza uma virtude em si.

Aliás, a pobreza pode até ser consequência de preguiça, de irresponsabilidade, etc:

Pv 10.4; 13.4; 2Ts 3.10

 

Mas, se por um lado, a pobreza não é virtude em sim, por outro, também não é algo constrangedor, vergonhoso. Ao contrário, a pobreza:

* Tem dignidade: Tg 1.9

* É a classe mais escolhida por Deus para a salvação: 1Co 1.26-29; Lc 6.20

 

O fato é que Paulo se classifica de pobre e não mostra um pingo de desconforto com isso.

Ao contrário, de maneira muito ousada, diz que enriquece a muitos.

Mas, enriquecer como, se ele não tem nem para si próprio?

Ah, pastor, claro que esse “enriquecer” é espiritual.

Concordo, isso é óbvio.

 

Mas, por que só pensamos em riqueza espiritual em passagens assim, que obviamente se referem a esse tipo de riqueza?

Por que, quando se fala em “riqueza”, logo vem à mente bens materiais?

É uma pena que seja assim, riqueza material é muito inferior à riqueza espiritual.

Veja o que a Bíblia diz sobre riqueza material:

Tg 1.10-11; 2.6-7; 5.1-6; Dt 8.11-14; 1Tm 6.9-10; Mt 19.23-24

Não são palavras que recomendam.

 

Por outro lado, veja a nobreza que a Bíblia concede à riqueza espiritual:

Mt 6.19-21

2Co 4.7: Que tesouro? v.6: o conhecimento que temos de Deus, em Cristo.

Ef 3.16: fala da riqueza de Deus em glória, que nos reveste do poder do Espírito Santo

1Tm 6.18: riqueza espiritual é ter boas obras e ser generoso

Tg 2.5: ser rico é ter fé e, assim, se tornar herdeiro do reino de Cristo

Que contraste com o que foi dito sobre a riqueza material.

Aqui são palavras positivas, conceitos agradáveis, coisas valiosas, que nos dá “água na boca” para possuirmos.

 

Quando avaliar o seu patrimônio pessoal, pense em primeiro lugar no espiritual. Certamente é um patrimônio que não vai na Declaração do Imposto de Renda aqui da terra, mas com certeza está alistado na sua relação de bens celestial.

Acostume-se a associar a palavra “riqueza” a ESSE tipo de riqueza, não a outra!

 

Voltando: Lição: para ajudar espiritualmente alguém, você não depende de dinheiro.

Você pode até ENRIQUECER espiritualmente alguém à parte do seu dinheiro!

 

Aliás, pelo que vimos, quanto mais dinheiro, mais difícil enriquecer espiritualmente a outros, pois geralmente o rico está tão preocupado em proteger e ainda aumentar mais seu dinheiro, que dificilmente terá tempo, cabeça e coração para valorizar as coisas espirituais a ponto de transbordar e ainda enriquecer outros.

E arrisca terminar sendo o oposto de Paulo: “Rico mas empobrecendo a muitos”.

 

Seja como for e qualquer que sejam os seus recursos financeiros, você tem espiritualmente empobrecido ou enriquecido os outros? Ou nem um nem o outro?

 

E como, de forma prática, você pode enriquecer espiritualmente os seus irmãos?

* Enchendo-se da Palavra de Deus para transmitir a outros: Cl 3.16

Observe aqui duas maneiras de transmitir:

- Formalmente: Instruindo: διδασκω didasko: ensinar, ser professor

- Aconselhando: νουθετεω noutheteo: admoestar, advertir, exortar

Não é obrigado que o aconselhamento seja por um conselheiro profissional, em  conversas específicas.

Pode e DEVE ser também em conversas informais, por qualquer um (importantíssimo!): Pv 15.7; 16.21–24; Ef 4.29

 

* Com o comportamento: At 9.36; 1Tm 5.25; 1Pe 2.12 (“enriquecendo” os gentios)

 

Voltando, Paulo termina de modo belíssimo a lista das 28 características do seu serviço:

... nada tendo

Ainda menos do que pobre - que pelo menos tem alguma coisa!

A visão de Paulo aqui vai mais fundo do que apenas olhar para coisas materiais: ele não tem nenhum interesse em nada deste mundo.

Mesmo que tivesse apenas uma túnica, não faria a menor questão por aquela roupa.

Se perdesse, se rasgasse, se tomassem, tudo bem - Deus daria outra, se quisesse.

E se tivesse um guarda-roupa cheio de roupas, seria a mesma atitude: desprendimento.

 

... mas possuindo tudo

Parece uma tremenda contradição!

Mas quando fala que possui tudo, não é por direito próprio, mas por ser herdeiro de Deus, co-herdeiro com Cristo: Rm 8.17.

Tudo foi criado para Cristo: Rm 11.36; Cl 1.16

O herdeiro de um rico pode ser pessoalmente pobre, mas é potencialmente rico, pois se tornará rico um dia.

O crente pode não ter nada diretamente dEle, mas em Cristo, tem tudo:

1Co 3.21-23; Rm 8.32; 2Co 4.15

Pois esse é o tipo de riqueza que Paulo valorizava: ser dono de coisas intangíveis, algumas até mesmo fora da sua compreensão, mas coisas espetaculares, abençoadas, todas pertencentes a Cristo!

 

Está vendo a diferença entre ser crente e NÃO ser crente?

O NÃO CRENTE avalia o que conseguiu na vida, principalmente em termos materiais.

Quando muito, também avalia o seu conceito como cidadão, o que transmitiu para os filhos, etc - coisas boas, mas sempre na esfera deste mundo.

 

O CRENTE rompe essa barreira e penetra outra realidade - a das coisas espirituais.

É ali onde ele pensa o tempo todo. É ali onde ele vai investir. É ali onde agora está o seu tesouro. As coisas daqui perderam muito do seu valor. Ficaram secundárias.

 

Termino com duas perguntas:

1. Irmão, essa descrição tem a ver com a sua atual maneira de encarar a vida?

Você tem DE FATO se desapegado cada vez mais das coisas daqui e, ao mesmo tempo, sentindo-se dono de tudo em Cristo?

 

2. Amigo, arrependa-se, vá a Cristo e torne-se riquíssimo! Ele divide com você TUDO o que é dele!

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b