PREGAÇÃO

Que alimento delicioso!

1Pe 2.1-3      51 minutos      10/04/2011         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Que alimento delicioso!
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior


1 Despojando-vos, portanto, de toda maldade e dolo, de hipocrisias e invejas e de toda sorte de maledicências,  2 desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento para salvação,  3 se é que já tendes a experiência de que o Senhor é bondoso.
##########

Pedro encerra o trecho passado (1.22-25) dizendo que os leitores, crentes:
* Haviam purificado a alma pela obediência à verdade
* Deveriam amar de coração uns aos outros
* Foram regenerados de semente incorruptível, mediante a Palavra de Deus , que vive e é permanente.
Uma vez regenerados e com as almas purificadas, precisavam partir para o crescimento.

v.1
Pedro logo deixa claro que qualquer tipo de crescimento espiritual só poderia ocorrer se houvesse uma limpeza de todo o acúmulo de malícia que havia antes da conversão.
Todo homem sem Cristo é um poço de maldade: dolo (engano, fraude), hipocrisias, inveja e tudo o que não presta. Para crescer espiritualmente, após a conversão, precisa se despojar de tudo isso.
despojar: grego αποτιθημι apotithemi = tirar do caminho, remover, colocar de lado.

v.2
Ao mesmo tempo em que se despoja das coisas da carne, o crente deve se VESTIR das coisas de Deus.
A SUBSTITUIÇÃO de maus costumes por virtudes é fundamental para uma vida cristã saudável. O NT fala muito disso.
Mas antes de se obter algo, é necessário DESEJAR. E DESEJAR ARDENTEMENTE (imperativo) o leite espiritual.
Não um desejo adulto, pensado, planejado (como comprar carro, se formar, casar, comprar casa).
Pedro os chama de crianças récem-nascidas. Figura coerente com o novo nascimento.
Deveriam desejar o genuino leite espiritual tão ardentemente quanto um récem-nascido deseja o leite.

Quando tem fome, a criança deseja ardentemente o leite: chora, grita, berra. É impressionamte a avidez com que suga o leite. 

Mas O QUE É esse genuino leite espiritual? Não é claro, mas tudo indica que é a PALAVRA DE DEUS (como terminara de falar).
Aqui não se refere apenas à Palavra escrita, mas também à pregação, conversas, reflexões sobre a Palavra de Deus.
A avidez da criança pelo leite, ilustra a vontade que o récem-convertido deve ter pela Palavra de Deus.
Através deste leite, vem o crescimento para salvação
A figura continua: a criança toma leite para crescer. O novo crente toma o leite da Palavra de Deus para crescer na salvação que já tem. Com a conversão, inicia-se o crescimento espiritual, que durará até a morte. É o processo de SANTIFICAÇÃO.

Como todo processo de crescimento, deve ser bem feito, sob certos cuidados, alimentação correta, etc.
E o EFEITO da Palavra de Deus na vida do crente é fundamental. É ótimo que o novo convertido comece a falar o Evangelho para parentes e amigos. Mas sem esquecer da absoluta necessidade de ele próprio SE EXPOR à Palavra .
Por exemplo: pouco adianta vir ao culto, vibrar com a conversão de pessoas, dar boas-vindas aos convidados, mas não se concentrar no conteúdo da Palavra de Deus (letras hinos e especialmente a pregação).

Além da PREGAÇÃO, 2 áreas importantes para se expor à Palavra de Deus: o ESTUDO INDIVIDUAL e a TROCA DE IDÉIAS com outros. O ideal é um equilíbrio nas  3 atividades. Não é suficiente...
... estudar e ouvir pregações, sem qualquer tipo de discussão (aqui vemos a força do discipulado, dos grupos satélites e mesmo dos cursos mais profundos);
... estudar e trocar idéias, sem ouvir pregações
... ouvir pregações e trocar idéias, sem estudar nada (esse é o caso mais comum).

Claro que isso serve não apenas para o crente novo, mas para o antigo na fé também.

Detalhe sutil: o que o crente deve desejar não é um leite espiritual qualquer, mas o genuíno. Grego: αδολος adolos = sem dolo, sem engano, sem fraude. O leite espiritual que PRODUZ CRESCIMENTO saudável é aquele que se constitui na Palavra de Deus, sem impurezas, sem acréscimos, nem subtrações. Não é suficicente darmos qualquer coisa que tenha ares de espiritual.
Muitas pregações e livros são leite espiritual adulterado, com água. Ou mesmo VENENO.

Esta é uma ótima passagem para mostrar porque damos tanta importância à DOUTRINA. Temos de mantê-la genuina.
Levanto agora uma questão de suma importância: em termos humanos, de quem é a RESPONSABILIDE de alimentar o recém-convertido com o genuíno leite espiritual?
A criança não tem condições de preparar e dar o leite a si própria. Alguém faz por ela. O máximo que consegue é segurar a mamadeira com as 2 mãozinhas.

Pois a responsabilidade de alimentar os bebês na fé é da Igreja: Ef 4.11-16
Ufa, ainda bem que a responsab. é do Pr. Mauro, dos professores da Escola Dominical, dos líderes de grupos satélites.
Mas eu falei a IGREJA! A igreja é cada um de nós. Embora os pastores e líderes tenham maior responsabilidade, TODOS estão incluidos.
Novamente vemos a importância do programa de discipulado e dos grupos-satélites. E também das amizades pessoais.

v.3
se: não dúvida, mas “considerando que”, assume que é fato consumado.
Pedro afirma que os leitores tinham experiência de que o Senhor é bondoso
tendes a experiência: no grego é um só verbo: γευομαι geuomai = provar, testar o sabor, saborear, nutrir. Depois adquiriu um sentido mais geral de testar alguma coisa. No grego, a ideia é de ação iniciada e ainda em curso. Ou seja, eles ESTAVAM TENDO CONTINUAMENTE essa experiência.
A ideia é: quando a fome passa, a criança afasta o alimento que não gosta muito. Mas quando “curte” aquela comidinha, ela chora quando a mãe tira, mesmo que a fome em si já tenha passado.
Pedro diz que o novo convertido deve desejar o alimento espiritual NÃO APENAS PORQUE É NECESSÁRIO, mas PORQUE É GOSTOSO!
E lembra que eles mesmos já haviam sentido isso nas suas vidas:

o Senhor é bondoso.
bondoso: grego χρηστος chrestos = bom, suave.
Aqui há algo INTERESSANTE: chrestos pode também ser usado para alimento, no sentido de agradável, gostoso, delicioso: Lc 5.39: o vinho velho é excelente = chrestos. E no nosso texto Pedro estava falando exatamente de alimento!
É como se ele aprofundasse na figura do leite, insinuando que por trás da Palavra de Deus, o ALIMENTO MESMO É CRISTO! 
Cristo é um um alimento gostoso, delicioso para a alma.

Essa experiência dos crentes começou com a salvação: experiência pessoal, fortíssima. Não uma mera emoção ou uma simples decisão de trocar de religião. Mas um ENCONTRO PESSOAL com Cristo. Quem já experimentou sabe como é sublime. Após a conversão, as experiências continuaram.

Cada crente aqui poderia contar muitas dessas experiência de vida que nos mostraram e ainda nos mostram todo dia o quanto o Senhor é bom.
Sendo assim - Pedro diz - busquem-No mais! Desejem mais a Palavra dEle e se alimentem diretamente dela e vocês em última instância estarão se alimentando dEle próprio e aumentarão no conhecimento pessoal dEle. 

Irmão em Cristo: A ênfase até aqui tem sido o récem-convertido. Mas tudo o que foi dito é válido também para nós, convertidos há mais tempo. Talvez hajam aqui alguns meninões de fralda: antigos na fé, mas pouco desenvolvidos. Crentes que não têm se alimentado como deveriam. Se é o seu caso, reverta isso!
Quanto aos que são fortes, nunca pensem que chegaram no ideal. Continuem buscando a Palavra de Deus. Não apenas como alimento inicial, mas para buscar as verdades mais profundas, mais complexas, mas não menos maravilhosas do que as verdades básicas.
Seja como for, crente fraco ou forte, todos nós já testamos pessoalmente que o Senhor é bom. Que essas provas passadas estejam sempre nos IMPULSIONANDO para a frente, buscando mais dessas experiências (não busca fanatizada, mas responsável, tranquila).

Quanto a você, amigo, que ainda não passou pela espetacular experiência da conversão, não precisa ficar com inveja. Vá até Cristo. Ele lhe convida para isso. Ele morreu numa cruz para estar em condições, de lhe fazer esse convite, tornando-se o Salvador.

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b