PREGAÇÃO

CASAIS: Amor ao filho e disciplina 1 (Série VOCÊ AMA O SEU FILHO? ENTÃO DISCIPLINE-O! 1 de 4

Hb 12.4-13      52 minutos      21/02/2014         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close CASAIS: Amor ao filho e disciplina 1 (Série VOCÊ AMA O SEU FILHO? ENTÃO DISCIPLINE-O! 1 de 4
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

(O texto total é o mesmo para as quatro pregações da série, mas os áudios são diferentes, pois abrangem apenas parte desse texto)


Família humana: maquete da família divina.

Guardadas as proporções, os membros de uma família devem imitar os relacionamentos entre a família divina.

No assunto da DISCIPLINA de filho, Deus é disciplinador.

HHHd

Veremos alguns pontos, aplicando para os pais, quanto à disciplina dos filhos.

 

1) Deus corrige e açoita os filhos dEle - v.6

Dois verbos:

* corrigir: gr. παιδευω paideuo: instruir criança, orientar, repreender e também disciplinar.

* açoitar: gr. μαστιγοω mastigoo - usar açoite, chicote, vara: disciplina física

Deus nos instrui, nos repreende e também nos castiga, nos açoita.

 

É natural, portanto, que, no trato dos filhos, Deus mande que os pais O imitem.

* Instrução, correção:

Dt 6.5-7: antes de inculcar no filho, precisa ter no coração!

Pv 22.6

Ef 6.4b (comentarei a 1ª. parte do versículo depois):

disciplina: παιδεια paideia

admoestação: νουθεσια nouthesia: admoestação, exortação

... do Senhor: com base nos princípios do Senhor

Por sua vez, os filhos devem obedecer no Senhor: Ef 6.1: o Senhor é o centro de tudo.

 

* Açoite com vara:

Pv 22.15:

estultícia: insensatez, falta de juízo

... vara... a afastará dela: não tirará do coração, mas a manterá afastada da prática.

E por que afastará? Porque apanhar de vara dói. Só isso! (*)

 

Pv 23.13-14

fustigar: palavra forte: atingir, golpear, bater

inferno: שׂאל sh ̂eol: melhor traduzir aqui sepultura ou morte física.

Ou seja, a disciplina física ajudará a criança a ser adulto educado, o que lhe poupará de grandes males, talvez até mesmo da morte!

Não morrerá: Duas coisas:

1. Implícita a necessidade de disciplinar sem violência

2. É mais fácil morrer se NÃO apanhar quando criança!

 

Pv 26.3

insensato: passagem abrangente: ou filho insensato (em idade de correção) ou mesmo um adulto, a ser disciplinado pelas autoridades competentes.

Quando a exortação e a ameaça não funciona, a solução é a mesma da dos animais: dor.

 

 

2) O MOTIVO pelo qual Deus açoita é porque RECEBEU como filho, e O AMA - v.6

Ou seja, disciplina é CONSEQUÊNCIA do amor e um ATO de amor.

Deus nunca separa a disciplina aos Seus, da ideia de bondade, de amor. Sl 89.30-33

 

Parece que muitos pais têm dificuldade de entender isso. Mas bem que deveriam:

Pv 13.24

aborrece: odiar, contrário de amar

Parece que muitos pais pensam exatamente o contrário: porque ama, não bate!

cedo: quão cedo? Tão logo a criança mostre algum tipo de compreensão.

Quando pai ou mãe deixa de disciplinar, é como se estivesse mandando uma mensagem ao filho: “Eu NÃO lhe amo! Não estou disposto a dedicar toda a energia e esforço necessários para lhe educar.”

 

3) Ao disciplinar Seus filhos, Deus mostra o quanto valoriza a PATERNIDADE - v.7-8

Em outras palavras, se Deus não disciplinasse alguém, é porque não estaria considerado aquele alguém como filho. É como se fosse um bastardo (ilegítimo).

Quando pai ou mãe deixa de disciplinar, está tendo grande DESCONSIDERAÇÃO para com seu filho. Equivale dizer:

- Eu lhe trato como se você nem fosse meu filho, não merece a minha atenção. (**)

 

4) A disciplina do Pai visa aprendermos SUBMISSÃO e RESPEITO a Ele - v.9

submissão: υποτασσω hupotasso: sujeitar, colocar em sujeição, submeter ao controle de alguém, render-se à admoestação ou conselho de alguém

Strong: “Um termo militar grego que significa “organizar tropa sob o comando de um líder”. Em uso não militar, era “uma atitude voluntária de ceder, cooperar, assumir responsabilidade, e levar um carga”.

Qualquer filho tem a obrigação, dada pelo Criador, de submeter-se à autoridade do pai do modo que um crente tem de se submeter à autoridade do Pai celeste.

 

Quando pai ou mãe disciplina filho, está ensinando-o a RESPEITÁ-LO mais.

Submissão e respeito numa só passagem: 1Tm 3.4:

disciplina: gr. υποταγη upotage - sujeição

respeito: σεμνοτης semnotes: característica de algo ou pessoa que dá o direito à reverência e respeito, dignidade, majestade, santidade.

 

E respeito anda bem perto de TEMOR.

Qual o princípio da sabedoria? Temor: Pv 9.10

O crente não deve ter medo de Deus, mas temor, sim. E muito!

 

Diga para o seu filho: “Você vai apanhar agora para aprender a me respeitar.”

E fique certo que naturalmente virá temor a você e isso é ótimo!

Isso é totalmente diferente de medo.

Medo é a expectativa de que alguém lhe fará mal. E Deus nunca faz mal!

Um adulto não tem medo do dentista, mas da dor que o trabalho do dentista provoca.

 

5) A disciplina de Deus, mesmo dolorosa, produz RESULTADOS EXCELENTES -v.11

Veja como a Bíblia não esconde o fato de que disciplina produz dor:

 

tristeza: λυπη lupe: tristeza, dor, angústia

Hoje em dia parece um crime se pensar na possibilidade de infligir dor numa criança.

Mas esse é o método que o próprio Deus criou para educar filho, pois embora pareça forte e agressivo, é extremamente BENÉFICO.

Depois produz dois tipos de frutos:

* fruto pacífico: ειρηνικος eirenikos: tranqüilo, que traz a paz consigo, sereno

Impressionante como é fácil comprovar essa verdade na educação de filhos.

Todo pai já viu que, depois de uma disciplina exemplar, o filho fica um “cordeirinho”.

 

* fruto de justiça: integridade, sentimento e ações corretos

Olhando de maneira abrangente, de disciplina em disciplina, o filho vai ficando mais dócil, mais educado, mais correto na vida.

O valor desse tipo de educação é INCALCULÁVEL para ele. Vai ajudá-lo na vida, em todos os tipos de relacionamento: no namoro, casamento, trabalho, amizades, etc. (***)

 

6) Deus quer que os Seus filhos VALORIZEM a importância da disciplina - v.5

Disciplina de filho não era novidade do VT: Pv 3.11-12

Pai ou mãe não deve perder oportunidade de deixar claro para o filho a importância da disciplina, e que esta jamais deve ser desprezada.

Isso pode ser feito naturalmente, ao longo das conversas normais.

 

7) Deus ANIMA os filhos disciplinados (no caso, através do autor de Hb) - v.5, 12-13

v.5: não desmaies: desmaiar: gr. εκλυω ekluo: desanimar, perder a força, afrouxar

v.12: restabelecei mãos descaídas... joelhos trôpegos: reaja com firmeza, sem dengo.

 

Para animar, é altamente recomendável uma conversa tranqüila algum tempo depois da surra, quando tiver passado o choro, a raiva, a adrenalina tiver baixado.

Conversa não apenas sobre aquela surra, mas o valor da disciplina em termos gerais.

 

8) Em vez de semelhança entre filho-pai e crente-Deus, CONTRASTE:

Disciplina de Deus é permanente, a dos pais é provisória, “por pouco tempo”. - v.10

Bíblia não comenta idade para cessar de disciplinar fisicamente.

Certamente varia de pai e mãe (e também da personalidade e comportamento do filho).

Em geral, filho bem educado raramente precisa de disciplina física após 8 ou 9 anos.

Uma coisa é certa: quanto melhor tiver sido a educação, incluindo a disciplina física, mais cedo desaparecerá a necessidade de disciplina.

É implícito que a disciplina de Deus durará enquanto estivermos na terra.

 

Sugestões adicionais:

a) Não ABUSE na disciplina:

* Em termos FÍSICOS: Pv 19.18

  Bom procedimento: não bater com raiva, pois terá dificuldade de manter o controle.

  Meu pai, antes de bater, conversava, explicava. Raiva ZERO.

* Termos EMOCIONAIS: Cl 3.21 (desanimado, abatido); Ef 6.4a (exasperar, levar à ira)

 

b) Disciplina tem grande valor espiritual: Pv 23.13-14

 

c) Muito vexame e vergonha que pais e mães enfrentam em público com crianças mal educadas, é exatamente por FALTA de disciplina: Pv 29.15

 

d) Não deixe que filho se sinta vítima quando é disciplinado. Vítima são os pais. O pai é que foi desrespeitado. O pai sofre ao bater num filho amado. Não canse de dizer isso para ele.

 

e) Bata para doer.

Patético mãe que bate com chinela de pano, sem força, e deixa os filhos gozando dela.

 

 

PERGUNTAS E RESPOSTAS:

- CASTIGO tem apoio bíblico?

Sim, acho que podemos inclui-lo na idéia de corrigir.

 

- Tem sentido pai surrar por ofensa feita à mãe?

Sim, embora ideal é que o próprio ofendido surre.

 

- É razoável bater automaticamente nos dois, quando os encontra brigando?

Não. Um pode ter sido provocado além do limite. Ou pode estar se defendendo.

Importante pai bater sabendo PORQUE está batendo, e o filho saber porque está apanhando.

Eu perguntava, com chinelo na mão: "Me diga exatamente porque você  está apanhando".

 

Encerrar com versículo que dispensa comentário: Pv 29.17

Que Deus nos abençoe.  Amém 

Mauro Clark, 70 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2022
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2022 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b