PREGAÇÃO

Ouça-me, enquanto é tempo!

Pv 1.20-33      42 minutos      14/04/2013         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Ouça-me, enquanto é tempo!
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior


20 Grita na rua a Sabedoria,     nas praças, levanta a voz;    21 do alto dos muros clama,     à entrada das portas e nas cidades profere as suas palavras:    22 Até quando, ó néscios, amareis a necedade?     E vós, escarnecedores, desejareis o escárnio?     E vós, loucos, aborrecereis o conhecimento?    23 Atentai para a minha repreensão;     eis que derramarei copiosamente para vós outros o meu espírito     e vos farei saber as minhas palavras.    24 Mas, porque clamei, e vós recusastes;     porque estendi a mão, e não houve quem atendesse;    25 antes, rejeitastes todo o meu conselho     e não quisestes a minha repreensão;    26 também eu me rirei na vossa desventura,     e, em vindo o vosso terror, eu zombarei,    27 em vindo o vosso terror como a tempestade,     em vindo a vossa perdição como o redemoinho,     quando vos chegar o aperto e a angústia.    28 Então, me invocarão, mas eu não responderei;     procurar-me-ão, porém não me hão de achar.    29 Porquanto aborreceram o conhecimento     e não preferiram o temor do SENHOR;    30 não quiseram o meu conselho     e desprezaram toda a minha repreensão.    31 Portanto, comerão do fruto do seu procedimento     e dos seus próprios conselhos se fartarão.    32 Os néscios são mortos por seu desvio,     e aos loucos a sua impressão de bem-estar os leva à perdição.    33 Mas o que me der ouvidos habitará seguro,     tranqüilo e sem temor do mal.
##########

Sabedoria personificada: quase como se pudesse ser substituída por Deus.

Alguns citam Cristo mas é improvável que Salomão tivesse isso em mente.

 

Sabedoria aqui está no plural: ou refere-se à exelência da sabedoria divina ou porque Deus expôs sua sabedoria aos homens de diversas formas.

 

Através DE QUEM a sabedoria fala aos homens?

Da consciência, de pessoas (filósosfos, velhos, etc.) e principalmente de crentes (especialmente profetas bíblicos).

 

v.20-21

Cinco locais onde a sabedoria grita, levanta a voz, clama: rua, praças, alto dos muros, entrada das portas e no interior das cidades.

A idéia é clara: a sabedoria está em todo lugar, gritando alto e bom som.

 

v.22

A sabedoria reclama da TEIMOSIA dos homens em geral, aqui dividida em 3 classes:

1. Néscios (simples, ingênuo, que não aprofundam)

2. Escarnecedores - ridicularizam tudo

3. Loucos - insensatos

 

Em maior ou menor grau, todo homem natural se enquadra aqui.

E mesmo tendo sido salvos, ainda trazemos alguns traços dessas características.

 

v.23

A doutrina da eleição dá uma idéia muito rígida de que Deus busca e se propõe a ensinar apenas a alguns.

Aqui vemos a outra face da moeda: Deus se propõe a ensinar quem quer ouvir.

 

v.24-25

Quatro pares de expressões indicando APELO-RECUSA:

clamei... recusastes

estendi a minha mão... não houve quem atendesse

aconselhei... mas rejeitastes

repreendi... mas não quisestes ouvir

Novamente a idéia de Deus oferecendo e o homem recusando. São indesculpáveis.

 

v.26-28

Quando vier terror e sofrimento, a sabedoria se rirá: não sarcasmo de Deus, mas no sentido de dizer “Vocês merecem”.

 

Um dos maiores erros da humanidade é achar que Deus está sempre na prateleira e que podem pegá-Lo quando quiserem.

A própria insistência dos crentes em pregar gera isso neles.

 

Já ouvi não crente dizer: “Se Deus existir, vai quebrar meu galho”.

Mas uma passagem como esta mosta que há um limite. Um dia será tarde.

 

v.29-32:

Mais quatro indicações de teimosia e resistência:

* Aborreceram o conhecimento (se irritaram);

* Não preferiram o temor do Senhor: temor a outras coisas

* Não quiseram o meu conselho

* Desprezaram toda a minha repreensão

 

Resultados de tanta teimosia: vão ter o que quiseram.

Vejam a VEEMÊNCIA com que Deus afirma que os ímpios são totalmente responsáveis pela recusa insistente de Deus em ajudar, mostrar o rumo, salvar.

 

O castigo refere-se principalmente à vida eterna, quando será tarde.

Mesmo assim, para muita gente, ainda nesta vida, Deus corta a chance de arrependimento.

 

v.33:

Final: contraste com todos os anteriores:

o que me der ouvidos

Um só versículo contrabalança todos os treze anteriores!

Três coisas: habitará seguro, tranquilo, sem temor do mal.

Dá vontade de dizer: “Isso é que é vida!” E é mesmo!

 

Resumindo tudo o que dissemos numa só frase: DÊ OUVIDOS A DEUS!

 

Talvez você pense que ao se converter já cumpriu isso, pois já aceitou Cristo e crê nas Escrituras.

Em princípio, está certo. Mas não é tão simples assim.

O filosofia mundo é muito sagaz, sutil, misturada.

O crente deve se especializar em identificar se uma filosofia, um pensamento, uma idéia está ou não afinada com os padrões de Deus revelados na Bíblia.

Muito cuidado com novidades, com idéias que apelam somente à carne, com qualquer pensamento que não esteja totalmente afinado com a Sabedoria de Deus.

E, para isso, é preciso ficar perito em saber DISTINGUIR entre o que é e o que não é autêntica Sabedoria de Deus.

 

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b