PREGAÇÃO

Conte com a minha prontidão, Senhor, com ou sem pandemia!

      54 minutos      09/05/2021         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Conte com a minha prontidão, Senhor, com ou sem pandemia!
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

É clássico o costume de Moisés de dar desculpas, quando Deus o convocava:

Ex 3.11; 4.1, 10-13; 6.12, 30

Essas desculpas eram sinceras ou apenas de fachada, para se livrar?

Sem dúvida, a primeira: achava que, por si mesmo, não podia arcar com a responsabilidade que Deus lhe deu.

Mesmo assim, a atitude de Moisés irrita a Deus: Ex 4.14.

E poderia ser diferente?

Imagine alguém criticando uma obra que você fez com todo esmero e carinho.

Além de se esquivar das tarefas, criticando a si mesmo, Moisés criticava o próprio Deus.

Deus fez individualmente cada pessoa. Sl 139.13-16.

O ventre da mãe foi o lugar da fabricação.

Quem não se dá valor, desvaloriza ao seu Criador.

Você é um produto de fabricação divina.

 

Se você tem defeito (que tem!), não é falha dEle.

De maneira geral, é sua, pois você é pecador.

 

Seja como for, valorize-se e disponha-se!

Você é vaso escolhido. Deus tem serviço para você!

Não deixe de se dispor por causa de fraqueza, incapacidade, ou medo.

Ele conhece todos esses seus sentimentos.

 

Mesmo que esteja cercado de pessoas mais competentes ou mais corajosas que você, não cometa o erro de se comparar e se sentir inútil.

Num corpo nãomembro inútil: 1Co 12.12-23

 

Se Deus precisou de corvos para sustentar Elias (1Re 17.4), quanto mais de você!

 

Muitos crentes, por se sentirem inabilitados para trabalhos na igreja – na área de ensino, ou administrativa – acham que não podem fazer nada a serviço do reino de Deus.

Nem na intimidade da igreja e nem fora dela. Que erro!

 

“Mas é que, mesmo em tempos normais, eu sou desajeitado, pouco inteligente, inculto, tímido, medroso.Quanto mais agora, na pandemia! Sinto-me imobilizado, tanto pelo medo (que virou pavor), quanto pela própria restrição de movimentos.Tudo o que eu penso é em não pegar Covid.

E ainda vem o senhor falar em trabalho na igreja!

Será este é o momento oportuno?

 

Pode parecer estranho, mas creio que sim.

Talvez um dos grandes objetivos do diabo, nestes dias, seja paralisar os crentes:

2Co 2.11; 1Pe 5.8

Mas não caia nessa armadilha!

O reino de Deus não parou, os planos de Deus não estão suspensos.

Deus continua contando com o seu trabalho.

Certo que o tipo de trabalho pode ter sido alterado (pelo menos por enquanto).

Mas uma simples oração é um trabalho cristão, vemos que o campo pode ser vasto.

A propósito, procure ser mais frequente nas suas orações.

 

Além disso, quero dar mais duas “dicas” que todo crente pode praticar nessa época:

1) Fazer o bem: Ef 2.10

Em termos de atividade na terra, para que os eleitos foram salvos? Para boas obras!

É isso: o crente foi feito para praticar o bem.

Ele serve a Deus fazendo o bem. Ele ajuda aos outros fazendo o bem.

E assim imita Jesus: At 10.38

E leva pessoas a glorificarem a Deus: Mt 5.16.

Em plena quarentena, ao abrir os olhos pela manhã, decida “Quero fazer o bem hoje!”

 

2) Tentar ganhar almas para Cristo: Mt 4.18-20

Jesus mandou pescar, mas não disse o método.

Se você não tem uma, pegue um anzol e linha e jogue nágua.

Pode não pescar tantos, mas está pescando!

O que caracteriza uma pescaria não é a quantidade de peixes!

Deus quer que você pesque. A quantidade e qualidade é problema dEle.

O importante é jogar a isca e ver quem é que Deus colocará no anzol.

Falar de Cristo não é dar uma aula de Cristologia, mas contar uma história que aconteceu com você! É preciso habilidade para narrar um fato que você viveu?

E se você pensa que a época não é muito oportuna, chegou a hora de aplicar 2Tm 4.2.

 

Basta de se achar inútil, como Moisés. Não apenas em tempos normais, mas mesmo agora nessa época tão estranha.

Veja o tamanho da obra que Moisés realizou para Deus, também em tempos difíceis.

Levante o ânimo, arregace as mangas da disposição e mãos à obra.

Afinal, a seara continua sendo grande (talvez ainda maior), mas os trabalhadores são poucos (talvez ainda mais escassos). Espero que você seja um deles.

 

Que Deus nos abençoe. Amém!

Mauro Clark, 69 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2021
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2021 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b