PREGAÇÃO

Homens e anjos (Série APOCALIPSE 46 de 75)

Ap 16.1-5      55 minutos      14/04/2019         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Homens e anjos (Série APOCALIPSE 46 de 75)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior
v.1: Ouvi, vinda do santuário, uma grande voz, dizendo aos sete anjos: Ide e derramai pela terra as sete taças da cólera de Deus.

Começa a execução dos sete últimos flagelos, declaradamente penalidades impostas por Deus na sua grande ira contra os habitantes da terra daquela ocasião, que aderiram ao anticristo e assim rejeitaram o Cordeiro.

Essas pessoas são representativas de todos os que Lhe rejeitaram ao longo de história.

Grande voz: provavelmente do próprio Deus, ou do Cordeiro.

 

1º. flagelo

v.2: Saiu, pois, o primeiro anjo e derramou a sua taça pela terra, e, aos homens portadores da marca da besta e adoradores da sua imagem, sobrevieram úlceras malignas e perniciosas (NVI: dolorosas)

Algum tipo de ferida talvez impossível de tratar, mas não mortal e extremamente dolorosa.

Parece que nenhum seguidor do anticristo escapou.

As palavras são poucas para descrever o flagelo, mas a realidade é tão terrível que ultrapassa a nossa imaginação. Filas nos hospitais e no trânsito. Todos doentes, com muita dor: o médico, o enfermeiro, o paciente, o governador, o catador de lixo, o milionário e o piloto do seu jato, o motorista do ônibus e os passageiros. Todos sofrendo muito!

 

2º flagelo

v.3: Derramou o segundo a sua taça no mar, e este se tornou em sangue como de morto, e morreu todo ser vivente que havia no mar.

No toque da 2ª. trombeta, morreu um terço da vida no mar, agora o morticínio é total.

Novamente, afirmação curta, mas de efeito gigantesco, além do que podemos imaginar em termos de consequências práticas: o mau cheiro, a falta de alimento, o desequilíbrio ecológico, prejuízo financeiro, etc...

 

3º flagelo:

v.4: Derramou o terceiro a sua taça nos rios e nas fontes das águas, e se tornaram em sangue.

Flagelo de natureza igual ao 2º, mas agora atingindo os rios e fontes de água.

O resultado obviamente é o mesmo do 2º. flagelo: morte total de todo ser vivente.

No toque da 3ª. trombeta, a estrela Absinto caiu sobre um terço dos rios e fontes de água e muitos morreram. Agora todas as águas foram afetadas e todos os seres viventes ali devem ter morrido também.

E não apenas os seres que vivem em água doce, mas muitos seres humanos.

Afinal, de onde vem a água senão dos rios e fontes das águas? Ou morreram bebendo sangue por desespero ou de sede. É angustiante só em pensar.

 

v.5a: Então, ouvi o anjo das águas dizendo...

Pela 1ª. vez, um comentário após o flagelo.

Quem fala é o anjo das águas. Quem é esse?

João não explica. Deve ser um anjo encarregado de toda a água doce do mundo.

 

Interessante: embora não exista um ensino claro, a Bíblia fala de anjos (benignos e malignos) com responsabilidades específicas sobre assuntos da terra.

Dn 10-11: anjo enviado para assistir Daniel encontrou resistência (espiritual) do “príncipe” (anjo) do reino da Pérsia por 21 dias, mas Miguel, um dos primeiros príncipes, veio ajudá-lo e assim teve vitória sobre os reis da Pérsia. E fala de uma nova luta contra o anjo dos persas e também do anjo da Grécia, mas novamente será ajudado por Miguel.

Hb 13.2: refere-se aos dois anjos protetores de Ló (Gn 18-19)

2Re 6.15-18: cavalos e carro de fogo tornando-se visíveis ao servo de Eliseu

Mt 18.10: Jesus fala de anjos dos pequeninos, ou seja, encarregados deles

Sl 91.11-12: anjos enviados por Deus para cuidar dos fiéis (citado pelo diabo em Lc 4.10)

Lc 16.22: anjos que levam santos para o céu

Ap 7.1: anjos do vento

Ap 14.18: autoridade sobre o fogo

Ap 16.5: anjo das águas

Hb 1.14: espíritos ministrados enviados a favor dos que hão de herdar a salvação

 

Jo 16.11: Satanás: príncipe deste mundo

Ap 9.11: anjo do abismo Abadom

 

A interação de seres espirituais (anjos benignos e demônios) com a terra, incluindo com os próprios seres humanos, é muitíssimo maior do que pensamos.

Às vezes até de maneira visível, como os protetores de Ló.

O que aprender com isso? Dar mais atenção às coisas espirituais, como a Bíblia tanto enfatiza.

 

Continuaremos na próxima semana.

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b