PREGAÇÃO

Meu Pastor me guia (Série SALMO 23 6 de 13)

Sl 23.3      24 minutos      12/10/2014         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Meu Pastor me guia (Série SALMO 23 6 de 13)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

Vejamos mais uma benéfica consequência do fato do Senhor ser o nosso Pastor.

O v.2 trata de repouso e alimento, que o Pastor, garante a Davi.

Agora, é como se a ovelha, devidamente alimentada, descansada e restaurada, fosse seguir o seu caminho.

Ou seja, primeiro Davi trata da garantia de descanso e alimentação, condições básicas para a própria sobrevivência.

Agora vai falar da interferência benéfica do Senhor na rotina, no andar cotidiano.

 

Como se dissesse: “O Senhor não cuida de mim APENAS quando estou cansado e faminto, desejando um lugar tranquilo para comer, repousar e restaurar a minha alma.

Ele cuida de mim também enquanto estou em plena atividade, trabalhando nos meus afazeres, vivendo a minha vida.

 

guia-me pelas veredas da justiça

veredas: lit.: caminhos; fig.: maneira de viver, padrões.

justiça: tudo o que agrada a Deus, quase sinônimo de vontade de Deus.

 

Quando alguém nasce tem dois rumos à frente: agradar a Deus ou não agradar a Deus.

Dizendo de outra forma: seguir pelo caminho da justiça ou pelo caminho da injustiça.

 

Apenas uma pequena minoria decide ir por caminhos que agradam a Deus. Certo?Errado!

NINGUÉM decide seguir por aí.

Todos os homens nascem perdidos, separados de Deus, mortos espiritualmente.

E o rumo que tomarão SEMPRE será o de NÃO agradar a Deus.

 

“Mas, pastor, existem pessoas boas, decentes, de moral elevada, que não roubam, não enganam ninguém. Não podemos dizer que pessoas assim agradam a Deus?”

Em termos de atos isolados, sim.

Quando alguém diz a verdade, agrada a Deus.

Quando alguém dá uma esmola bem intencionado, agrada a Deus.

Mas não em termos natureza e de um relacionamento pessoal como Deus.

Esse relacionamento não existe no homem natural, está cortado.

O posicionamento com relação a Deus é de OPOSIÇÃO.

 

Em suma: todos os homens nasceram com a natureza pecadora e seguem pela vereda da injustiça. Simplesmente não conseguem ter desejo para seguir pela vereda da justiça.

E ali fica o caminho aberto, em frente à humanidade, sem que ninguém, pelos próprios meios, siga por ele.

 

Até que Deus, através do Espírito Santo, interfere na vida de alguém, convence-o do pecado, leva-o ao arrependimento e à conversão, dando-lhe fé em Cristo.

Agora, finalmente ali está um salvo, com o relacionamento com Deus restabelecido.

Esse agora tem DESEJO PROFUNDO de agradar a Deus.

E, além do desejo, CONDIÇÕES espirituais de fazê-lo.

Está perdoado, as pazes feitas com Deus, colocado no corpo de Cristo.

Mas ter condições de fazer algo não significa SABER FAZER.

Qualquer pessoa saudável tem condições de nadar, mas não significa que se jogar na água vai sair nadando. É preciso aprender. E depois se aperfeiçoar.

 

Assim, o crente está em condições de seguir por caminhos que agradam a Deus.

Cristo fez o que era preciso para dar a ele essas condições.

Mas ainda há muito para ser feito até conseguir andar totalmente por esse caminho.

Ainda é pecador. O mundo o atrái, sua carne o atrapalha. É preciso ajuda.

É preciso que alguém que conheça bem as veredas de justiça lhe dirija por elas.

 

Pois é exatamente isso o que Davi diz do seu pastor divino!

É exatamente o que podemos dizer do Senhor Jesus Cristo. Ele nos guia.

 

Em termos práticos, como esse GUIAR é realizado? De várias maneiras:

* Através do ensino do Espírito Santo, que nos abre a mente para entendermos as Escrituras e os caminhos de Deus: Jo 14.26

 

* Interferência na nossa própria vontade: Fp 2.13
Cristo coloca em nós um desejo firme e profundo de seguirmos por caminhos retos.

 

* Poder espiritual para vencermos as tentações de mudarmos de vereda: Gl 5.16

Falei que há 2 opções diante do homem: o caminho da justiça e o caminho da injustiça. Pois bem, esses caminhos não são opostos no sentido de que quem toma um, nem vê o outro; ao contrário, são LADO A LADO. Andamos no caminho da justiça, Cristo à frente indicando o caminho, mas nós ficamos de olho no outro caminho, que atrái a nossa carne.

E muitas vezes terminamos por deixar de seguir a Cristo, indo para o outro caminho. 

 

Alguns ainda tentam andar com um pé no caminho de justiça e outro no da injustiça. Pensam que podem agradar a Deus e ao mundo ao mesmo tempo. Mas não podem.

Esses caminhos são paralelos mas seguem na direção contrária - como duas escadas rolantes lado a lado, mas em direções opostas. Como colocar um pé em cada?.

O fato é que Cristo, como nosso Pastor, nos oferece poder para vencermos as tentações.

Quando não vencemos, é porque não quisemos receber dEle esse poder, ficamos fracos e terminamos na contramão da vontade de Deus.

 

Como é bom termos um Pastor que nos oferece tudo o que é necessário para andarmos pelas veredas da justiça, fazendo a vontade de Deus e sendo aprovados por Ele.

Mas Davi ainda tinha algo a dizer: o propósito (ou pelo menos um dos propósitos) que movia o Pastor para lhe guiar pela veredas da justiça.

Veremos na próxima pregação.

 

Que Deus nos abençoe! Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b