PREGAÇÃO

Quer ficar rico? (Série 2 CORÍNTIOS 40 de 54)

2Co 9.8-15      54 minutos      12/07/2015

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Quer ficar rico? (Série 2 CORÍNTIOS 40 de 54)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior
Na última pregação, comentei que é Deus quem retribui a quem dá e essa retribuição é conforme a pessoa dá. Se pouco, Deus retribui pouco. Se dá muito, Deus retribui muito. Mas que ficasse claro: o retribuidor sempre é Deus.

Falei que a próxima pregação seria sobre a recompensa de Deus, respondendo à pergunta: Como é essa ceifa abundante, com que Deus retribui ao crente que semeia com abundância? Veremos hoje.

 

v.8-11a

Dois pontos

1. Além de ser o grande retribuidor de quem doa, Deus é também o único que detém nas mãos o poder de suprir tudo o que o doador precisa.

Veja a quantidade de verbos (seis) que Paulo usa para Deus, indicando a variedade de ações que Deus pode fazer ao que abre o bolso para ajudar o necessitado:

a. Deus pode FAZER-VOS ABUNDAR...

... fazer abundar: περισσευω perisseuo: exceder um número fixo previsto, ter em excesso, sobrar, transbordar

b. Aquele que DÁ... επιχορηγεω epichoregeo: fornecer, suprir uma necessidade

c. SUPRIRÁ... χορηγεω choregeo: χορος choros (coral, banda) + αγω ago: guiar, conduzir. Lit.: sustentar o coro às próprias custas; met.: suprir, fornecer abundantemente

d. AUMENTARÁ...

e. MULTIPLICARÁ...

f. ENRIQUECENDO-VOS...

 

É como se Paulo dissesse: “Irmãos, vejam o tamanho da concentração de poder que tem nas mãos o mesmo Deus que se sensibiliza e nos retribui quando damos ao necessitado. Ele pode dar, suprir, fazer abundar, aumentar, multiplicar, enriquecer!

Será que vale a pena agradar um Deus desse? Levar a sério, temer esse Deus?

 

2. Veja, um a um, o que Deus faz por nós ao nos retribuir e o EFEITO em nós:

 

v.8

I. Deus pode fazer-vos abundar em TODA GRAÇA...

Não é fazer-nos cheios de dinheiro, de bens, nem mesmo de saúde! Mas de toda graça.

Graça: favor imerecido.

Quem tem abundância da graça de Deus passa a ter a mesma disposição de Deus em dar, ajudar, sem procurar mérito, sem almejar retorno.

Uma das formas de colher o que plantou é tornar-se cada vez mais bondoso, sensível à necessidade dos outros, mais humano, mais amoroso, mais parecido com Cristo!

 

E qual o resultado de ficarmos abundantes de toda graça?

v.8b:  

a fim de que, tendo sempre, ..., ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra

A abundância da graça em nós nos torna riquíssimos em boas obras!

v.9

Citação do Sl 112.9a: mesmo no AT, Deus era altamente sensível à ajuda aos pobres.

 

v.10

II. Dá (ou supre) semente ao que semeia e pão para alimento...

Essa característica de Deus é geral, ou seja, quer uma pessoa costume doar ou não, cada caroço de feijão que você colocou na boca, foi suprido por Deus.

De maneira geral, cada semente que um plantador jogou na terra foi suprida por Deus.

Tudo o que cada ser humano e cada animal utiliza para se sustentar, vem de Deus - o grande retribuidor a quem ajuda os outros.

 

III. suprirá ... (a vossa sementeira)

sementeira: grãos para semear. σπορος sporos: semeadura; semente (usado na semeadura)

Deus continuará lhe suprindo de condições para você continuar doando.

 

IV. ... aumentará a vossa sementeira

Não apenas suprirá o dia a dia (como no maná). Mas aumentará, fará mais abundante a possibilidade do crente doar.

Esta é a passagem do NT que chega mais perto de uma promessa de retorno material para quem ajuda ao necessitado.

Mas veja algumas coisas:

* O assunto não é doação para pastores, igrejas, ministérios - mas para necessitados. 

* Qualquer princípio está sujeito a alterações circunstanciais.

Quem planta muito colhe muito - SE não houver enchente, terremoto, incêndio, etc.

Sim, há o princípio de que quem dá recebe de Deus, mas Ele pode alterar quando quiser.

* Mesmo que haja retorno financeiro, qual é o propósito do retorno? Plantar novamente - não usar para o próprio conforto!

* Muito mais ênfase é dada à garantia de colher na forma de graça, de justiça

 

V. multiplicará os frutos da vossa justiça

Trabalho altamente complexo da parte de Deus, feito no crente que dá: torna o crente cada vez mais santo, mais praticante da justiça e faz com que os frutos desse comportamento se torne mais efetivo, mais benéfico, mais abrangente para Deus e para os homens.

 

v.11a

VI. enriquecendo-vos, em tudo para toda generosidade

Como que resumo das diversas atuações de Deus em quem doa.

Em tudo, como? Resposta já está dada: para toda generosidade.

Deus nos fará ricos de tudo o que precisarmos para aplicarmos na generosidade.

* Se precisarmos ser mais graciosos nas nossas doações, Deus nos dará.

* Se precisarmos ser mais justos nas nossas doações, Deus nos dará.

* Se precisarmos ter mais recursos financeiros para as nossas doações, Deus nos dará.

 

v.11b-13

Além do benefício óbvio da própria ajuda aos crentes pobres de Jerusalém, Paulo enfatiza outro fundamental: produz graças a Deus da parte dos beneficiados.

Ao se verem ajudados eles glorificam a Deus por dois motivos bem específicos:

a. Por verem os coríntios obedientes e coerentes com a confissão de serem de Cristo.

b. Pela liberalidade dos coríntios.

 

Claro que, ao darem graças a Deus pelos coríntios, estão reconhecendo que os coríntios são assim por causa de Deus. Ou seja, a glória é de Deus.

 

Quantas glórias a Deus tem sido dadas por pessoas que VOCÊ ajudou?

 

Mas os beneficiados não ficam só no agradecimento a Deus:

 

v.14

Com grande afeto, oram a Deus pelos coríntios (e por todos os que contribuíram).

Talvez pareça pouca coisa dizer que eles oravam.

Mas não esqueça que “muito pode, pela sua eficácia, a súplica do justo” - Tg 5.16

Ou seja, não se admire se as orações deles levarem Deus a dar aos coríntios coisas muito mais valiosas do que o dinheiro que eles deram!

 

Com um louvor a Deus, Paulo encerra o assunto longamente tratado nos dois capítulos:

v.15:  Graças a Deus pelo seu dom inefável

Dom inefável: presente tão maravilhoso que não dá para expressar em palavras.

Que presente? Paulo não explica. Alguns crêem que é o próprio Jesus Cristo.

Presente a quem? A todos: coríntios, macedônios e outros (que deram), pobres de Jerusalém (que receberam), Paulo (que liderou a campanha), Tito e os dois companheiros de equipe. As igrejas que viram o bom exemplo. Todos!

 

Quando sentir vontade de orar, mas sem tempo, diga:

Ó, Senhor, graças te dou pelo teu dom inefável! Pela fé, pela graça, pela salvação, e obviamente, nAquele em que tudo isso se concentra: Cristo!

E que eu tenha cada vez mais vontade de ajudar ao necessitado, como Ele tanto me ajudou!

 

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b