PREGAÇÃO

Jesus nos deu uma missão no mundo (Série ORAÇÃO SACERDOTAL DE CRISTO 4 de 8)

Jo 17.14-18      64 minutos      12/01/2014         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Jesus nos deu uma missão no mundo (Série ORAÇÃO SACERDOTAL DE CRISTO 4 de 8)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

Continuando a exposição sobre a famosa oração sacerdotal de Jesus.

Noite da traição, após Ceia, indo para o Monte das Oliveiras, onde seria traído.

Jesus ora ao Pai, conversando com Ele, desabafando, prestando contas, pedindo.

 

Dividi o trecho em 7 grupos de ensinos ou verdades básicas. Já vimos as 3 primeiras:

1) A HUMANIDADE É COMPOSTA DE DOIS GRUPOS DE PESSOAS

2) PERFIL DOS QUE SÃO DO MUNDO

3) PERFIL DOS QUE SÃO DE CRISTO (CRENTES)

4) RELACIONAMENTO ENTRE OS DOIS GRUPOS (CRENTES E OS DO MUNDO)

5) RELACIONAMENTO DE JESUS COM O PAI E VICE-VERSA

6) RELACIONAMENTO DE JESUS E O PAI COM OS CRENTES

7) EXPECTATIVA DE JESUS COM RELAÇÃO AOS CRENTES E AOS DO MUNDO

 

Hoje: 4o. ensino:

4) RELACIONAMENTO ENTRE OS CRENTES E OS DO MUNDO

… o mundo os odiou… - v.14
Temos falado em detalhes sobre esse triste modo do mundo reagir aos crente.

Sem repetir, apenas o resumo:
* além de odiar os de Cristo, o mundo os persegue: 15.20b (vários níveis de perseguição)
* esse ódio e perseguição seria causado não propriamente por causa dos próprios crentes, mas por causa do nome de Cristo - 15.21a

Como os discípulos de Cristo devem reagir a um mundo que os odeia e persegue?

* Com indiferença? Não. Indiferença é desprezo e desprezo por um ser humano é algo inaceitável para Cristo.

* Crente nem precisa se preocupar com isso, uma vez que Deus simplesmente tiraria cada crente do mundo tão logo se convertesse? Não:v.15

* Isolando-se em mosteiros, como os monges? Não: Mt 28.19

 

v.18 contém a pista

Assim como me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo

Duas coisas:

1) Os crentes têm uma missão no mundo

Tocamos nisso na pregação passada, mas agora quero aprofundar, pois o crente entender isso é CHAVE para a sua vida.

O crente jamais deve se achar em clima de “passar o tempo”, aguardando a chegada da morte ou do arrebatamento, e enquanto isso, se concentrando nas coisas desta vida.

Somente entendendo que está em plena missão terá um OBJETIVO ESPIRITUAL na vida (e o mais importante) e estará pronto para enfrentar qualquer obstáculo.

Ex. Mensagem a Garcia.

 

Mas que tipo de missão? Seria de ódio, de perseguição, devolvendo na mesma moeda?

No texto não temos resposta direta e explícita. Mas já vimos que há uma pista, partindo da qual poderemos encontrar a resposta.

 

2) A missão que Cristo deu aos discípulos é equivalente à missão que Ele Próprio recebeu do Pai

Veja bem: ASSIM COMO tu me enviaste ao mundo, TAMBÉM eu os enviei ao mundo.

As missões são ANÁLOGAS!

Sabendo algumas características da missão de Cristo ao mundo, aprenderemos muito sobre a NOSSA missão.

Interessante: para cada característica da vinda dEle, temos passagem que se refere à mesma característica da nossa missão (guardadas as proporções).

 

Vejamos algumas características da missão de Cristo ao mundo:

Missão de Cristo:

a) Salvar os pecadores1Tm 1.15; Lc 19.10

Claro que esse é o aspecto PRINCIPAL da missão dEle e absolutamente EXCLUSIVO.

Só Ele é o Salvador do mundo. Ninguém mais. Tornou-se o Salvador dando a Sua vida, morrendo sem pecado.

 

Missão nossa:

Interessante: 1Co 9.22; Rm 11.14 - quem está falando aqui, Cristo? Não, Paulo!

Como pode? É que Paulo estava tão interessado e envolvido na salvação de pessoas que fala como se ele mesmo pudesse salvar.

Aqui significa … levar a salvação a alguns”.

Jesus continua salvando do céu.

E quer que Seus discípulos se envolvam com a salvação das pessoas do mundo.

Como não podemos salvar, apresentamos a pessoa a Cristo.

Um amigo meu viu um homem atropelado e o levou para o hospital. Ele não era médico, mas levou ao médico.

 

Então, a primeira maneira de retribuirmos o ódio do mundo é levando a salvação a eles.

Devemos ter com cada um o mesmo sentimento que Paulo tinha com os judeus: Rm 10.1

 

Missão de Cristo:

b) Anunciar o evangelho (Lc 4.43) e dar testemunho da Verdade (Jo 18.37)

A salvação que Jesus operou foi realizada na cruz, onde morreu pelos pecadores.

Mas essa salvação tinha de ser anunciada, ensinada, oferecida.

Durante o Seu ministério de 3,5 anos, Jesus pregou intensamente o Evangelho e falou muito da Verdade.

 

Missão nossa: Na ausência de Cristo, Ele quer que falemos ao mundo inteiro: Mc 16.15

 

- Quanto a isso, estou tranquilo, pastor. Já falei para todos os meus amigos e parentes. Ótimo. Mas, é só? E os outros? Os não amigos, os conhecidos casuais? E os hostis?

Alguns crentes tentam falar de Cristo até durante um assalto! Uns até conseguem...

 

Missão de Cristo:

c) Através da pregação, levar alguns a se converterem e escaparem do julgamento, e outros, através da rejeição à pregação, se tornarem responsáveis -  Jo 9.39

Os que não vêem: que chegariam ao ponto de reconhecerem a cegueira.

Os que vêem: os que se achavam salvos, sem necessidade de arrependimento.

 

juízo: vem de palavra (κρινω krino) em que um dos sentidos é dividir, separar, classificar.

A vinda de Jesus ao mundo causaria divisão quanto às reações à pregação dEle.

Duas reações. Olha só os DOIS GRUPOS novamente!

 

Missão nossa: Quando pregamos, uns se salvam outros continuam perdidos e perecem.

Uns continuam mortos espiritualmente (e responsáveis pela recusa); outros se tornam vivos pela conversão.

É errado o crente se sentir frustrado porque sua pregação não surtiu efeito.

Se rejeição é sinal de fraqueza ou falta do apoio de Deus, o que diríamos de Jesus?

O que deve frustrar o crente é NÃO PREGAR.

Quanto às consequências da pregação, isso é com Deus. Não depende de nós.

 

Então, enquanto o mundo nos odeia, devemos mostrar que são cegos e precisam ver!

Claro que ao dizermos isso, o ódio pode AUMENTAR, mas devemos continuar alertando.

 

Missão de Cristo:

d) Servir - Mt 20.28

Jesus não se limitava a pregar de maneira fria e distante das pessoas. Ele as SERVIA!

Não um serviço casual, que resolveu fazer quando começou a crescer.

Mas um dos motivos pelos quais veio ao mundo: mostrar o que Deus espera dos homens: que se amem e cuidem uns dos outros.

 

Missão nossa: Se eu desse uma lista para você preencher os PROPÓSITOS da sua VIDA, não sei se teria: SERVIR os outros. Pois se não houvesse, deveria ter.

Jesus quer isso de nós: Mt 20.25-27; Jo 13.14-17

 

Mas devemos servir a quem? A todos, indistintamente. Mesmo quando nos perseguem.

 

Missão de Cristo:

e) Cumprir a lei - Mt 5.17

De que adiantaria Jesus morrer pelos pecadores, pregar o Evangelho, servir - e ter uma vida fora dos padrões de Deus?

Jesus cumpriu rigorosamente a lei de Deus, que exigia a perfeição moral e espiritual do ser humano.

E um dos motivos pelos quais veio, foi mostrar que um homem sem pecado poderia seguir a Lei. E serviu de paradigma a todos os que querem agradar a Deus.

 

Missão nossa:

O que adianta tentarmos levar a salvação às pessoas, falar o Evangelho para elas, sermos prestativos, se não temos o comportamento moral que Deus exige dos homens?

Vejam o que Cristo espera de você que é discípulo dEle:

Mt 5.48: não perfeição absoluta (só no céu!), mas estado de completo, o melhor possível!

 

Mas o que isso tem a ver com o mundo? Mt 5.16

Pelas nossas obras (ações, reações, comportamento) poderemos levar as pessoas a se interessarem seriamente por Deus.

Ao ser evangelizado pelo missionário Haroldo Reiner, a história de sofrimento dele deu muito peso ao que falava para mim.

 

Resumindo: devemos retribuir ao ódio que o mundo tem por nós com o interesse pela salvação deles, com a pregação do Evangelho, com a disposição para servi-los e com uma vida bonita para que eles tenham vontade de imitar.

Se formos resumir a nossa missão numa só palavra, é fácil encontrá-la: AMOR: Mt 5.44

 

Que Deus nos ajude na missão de amarmos um mundo que nos odeia. Amém

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b