PREGAÇÃO

Arrebatamento, sim! (Série APRENDENDO COM O DILÚVIO 4 de 4)

Gn 6.11-7.24 Gn 8.20-21      30 minutos      27/12/2015         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Arrebatamento, sim! (Série APRENDENDO COM O DILÚVIO 4 de 4)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

Nestas pregações, estamos olhando o Dilúvio de maneira panorâmica, fazendo seis observações importantes. Vimos quatro:

1- Como vieram os animais

2- A Arca é um tipo (símbolo) da salvação - seis analogias.

3- Por causa de uma promessa do próprio Deus, a humanidade não poderia ter sido destruída 

4 – O Dilúvio foi violento e total (7.11-12, 17-20)

Hoje:

5 - Deus livra os Seus escolhidos do juízo da Sua ira

6 - A primeira atitude de Noé após sair da arca

5 - Deus livrou os Seus escolhidos do juízo da Sua ira

Quando a ira de Deus foi descarregada sobre a humanidade pecadora e condenada, Deus livrou os Seus.

Estava formado um princípio bíblico importante: quando Deus quer castigar com a Sua ira um determinado grupo, Ele livra os que não estão debaixo dessa condenação. 

Exemplos:

1. Nm 16.23-33

Os rebeldes Coré, Datã e Abirão foram tragados por um terremoto com a família, no meio das outras tendas, aos olhos de todos, que não sofreram nada. 

2. 1Sm 15.6: Antes do rei Saul destruir os amalequitas, por ordem de Deus, mandou os queneus saírem, para não serem atingidos. 

Esse princípio é fundamental para a compreensão do Arrebatamento.

Quando Cristo vier buscar a Sua Igreja nos ares, vai livrá-la do juízo da ira de Deus, que na Tribulação será descarregada sobre os habitantes incrédulos da Terra, que não aceitaram o Seu Filho. Ap 3.10



6 - A primeira atitude de Noé após sair da arca
*
Reclamou do estrago que Deus fizera?

* Lamentou com saudade dos parentes e amigos que morreram afogados?
Não. Ofereceu holocaustos agradáveis a Deus: 8.20-21a.

Existem os momentos de alguém chorar e lamentar diante de Deus.

Há registros bíblicos muito tocantes de pessoas que agiram assim.

E podemos fazer também.

Mas, convenhamos, temos mania de ir muito além disso.

Ultrapassamos facilmente os limites do lamento e entramos na terra proibida da reclamação pura e simples. E nos tornamos murmuradores contumazes.

Isso é reprovável e certamente irritante diante de Deus.

Em vez de reclamar de situação de que você não gosta, melhor é se concentrar em como louvar a Deus e agradá-Lo no meio daquela situação.

Qual foi a última vez que você fez algo a Deus que O levou a aspirar prazerosamente o seu esforço, o seu serviço, a sua atitude? Aprenda com Noé!

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b