PREGAÇÃO

Divindade do Espírito Santo: duas provas

      69 minutos      27/07/2014         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Divindade do Espírito Santo: duas provas
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

Na pregação passada comentei sobre o final de 2Co 3.18, quando lemos... "Como pelo Senhor, o Espírito”.

Falei que era a 2ª. vez que o texto chamava o Espírito Santo de “o Senhor” (v.17) e que essa designação indicava a divindade do Espírito Santo.

E fiquei de abordar nesta mensagem a divindade do Espírito Santo pela Bíblia.

 

Antes de tudo, lembro que a Bíblia ensina duas coisas básicas sobre Deus:

1. Há um só Deus: Dt 32.39; Is 44.6

Para nós parece até meio óbvio, mas essa era a principal diferença entre os judeus e os outros povos na época.

 

2. O Deus único existe numa pluralidade de Pessoas. (Aos poucos seria revelado que eram três, a Trindade).

A primeira “pista” de pluralidade na Bíblia vem logo nos dois primeiros versículos da Bíblia, quando se refere a dois Seres aparentemente em nível de igualdade:

Gn 1.1-2: v.1: Deus

v.2: o Espírito de Deus: porque não repetiu apenas “Deus”?

Ideia de Pessoas divinas e distintas.

Vemos claramente a participação ativa do Espírito Santo na Criação.

 

Nova “pista” de pluralidade:  Gn 1.26: Façamos... nossa imagem... nossa semelhança

De muitas explicações, nenhuma satisfaz como a indicação da existência de mais de uma Pessoa divina.

 

Embora o VT desse pistas que o número de Pessoas divinas era três, ainda era muito obscuro. Ficou claro no NT, como veremos.

 

Antes das passagens sobre a divindade do Espírito Santo, vejamos as que indicam que Ele é uma Pessoa (e não uma força, uma simples emanação de Deus):

* Tem inteligência: Rm 8.26-27

* Tem vontade própria: 1Co 12.11

* Tem amor: Rm 15.30; 5.5

* Tem bondade: Ne 9.20

* Pode ser entristecido (ou ofendido ou magoado): Ef 4.30

 

Mas ser uma pessoa não significa obrigatoriamente ser Deus. O famoso herege Ário (256-336), por exemplo, nega isso.

 

Vejamos então 4 categorias de passagens que mostram que o Espírito Santo é Deus.

1. Afirmações diretas

2. Atribuições exclusivas de Deus

3. Associação com as outras duas Pessoas da Trindade

4. Participação fundamental e única no ministério de Jesus Cristo

 

Vejamos 2 primeiras hoje e as outras 2 na próxima pregação:

1. Afirmações diretas

2Co 3.17-18: já vimos

At 5.3-5: “mentisses a Deus” e “mentistes ao Espírito Santo”.

Aqui não apenas indica a divindade do Espírito Santo, mas mostra o quão ligado e identificado com a igreja Ele é (A gravidade do erro de Ananias não foi apenas uma mentira pessoal a Pedro, mas a toda à igreja. E ao mentir à igreja, mentiu ao Espírito Santo).

 

1Co 12:

v.6: o mesmo Deus é quem opera tudo em todos.

operar: gr. ενεργεω energeo: ser eficaz, atuar, produzir ou mostrar-se operativo

v. 11: Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas estas coisas...

realizar: o mesmo ενεργεω energeo!

O Espírito Santo santo é a Pessoa divina encarregada de distribuir dons na igreja e o faz conforme bem deseja e de maneira absolutamente pessoal.

 

2. Atribuições pessoais e obras exclusivas de Deus

* Onisciente: 1Co 2.10-11

* Onipresente: Sl 139.7-12

* Onipotente: Mq 3.8; At 1.8

* Criador: já vimos em Gn 1.2

* Eterno: Hb 9.14 (esta passagem aparece em 3 das 4 categorias!)

* Santo: muitas!

* Soberano: 1Co 12.11 (além de Gn 1.2)

* Dá vida: Rm 8.2

Devolve a vida física (ressurreição): Rm 8.10-11

Vida espiritual (regeneração, fazer nascer de novo): Tt 3.5; Jo 3.5-8

* Blasfêmia contra Ele não teria perdão, quando até contra o Filho teria: Lc 12.10

 

Tudo o que vimos até aqui não deve servir apenas para termos mais conhecimento teológico sobre a Pessoa do Espírito Santo.

Além disso, deve nos levar a buscar mais a companhia dEle. A usufruir mais da sabedoria dEle. A depender mais do poder dEle. E, pelo trabalho dEle, desejar mais ir para o céu onde O conheceremos muito mais, ao lado do Pai e do Filho, nosso Salvador.

 

E você, amigo, peça a Deus que envie o Espírito Santo para lhe regenerar, lhe dar nova vida em Cristo.

 

Deus nos abençoe a todos. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b