PREGAÇÃO

Progresso sem Deus é atraso (Série GÊNESIS 6 de 55)

Gn 4.17-26      33 minutos      12/07/2015         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Progresso sem Deus é atraso (Série GÊNESIS 6 de 55)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

Após Caim e Abel, temos um registro precioso sobre os descendentes de Adão:

 

CAIM

edificou uma cidade (pequeno ajuntamento, provavelmente murado):

Com essa iniciativa, Caim mostrou no mínimo:

* desobediência direta a Deus, que o condenou a ser errante pela terra

* vaidade (colocou o nome do filho)

* independência de Deus

* medo de ser atacado

 

LAMEQUE

Neto do bisneto de Caim. Homem de péssimo caráter.

v.19: O primeiro caso de bigamia registrado na Bíblia.

O casamento já havia sido instituído por Deus, claramente MONOGÂMICO (2.24)

Somente isso já mostra que Lameque não andava com Deus.

v.23-24: Parece que Lameque dizia isso na forma de um cântico, como que se divertindo.

Isso não é de admirar, pois é fácil comprovar que o homem sem Cristo naturalmente mistura pecado com diversão ou diversão com pecado.

Lameque era um homem terrível: VINGATIVO, AGRESSIVO e ARROGANTE (ou achava que Deus iria protegê-lo ou os seus filhos iriam vingá-lo).

 

FILHOS DE LAMEQUE

v. 20-22

Registro muito interessante, que traça a ORIGEM de várias atividades básicas do homem:

- Jabal e descendentes: criador de gado (pecuária, agricultura, comércio)

- Jubal e descendentes: músico, dando início às artes abstratas

- Tubalcaim: artífice de todo instrumento cortante. Início da fabricação de armas,   
instrumentos domésticos, artes plásticas.

 

Nesse trecho, temos não um simples registro das atividades dos filhos de Lameque (como foi o caso de sabermos que Caim era lavrador e Abel pastor).

Aqui há algo mais forte: Toda profissão tem sua arte, um conhecimento adquirido ao longo dos séculos. Aqui vemos o início do desenvolvimento da arte de várias profissões.

 

SETE:

v.25: Novamente Eva demonstra fé em Deus.

Parece que ela entendeu que Deus não queria deixar o primeiro casal sem uma descendência fiel a Ele - o que foi alcançado através de Sete, o substituto do justo Abel.

 

Interessante: É a segunda vez que Eva nomeia um filho em função de algo que o Senhor havia feito com ela. A primeira vez foi em 4.1, ao nascer Caim.

Parece que ela gostava de creditar a Deus o que ocorria na sua vida.

 

 E VOCÊ, associa a Deus tudo o que ocorre no seu dia a dia? Tanto as grandes coisas, como as pequenas? Quem dava crédito a Deus em tudo, era Davi.

 

ENOS

v.26: daí se começou...

Do modo como o registro dos filhos de Lameque vai ALÉM de apenas dizer suas profissões, aqui também lemos sobre Enos MAIS do que o simples fato de que era crente.

Afinal, Abel já fazia sacrifícios aceitáveis a Deus. Eva creditou a Deus o novo filho, Sete.

Adão parece que também adorava a Deus.

O que houve de especial com Enos, tudo indica, é que instituiu uma MANEIRA FORMAL de invocar o nome de Deus. Talvez algo como um CULTO COLETIVO.

Aí estaria, então, o início da atividade organizada de ado­ração a Deus.

 

Dois comentários:

1) Do mesmo casal, vemos uma linhagem incrédula e mundana, e outra fiel a Deus.
E é exatamente dessa fiel que vemos Deus começando a traçar a linhagem legal e humana do Seu Filho, desde Adão: Adão, Sete, Enos, Noé, Sem, Abraão, Isaque, Jacó, Judá, Daví, José‚ (pai legal) e Maria (mãe humana).

 

2) Com relação ao desenvolvimento daquelas ramos profissionais (v. 20-22) - mesmo saudáveis em si mesmos - podemos dizer que ali vemos o início do que conhecemos como PROGRESSO - no sentido do desejo intenso e incontrolável do homem, quase obsessão, de avançar, descobrir, controlar, dominar - mas totalmente à parte de Deus, com um alvo meio vago, mas megalomaníaco, de fazer a humanidade crescer em conhecimento e poder.

É sintomático que a Bíblia enfatize esse PONTO INI­CIAL do progresso como partindo exatamente da LINHAGEM IN­CRÉDULA de Adão, iniciada com Caim e chegando até Lameque e seus filhos (embora não haja restrição moral aos três).

Isso não deve ter acontecido por acaso.

Minha sugestão pessoal é que o progresso é fortemente impulsionado por homens que:

* Não temem a Deus (os CIENTISTAS e seus financiadores, na sua maioria são ateus)

* Orgulhosos, que procuram ser cada vez mais independentes do Criador, cada vez mais poderosos (no mundo e até FORA, no espaço); as guerras são “fábricas de progresso”.

* Egoístas, que buscam cada vez mais conforto próprio

 

Não estou dizendo que o crente deve ser obscurantista, contra o progresso e nem insinuando que todo cientista é descrente.

Mas sugerindo, sim, que o progresso tem a MARCA REGISTRADA da incredulidade.

Ironicamente, as maiores vítimas do progresso são o próprio homem e a Natureza.

Tipicamente, os homens notam, se reúnem, traçam objetivos, mas continuam avançando para um evidente colapso moral, num longo e lento suicídio como raça.

O que parece ser progresso, termina sendo um atraso moral, espiritual.

 

Arrisco dizer que se o mundo fosse só de crentes, seríamos muito mais lentos no tal PROGRESSO, pois não teríamos essas ânsias que o mundo tem.

E as descobertas e avanços estariam sob o temor de Deus e vontade de agradá-Lo.

Creio que teríamos uma vida muito mais TRANQUILA.

 

Mas já que estamos no mundo e não podemos viver fora dele, saibamos utilizar as coisas da ciência, mas com sabedoria e submissão a Deus.

Não nos agarremos às comodidades do progresso como se não pudéssemos viver felizes sem elas. Essas coisas devem ser DETALHES em nossas vidas.

Nossa felicidade TEM QUE ESTAR TOTALMENTE NO SENHOR JESUS CRISTO, em saber que somos dEle e não deste mundo.

 

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b