PREGAÇÃO

Um Deus de abundância (Séries GÊNESIS 51 de 55 e JOSÉ 11 de 14)

Gn 48      61 minutos      31/07/2016         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Um Deus de abundância (Séries GÊNESIS 51 de 55 e JOSÉ 11 de 14)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

Pulo de pouco tempo desde o final do cap. 47, talvez meses ou semanas:

v.1-4:

Momentos finais de Jacó. Avisado, José segue para lá.

 

A promessa de Deus para Abraão foi repetida literalmente depois para Isaque e depois para Jacó.

Agora passa para José, bisneto de Abraão, só que pelas palavras de Jacó (Deus nunca apareceu a José).

 

v.5-6

Ruben perdeu o direito de primogenitura e José assume no seu lugar: 1Cr 5.1-2.

Deus é muito sensível ao pecado!

 

Por que dois filhos de José? Ideia de porção dobrada, típico de primogênito.

Para todos os efeitos, é como se Efraim e Manassés fossem filhos de Jacó.

Por que? Sugestões:

* Para compensar que Jacó passara 22 anos sem José

* Para prestigiar José: dois filhos na linha de herança de Jacó.

 

v.7: Parece que ia falar mais de Raquel, mãe de José, quando viu os dois filhos de José e mudou o assunto.

 

v.8-10

Inicia-se um drama importante entre Jacó, José, Efraim e Manassés.

Jacó, quase cego, abraça e beija os netos, agora legalmente filhos, antes de abençoá-los.

 

v.11

Jacó mostra gratidão a Deus, que lhe deu mais do que esperava!

Jacó não é o único na Bíblia que observa essa característica de Deus:

Davi: 2Sm 7.18-19

Paulo: Ef 3.20

 

Deus é Deus de abundância:

Ele mesmo agiu assim com Salomão: 1Rs 3.13

Jesus: multiplicou mais pães do que o necessário: Mt 14.20

 

Promessa aos fiéis: Pv 3.9-10 

Milênio: abundância: Is 11.9: Hc 2.14

Céu: acima do imaginado.

 

Você já notou isso em sua vida?

Sim? Seja grato e reconhecido como Jacó foi.

Não? Sua visão espiritual está embaçada. Peça a Deus que lhe visão aguda e verá muitas bênçãos ao seu redor. 

 

v.12-13

José tira os filhos dos joelhos de pai, faz um ato de adoração a Deus, curvando-se até a face no chão e depois preparou formalmente os filhos para receber a bênção de Jacó.

O mais novo, Efraim, do seu lado direito, para ficar à esquerda de Jacó. E Manassés, o mais velho, para ficar à direita de Jacó e receber a bênçãos principal.

E acontece algo inesperado:

 

v.14-16

Jacó trocou as mãos, colocando a direita sobre Efraim, como se fosse o primogênito.

Até aqui, a bênção foi a José (v.15a), abrangendo os dois rapazes igualmente (16a).

 

Jacó referiu-se três vezes a Deus, sendo que, na última, fala do Anjo de Deus (Cristo pré-encarnado).

Alguns vêem uma sugestão da sugestão da Trindade, pois em cada referência a Deus, há uma afirmação:

 

I. Em cuja presença andaram meus pais Abraão e Isaque
Duas coisas:
1 - Testemunho da fidelidade de Abraão e Isaque
Já pensou você ser referido como alguém que andou na presença de Deus?

2 - Mostra a família aumentando e lentamente se tornando um povo, sempre com as bênçãos de Deus.

 

II. me sustentou durante a minha vida até este dia
Literalmente: me pastoreou
Fidelidade de Deus ao neto de Abraão, cumprindo o que tinha prometido.

Quando você recebe seu contracheque, qual a primeira reação?
Sugestão: agradeça a Deus por estar lhe sustentando, lhe pastoreando.

 

III. o Anjo que me tem livrado do todo mal
Anjo: talvez lembrando-se da luta com o Anjo (Cristo).
Após falar de SUSTENTO, agora Jacó se refere à PROTEÇÃO de Deus
Pergunta: há aqui contradição com o que ele tinha dito a Faraó em 47.9?
Não. Ali ele afirmou simplesmente que seus dias foram duros, sofridos (em grande parte consequência do próprio comportamento dele).

Agora diz que, apesar de tudo, Deus o livrou de muitos males.
De fato: Livrou...

- duas vezes de Esaú
- de Labão e filhos, quando fugia de Siquém - 35.5
- da fome em Canaã
- finalmente da tristeza de morrer sem ver José

 

Que as dificuldades não nos impeçam de ver a PROTEÇÃO de Deus, que nos livrou de muitos outros males.

Aliás, pode ser exatamente pela dificuldade que ele esteja nos livrando de males (como Jacó: através da perda temporária de José, Deus preparava livramento da fome e a possibilidade do povo judeu se desenvolver.

 

Veremos mais lições na próxima semana.

 

Que Deus nos abençoe. Amém 

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b