PREGAÇÃO

Não abro!

Is 26.3-4      22 minutos      21/07/2013         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Não abro!
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior


3 Tu, SENHOR, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme; porque ele confia em ti. 4 Confiai no SENHOR perpetuamente, porque o SENHOR Deus é uma rocha eterna
############

Belo capítulo, em que Isaías mistura adoração pessoal com atributos de Deus e fala do reino de justiça que o Senhor implatará na Terra.

Como os v.3-4 falam de aspectos da Pessoa de Deus e de um apelo geral, podemos isolá-los do texto sem prejuízo do que significam.

v.3

Isaías fala de um certo BENEFÍCIO que Deus concede a um certo tipo de pessoa:

... aquele cujo propósito é firme

Mas o que é ter propósito firme? Saber o que quer. Ter alvos bem definidos e lutar por eles, contornar obstáculos que se interponham.

Do tipo que diz “Não abro!”

Mas alguém pode ter propósito firme, mas MAU! Aliás a maioria!

 O texto, porém, fala de alguém que, além de ter propósito firme, tem outra característica: ... confia em Deus: os propósitos são lastreados na confiança que tem em Deus.

São alvos, conduta, comportamento, tudo AFINADO com os padrões divinos.

E qual é o BENEFÍCIO que alguém assim recebe de Deus?

... conservará em perfeita paz (perfeita: hebr: ouro puro (vem de refinado).

Refere-se a uma paz muito especial, pura, dada diretamente por Deus.

Duas observações:

1. Manter um propósito firme baseado nas coisas do alto, não é fácil. É uma luta conservar os padrões divinos. Mesmo assim, no auge da luta, Deus nos dá paz: Sl 27.3


- “Mas, nas batalhas da vida, eu não tenho sentido tanta paz assim. Ao contrário”.

Cada caso é um caso, mas talvez:

a) Seus propósitos não estejam assim tão firmes quanto você pense.

b) Apesar de bem intencionado e propósitos firmes, você não esteja confiando em Deus.

 

2. Ao retribuir com paz ao que confia nEle, Deus mostra que se agrada com a confiança.

v.4

Interessante que Isaías acabara de falar em confiança no v.3, mas dirigindo-se a Deus.

Agora se dirige ao leitor e o desafia objetivamente a confiar em Deus (ou confiar mais).

Não de maneira provisória, mas perpertuamente, em qualquer circunstância.

 

E ainda diz porque:

... porque o Senhor Deus é uma rocha eterna

Como se dissesse: “Vocês fazem muito bem em confiar em Deus: primeiro, porque Ele é confiável como uma rocha; segundo, porque Ele gosta de ser confiado e, terceiro, porque Ele enche de paz a quem confia nEle e insiste em seguir pelos caminhos dEle.”

É o seu caso?

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b