PREGAÇÃO

Iminência: a hora vai chegando (3 de 3) (Série APOCALIPSE 72 de 75)

Ap 21.5-22.19      57 minutos      17/11/2019         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Iminência: a hora vai chegando (3 de 3) (Série APOCALIPSE 72 de 75)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior
 

Nas pregações passadas, expus tudo o que pude sobre a Nova Jerusalém e sobre a nova terra, conforme os cap. 21 e 22.

Agora começaremos a  ver  os trechos de 21.1 a 22.17 que não comentei, pois não falavam sobre a Nova Jerusalém ou nova terra. Também comentarei os v.18-19.

 

21.5-7

aquele que está assentado no trono:

Pode ser o Pai ou o Filho, pois o trono é dos dois: Ap 22.3

Além do mais, aquilo que é dito na 1ª. pessoa até o v.8, pode ser atribuído aos dois.

 

Eis que faço novas todas as coisas: já comentamos sobre novo céu e nova terra.

E acrescentou: Escreve: terá João ficado tão extasiado, que esqueceu de escrever?

 

... porque estas palavras são fieis e verdadeiras (repetido em 22.6):

Tudo quanto está em Apocalipse é a pura verdade, legítimo e totalmente confiável quanto ao que informa sobre o passado, esclarece sobre o presente e promete quanto ao futuro.

E assim é a Bíblia inteira.

É difícil imaginarmos o quanto é benéfico o efeito psicológico de termos, neste mundo de mentiras, algo tão confiável e que nos promete coisas tão boas.

 

Depois de ter dito “Eis que faço...”, acrescenta, como que concluindo:

Disse-me ainda: Tudo está feito

Ou seja, nada mais há para criar. Dali em diante, é só usufruir a eternidade...

 

O que está assentado no trono se identifica:

Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim.

Alfa e Ômega: primeira e última letras do alfabeto grego.

Assim, a expressão “o Princípio e o Fim” explica o que significa Alfa e Ômega: abrange tudo, passado e futuro.

 

Recordando 1.8: Eu sou o Alfa e Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso.

Na época, comentei que os estudiosos discutem se falam do Pai ou do Filho, ou ora de um, ora de outro. Todos os termos são aplicáveis tanto ao Pai quanto ao Filho.

Ou seja, essa identificação não ajuda muito a identificarmos se é o Pai ou o Filho.

 

Mas em 22.13 essas duas expressões são repetidas, com o acréscimo de mais uma:

... o Primeiro e o Último

Parece que finalmente temos essa identificação, pois, conforme mostraremos abaixo, o texto lá se refere a Jesus Cristo.

Além do mais, em 1.17 e 2.8 Jesus claramente se identifica assim.

Em Is 44.6 também é mais aplicável ao Filho.

Em Is 48.12-13 deve ser também ao Filho, que é, então, chamado de  Criador!

 

 

21.7: O vencedor herdará estas coisas...

Vencedor: palavra dirigida a todas as 7 igrejas, nas cartas de Ap 2. e 3.

Sempre se referindo ao que for fiel, mas com o foco na ideia de luta, de guerra.

A vida cristã é uma guerra. Nunca esqueça!

 

... herdará essas coisas

Interessante: vencedor não herda, vencedor conquista, se apropria do espólio.

Mas por que aqui é chamado de herdeiro?

Deve ser pelo fato de que o grande vencedor é o Senhor Jesus Cristo.

Ele é que conquistou tudo o que Deus tinha preparado para os eleitos.

E Ele repartiu conosco o espólio, Ele nos fez ser vencedores.

Sim, somos vencedores, mas numa guerra já ganha por outro!

Somos vencedores, não por nós mesmos: por meio daquele que nos amouRm 8.37

 

... e eu lhe serei Deus, e ele me será filho

Embora essa linguagem nos faça pensar mais no Pai, não é inapropriada aplicá-la ao Filho, que, parece estar com a palavra.

Cristo é Deus e, como tal, é apropriado que também nos chame de filhos.

Mas talvez seja melhor pensarmos de maneira mais geral em Deus.

 

22.3b-4:

Nela, estará o trono de Deus e do Cordeiro. Os seus servos o servirão, contemplarão a sua face, e na sua fronte está o nome dele.

Servirão e contemplarão a face de Deus (Pai) ou do Cordeiro?

Provavelmente de ambos (Face de Cristo: 2Co 4.6; face do Pai: Mt 18.10)

Promessas semelhantes: 1Jo 3.2; Mt 5.8

No estado humano anterior, ninguém havia visto diretamente a face de Deus, pois quem a visse morreria! Ex 33.20; Jo 1.18; 6.46; 1 Tm 6.16; 1 Jo 4.12

 

Os seus servos o servirão

Interessante: em 21.7, chama o crente de filho, agora de servo.

Afinal, é filho ou é servo? Os dois! Somos assim hoje e sempre seremos.

Saiba usufruir gostosamente o fato de ser filhos de Deus, sem esquecer de que também é servo e portanto, ter com Ele a reverência e o temor que Ele merece.

 

... na sua fronte está o nome dele

Não sabemos exatamente como. Mas vale lembrar que há várias outras referências a certas marcas no crente: 2.17; 3.12; 7.3; 14.1

É reconfortante saber que seremos tão abertamente identificados com Cristo!

 

Que Deus nos abençoe. Amém!

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b