PREGAÇÃO

Meu Pastor ama o próprio nome (Série SALMO 23 7 de 13)

Sl 23.4      30 minutos      26/10/2014         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Meu Pastor ama o próprio nome (Série SALMO 23 7 de 13)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

por amor do seu nome

Talvez essa seja a frase a que menos se presta atenção no Salmo 23.

E mesmo os que prestam atenção, talvez estejam pensando que Davi está dizendo que o pastor lhe dirige por amor a ele, Davi. Mas não é isso.

O Pastor lhe dirige por amor ao nome dele, Pastor!

(Isso não significa que o Pastor não ama Davi. O próprio fato do Senhor se dignar ser pastor de um pecador, já é grande demonstração de amor. Mas o amor de Deus por Davi, ou de Cristo por nós, simplesmente não é o assunto aqui.).

 

Quer dizer que Deus era o Pastor de Davi por amor ao nome dEle próprio, Deus? Exatamente! Como?

 

nome: no hebraico era quase sinônimo de imagem, reputação.

No português também: Limpou o nome na praça, ou seja, limpou a imagem, a reputação.

 

Deus tem uma imagem pela qual cuidar.

Não a imagem que o homem divulga dEle, que é distorcida.

O homem diz que Deus é injusto, é sádico, não tem amor e muitas outras blasfêmias.

Já comentamos que o homem, por si só, não conhece a Deus corretamente.

Faz uma ideia totalmente deturpada dEle. 

 

E quem então divulga a imagem correta de Deus? ELE PRÓPRIO!

As Escrituras têm como um dos propósito básicos exatamente revelar ao mundo QUEM É O DEUS CRIADOR!

Embora a Criação, por si só, já revele algumas características do Criador, fala bem pouco do CARÁTER dEle.

Então vem o próprio Deus e Se revela através dos autores bíblicos que Ele inspirou.

E o próprio Deus afirma que Ele é bom, é fiel, é reto, é santo, é amor.

 

Talvez alguns estranhem que Deus nos proíbe de falarmos das nossas próprias virtudes, enquanto Ele mesmo faz isso.

Mas não é para estranhar:

1) Ele é o Deus da Verdade. O que Ele afirma é verdadeiro.

2) Não é aplicável a Deus o conceito negativo de “se gabar”. Isso só ocorre com pessoas pecadoras, egoístas, que desejam para si honras e glórias que não lhe pertencem.

Quando Deus exalta a Si próprio, está buscando dos homens uma honra que DE FATO lhe pertence. Está querendo ser glorificado com uma glória que é dEle por direito.

 

Voltando à questão da imagem:

Deus divulgou ao mundo, através da Bíblia, uma imagem de Sí próprio e faz questão de mostrar que essa imagem é absolutamente verdadeira.

É por isso que lemos na Bíblia: “por amor de teu nome”, “pela glória do teu nome”, etc.

É a determinação de Deus em preservar a Sua reputação: Sl 79.9; Ez 20.9,14

 

Voltando ao Salmo:

Já que se tornara o Pastor de Davi, o Senhor fazia questão de mostrar que era um Pastor maravilhoso - coerente com a reputação de um Deus santo, justo, perdoador, amoroso.

E enquanto Davi estivesse andando pelas veredas da justiça, todos veriam ali um bom testemunho, efeito direto do cuidado do Pastor por ele.

E esse andar correto de Davi, traria honra não a ele próprio, mas ao Pastor dEle!

 

Aplicando a nós e Cristo:

Ele mesmo disse que era o bom pastor: Jo 10.14.

Pois por amor a esse conceito que divulgou de Si mesmo, Ele faz questão de nos guiar por caminhos retos.

 

Duas consequências quando andamos pelas veredas da justiça:

1) As pessoas querem saber quem está por trás de nós, quem é responsável por um viver tão diferente do que tínhamos antes.

Quando sabem que o nosso Pastor é Cristo, Ele é glorificado nisso.

 

2) Imaginemos ovelha suja, magra, faminta, cansada conversando com ovelha gordinha, descansada, disposta.

Certamente perguntaria: “Quem é o teu pastor? Ah,eu gostaria de ser pastoreada por ele."

 

Esse mero desejo é uma forma de glorificação a Cristo.

E quando esse desejo é levado adiante e a pessoa realmente se torna mais uma ovelha de Cristo, Ele se enche de alegria.

Mais uma alma a se beneficiar com o trabalho do Bom Pastor, que deu a vida pelas almas que seriam Suas ovelhas.

 

Veja como o nosso comportamento cristão, o nosso andar por veredas de justiça, têm conexão direta com o bom nome do Senhor Jesus Cristo na terra.

Quando andamos corretamente, o nome dEle é glorificado, Sua reputação de bom pastor, confirmada.

Quando andamos por caminhos errados, o bom nome do nosso Pastor é prejudicado.

 

Termino com Sl 17.5, desejando que cada um de nós ande de modo a poder dizer como Davi: “os meus passos se afizeram às tuas veredas”.

 

Que Deus nos abençoe. Amém 

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b